2

los-roques-vittorio_missoni-map

 

Estava eu, no Rio de Janeiro, a conversar com minha amiga Karla Sena e, claro, o assunto tomou o rumo “viagem”. Ela me contou com detalhes tudo sobre sua ida ao arquipélago de Los Roques, um dos lugares mais extraordinários da Venezuela, que fica a 170 km da costa e conta com cerca de 50 ilhas localizadas em pleno mar do Caribe! Fiquei encantada com este bate papo pois vejam: não era de hoje que eu queria falar sobre este destino MARA mas, como ainda não fui até lá, estava mesmo atrás de uma boa fonte de informações. Bingo. Karlinha chegou com riqueza de detalhes e fotos lindas para a gente, vejam só:

 

Bom, só a definição que ela deu a Los Roques já me deixou super animada com a coisa toda: “A Caraíva do Caribe”. Impossível não ser maravilhoso, né? [saibam tudo sobre Caraíva aqui]. Ela completou dizendo que lá é onde encontramos o Caribe mais “selvagem”, apesar de ter fácil acesso, já que o arquipélago de Los Roques é uma reserva ecológica distante apenas 30 minutos de voo de Caracas. É um lugar perfeito para quem quer conhecer belas praias – a Karla me disse que foram as mais lindas que já viu no mundo – , fugir dos grandes resorts e ter dias incríveis de sossego sem frescura, sempre lembrando que “sem frescura” não significa “sem conforto”, certo? É assim que a gente gosta 🙂

 

Village_Gran_Roque

 

 

A ilha principal, Gran Roque, é na verdade super micra, tem uma população de apenas 1800 habitantes e, em apenas 15 minutos, é possível cruzá-la de um extremo a outro. Lá, as ruas são de areia, não existem carros, as construções têm altura máxima de 2 andares e o comércio é super simples, porém muito bem cuidado. A ilha começou a ser explorada por italianos, que hoje são os proprietários das principais pousadas, e essa presença massiva dos europeus por lá garante sempre um toquezinho especial e a excelência dos serviços. 

 

18roques600.1

 

Playas-e-islas-a-elección-en-Los-Roques-Venezuela

 

Perguntei para a Karla sobre o dia a dia em Los Roques e ela me contou que por lá, o esquema é é acordar, tomar café, pegar um barco e escolher a ilha que você vai passar o dia. Daí você vai para a tal ilha, fica lá o dia todo e volta só para jantar e dormir, no melhor estilo “a vida que eu pedi a Deus”. Ocorre que a praia pequena da cidade só serve para ancorar os barcos, então, meu amigos, não tem jeito: somos obrigados mesmo a ir para o mar todos os dias e explorar todas aquelas ilhas maravilhosas, fazer o quê, né? Em relação às distâncias, há ilhas tanto a 5 minutos de barco da cidade, quanto a duas horas de viagem. Dá para escolher que tipo de passeio fazer. 

 

DCIM101GOPROGOPR1558.

 

DCIM101GOPROGOPR1599.

 

Existe uma boa variedade de pousadinhas em Los Roques, sendo que as maiores têm uns 10 quartos, no máximo. O bom neste quesito “acomodação” é que Los Roques oferece opções para todos os bolsos. A Karla recomenda sempre fazer a reserva com pensão completa, que inclui até os coolers que vão com os hóspedes para as praias. Como os dias são passados nas ilhas, eles são super necessários e vêm bem completos, muito bem servidos, com sucos, água, refrigerantes, saladas, sanduíches, frutas e biscoitos. Se você quiser levar cerveja, vinho ou qualquer outro item, basta comprar na vendinha e entregar no hotel, que eles mesmos incluem o que for no seu cooler. 

 

As cadeiras de praia e ‘sombreros’ estão inclusos no serviço de barco e a Karla incluiu o barco na diária do hotel, mas ela avisa: “na nossa pousada estava incluso o barco para as duas praias mais próximas : Francisquí e Madrisquí.  Usamos só dois dias e nos outros alugamos um barco particular, que custou 90 dólares por dia. Chegamos à conclusão de que incluir o barco no preço da diária do hotel não é tão vantajoso assim, já que para conhecer as outras praias você tem que contratar um passeio particular”. Anotado. 

 

Para quem quer praticar kite surf, a melhor época é de Maio a Setembro. As águas ficam ainda mais transparentes para mergulho de Setembro a Janeiro, e a temporada de lagosta varia todo ano, em geral vai de Outubro a Janeiro. Tem sol o ano inteiro, então qualquer época é boa para visitar.

 

losroquesz

 

 

 

AS ILHAS

 

Francisquí de Arriba e Francisquí Medio – estão a 10 minutos de Gran Roque e se interligam por uma barreira de recifes. Aqui é possível praticar snokel, SUP e kite surf. 

 

Madrisquí – fica a apenas 5 minutos de Gran Roque, é deliciosa, além de super próxima. Karlinha foi mais de uma vez justamente por este motivo. 

 

Cayo de Agua – lugar da famosa foto com a passagem entre mares que liga duas ilhas. Fica a mais ou menos 1h30m de navegação e para ir até lá é preciso que não haja ventos muito fortes.

 

Cayo_de_Agua,_Archipiélago_de_Los_Roques,_Venezuela

 

Carenero – deserta e uma das mais lindas. A Karla passou nela na volta de Cayo de Agua e super recomenda para um mergulho e fotos incríveis.

 

Crasquí – é bem famosa e lugar de encontro dos iates que vêm de Caracas. Mais badalação do que sossego.

 

Rabusquí – onde você consegue ver muitas estrelas do mar. Ela não conseguiu parar nesta praia por conta da maré, que estava muito alta, então seguiu para Esparquí, onde não há praia mas as águas são simplesmente maravilhosas para mergulhar e ver estrelas enormes.

 

DCIM101GOPROG0541424.

 

Bajo Fabian – banco de areia que some na maré alta. Uma opção a este é o Cayo Muerto, outro banco de areia.

 

Noronquises – bem bonita, boa para snokel mas há muitos lagartos na praia. Ui. 

 

Sebastopol – muito bacana para snorkel. Não tem praia.

 

ACOMODAÇÕES

 

A Karla deu umas dicas bem bacanas sobre onde ficar. Vejam só:

 

Villa Caracol – esta foi a pousada onde ela ficou. “É uma das melhores da vila, novinha, quartos limpinhos e tudo bem cuidado e de bom gosto. O serviço é mega completo e eu ficaria ali de novo, super indico. A comida é ótima mas, como sou muito chata, achei que poderia ter tido uma variedade mais sofisticada no jantar. Rs.”

 

Malibu – a melhor da ilha, na opinião dela. “Tem ambiente claro, novo e aconchegante. O dono é um italiano super simpático, fiquei tão curiosa para provar a comida que jantamos lá uma noite. Foi sensacional, serviço impecável! Ele foi eleito pelo New York Times como o melhor lugar do Caribe para se comer massa italiana e panacota. Quero voltar a Los Roques para ficar hospedada lá.” [nota da editora: quero ir junto :-)]

 

Acuarela – também uma ótima opção. Ela visitou, soube que a comida por lá é bárbara, marcou um jantar, mas acabou não indo por falta de tempo. Pronto: já temos motivos para ir à Los Roques!

 

Tsunami – uma das mais recentes da ilha, tudo muito novinho e reluzente.

 

La Corsaria – Ela visitou e achou tudo muito bom, com um preço bastante justo. Ouviu muitos comentários positivos sobre a qualidade da comida e disse que é uma boa opção para quem está procurando algo mais em conta.  Dizem que a comida é bem boa. Para quem busca uma opção mais barata, pode ser uma boa escolha.

 

ONDE COMER 

 

Restaurantes: Bora la Mar e El Canto de la Ballena

Bares: Aquarena, Arecife e Tabu

 

DCIM100GOPROGOPR0737.

 

Dicas úteis da Karla:

 

“Protetor solar, bikini, chinelo, snorkel e repelente são itens que não podem faltar na sua bagagem. 

Todos os preços são baseados no dólar do câmbio negro, no paralelo você troca US$1 por 160 bolívares. Nós trocamos na escola de mergulho. Resumindo, não pague nada em dólar!

Peça para seu hotel reservar o barco particular pelo menos para os dois primeiros dias. Depois deste período já dá para avaliar se vale a pena ficar com o barco deles ou se há uma alternativa melhor. Isso para não arriscar ficar sem barco. Como fomos no carnaval e estava cheio, o pessoal que não reservou teve dificuldade de encontrar de última hora”.

 

Agora é só fazer as malas, gente! Bora?

 

Obrigada pelas dicas valiosas Karla! 

 

Postado por às 17:37

check-in category image
. Comentar


3 Comentários

  1. Karla Sena disse:

    O post ficou lindo Sil! Adorei o convite e estou super a disposição. Beijos
    Karlinha

  2. Gabriela Brasil disse:

    Que arrependimento de não ter ido com vocês, Karlinha… Paraísooo! Amei as dicas e as fotos! Espero ir em breve! Beijos!

Deixe o seu comentário!

© 2017, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web