hawaii-wallpaper-09

Desde que comecei o blog no ano passado, eu já tinha esta vontade louca de fazer um post sobre o Hawaii, mas a verdade é que eu estava um pouco…hã…desatualizada em relação ao destino, já que estive lá pela última vez aos 16 anos. Tipo 24 anos atrás, rs, abafa. Lembro que o que mais me marcou nesta minha passagem pelo Hawaii foi um luau super típico do qual participei, uma festa linda mesmo. Fiquei maravilhada também com a paisagem, que é uma mistura bacanérrima de mar com montanha, bem ao estilo do Rio de Janeiro. E que, mesmo em meio a esta natureza intensa, vi cenários muito urbanos. Fiquei apaixonada por lá, mas não tinha muita base para dar dicas legais, pois na verdade nem me lembro muito bem de detalhes. Os anos passam e a memória vai ficando escassa.

 

Hula Dancers

Hula Dancers

 

Enfim. Daí, estava eu a procurar alguma pauta interessante para um Check In, quando encontrei o Ricardo Thug (@_ricardothug_), que é um grande amigo, surfista, e veio justamente me contar que tinha passado 40 dias, adivinhem aonde?  

 

Hawaii. 

 

Olha só o tamanho da onda que o Ricardo está surfando :-O

Olha só o tamanho da onda que o Ricardo está surfando :-O

 

Perfeito, era tudo o que eu queria. Viajante/surfista que esteve recentemente por 40 dias no Hawaii? Super! Comecei a inquisição ali mesmo, pois nada melhor do que o relato de alguém que passou tanto tempo por lá e fala com a propriedade de quem viveu a essência do lugar. 

 

Screenshot_2014-08-16-16-28-12 (2)

 

Bem, o Hawaii fica em um arquipélago no meio do Pacífico e é um dos 50 estados americanos, o último a entrar para a União, em 1959. Sabiam que o Obama é havaiano? Aloha, Mr. President. É, definitivamente, um dos lugares mais lindos do mundo, com praias de cair o queixo, e sua organização notável e o povo queridíssimo fazem de lá um destino mais que perfeito para férias beeem longas. O Ricardo que o diga, né? Foi exatamente o que ele fez e agora a gente vai ficar sabendo de tudo sobre ‘turistar’ pelo Hawaii pela ótica de um surfista.

 

Screenshot_2014-08-16-16-28-50 (2)

 

Screenshot_2014-08-16-16-27-17 (2)

 

Só para a gente se localizar, é importante dizer que o arquipélago do Hawaii tem 132 ilhas, mas apenas 8 são habitadas. A maior delas é a Ilha do Hawaii, mas hoje estamos falando aqui de Oahu, ilha onde fica a capital Honolulu e todos os lugares que o Ricardo visitou. 

 

 

 

[peguei a imagem do mapa lá do site Destinos Incríveis]

[peguei a imagem do mapa lá do site Destinos Incríveis]

 

A ilha tem dois lados bem famosos: O North Shore, que fica na porção norte, é claro, e Waikiki, no extremo oposto.

 

mapa-de-oahu

 

NORTH SHORE

 

É onde estão as ondas mais famosas do mundo, como em Pipeline, Sunset e Waimea. Segundo o Ricardo, este lado tem absolutamente tudo o que um ser humano possa vir a querer da vida. São praias maravilhosas de areias branquíssimas, mar azul perfeito para mergulho, passeios de lancha deliciosos, pores do sol inesquecíveis, além CLARO, das altas ondas, perfeitas tanto para serem surfadas por quem tem talento, como para serem admiradas. Nada como ficar ali babando diante do espetáculo que é ver o surf dos melhores do mundo!

 

Pipeline Foto de Ricardo Thug

Pipeline
Foto de Ricardo Thug

 

Waimea Bay

Waimea Bay

 

Pipeline

Pipeline

 

Oi?

Oi?

 

Para se hospedar ele indica o ótimo hostel Backpackers, do lendário surfista de ondas grandes, Mark Foo, já falecido, que tem uma bela infraestrutura e custa mais ou menos US$70 por dia para 2 pessoas. Excelente custo benefício. Esse é o tipo de dica preciosa para que está planejando um orçamento mais enxuto sem perda de qualidade. Outra opção muito bacana de hospedagem é alugar casas de veraneio dos próprios havaianos. Elas vem completinhas, mobiliadas, acomodam 4 pessoas e custam cerca de US$200 por dia. Vale muito a pena hein? Para quem prefere ficar em hotéis, saibam que o Turtle Bay é o melhor do North Shore. Dentro dele funciona um bar muito bacana chamado Surfer, que o Ricardo super indica, já que oferece aquela mistura de boa música e gente bonita que todo mundo a-do-ra. 

 

O Turtle Bay

O Turtle Bay

 

DICA para a galera do surf: não alugue um carrão. Prefira um modelo mais simples e discreto. Em muitos lugares onde o pessoal chega para surfar é bem complicado ser de fora. Os surfistas locais meio que não gostam dos ‘haoles’, como chamam aqueles que não são nativos da praia. Por isso é bom ser discreto desde a chegada e curtir o mar em paz, sem preocupações. Boa, Ricardo, dica top.

 

WAIKIKI

 

Fica na costa sul e é onde estão os grandes hotéis de luxo, a vida noturna agitada, boites, restaurantes, lojas mil, shopping centers e cassinos. Tudo a poucos passos das famosas praias que, dependendo da época do ano, têm altas ondas também. Não sabe surfar? Aproveite para aprender a arte in loco. Melhor impossível, hein? Afinal de contas o lendário waterman havaiano Duke Kahanamoku cresceu surfando justamente as ondas de Waikiki. Ele ficou conhecido como “o pai do surf moderno”, pois, na virada do século 19 para o 20, ensinava aos visitantes pegar ondas por lá. E hoje os Waikiki Beach Boys perpetuam seu legado fazendo exatamente a mesma coisa. Demais.

 

hawaii-surf-lessons

 

É o lugar perfeito para quem vai com a família, pois há entretenimento para todos e uma super estrutura turística. Ali temos o Jardim Zoológico de Honolulu, o Waikiki Aquarium, o U.S. Army Museum (lembrem-se que Pearl Harbour é ali pertinho) e a Waikiki Historic Trail, uma trilha que destaca 23 locais importantes, dos quais 19 são marcados por pranchas de bronze com uma riqueza de informações históricas sobre a região.

 

Waikiki Beach

Waikiki Beach

 

Uma das prachas marcadoras da trilha histórica

Uma das prachas marcadoras da trilha histórica

 

Seu hotel mais antigo é o Moana Surfrider, que foi construído ali em 1901, e atualmente todas as grandes redes estão presentes na beira mar. Diversão é o que não falta. Como os havaianos dizem, “Waikiki é mais do que um lugar. Waikiki é uma experiência”. 

 

O Moana Surfrider

O Moana Surfrider

 

O Ricardo concorda com isso e não se cansa de dizer: “É um dos melhores lugares para onde já fui na vida. O Hawaii pode ser resumido em lugar paradisíaco, gente bonita, boas ondas para surf e diversão noturna garantida. Para mim, como surfista e também como turista, será sempre uma viagem inesquecível!”

 

Screenshot_2014-06-06-14-21-54-1 (2)

 

Eu só digo que não vejo a hora de voltar para lá. E daí que são quase 24 horas em trânsito? Taí um “perrengue” que vale a pena!

 

Postado por às 19:17

check-in category image
. Comentar


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

© 2017, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web