Baretto (1)

O Baretto, bar do Hotel Fasano é, desde que abriu as portas, um dos endereços mais exclusivos de São Paulo. Sua entrada é bem discreta, por uma pequena porta à esquerda do lobby do hotel e lá dentro são apenas 64 lugares. O ambiente é bem sofisticado, todo de madeira, com sofás e poltronas de couro, um piano de cauda bem no meio do salão, iluminação baixa e música ao vivo de primeira, apresentado nomes de calibre mundial, em shows super intimistas, quase que apresentações particulares.

 

 

Por ali já passou gente como Bebel Gilberto, Caetano Veloso, Edu Lobo e Ney Matogrosso, apenas para citar alguns. É demais. Fora que, vira e mexe, algum artista renomado que está por lá apenas curtindo a noite, junta-se aos músicos residentes e dá uma canja inesperada. 

 

baretto

 

A banda toca até altas horas e ficar ali, jogando conversa fora, ouvindo o espetacular pianista e degustando os drinks e tira gostos do bar comandado pelo Valter Bolinha é um dos melhores programas de São Paulo. E não se enganem: apesar de ser sim um piano bar, as noites do Baretto são disputadíssimas e incrivelmente animadas. 

 

É a combinação perfeita entre boa música, ambiente acolhedor e o pedigree Fasano, sobre o qual eu não me canso de falar.

 

 

Adoro. É a cara de São Paulo.

Postado por às 8:20

hot-spots category image
. Comentar


2 Comentários

  1. Nice job incorporating so many tips.

  2. I just want to tell you that I am beginner to weblog and seriously liked you’re blog. More than likely I’m going to bookmark your blog . You really come with good stories. Bless you for sharing your blog.

Deixe o seu comentário!

© 2017, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web