IMG_8814

 

Minha passagem pela Islândia foi, em uma palavra, mas em todos os sentidos, intensa. Foram 5 dias desbravando a terra do gelo na companhia de um grupo maravilhoso. Trabalhei muito e me diverti horrores! Os profissionais que viabilizaram esta experiência e nos receberam por lá, trabalharam de forma tão gentil e impecável, que me encheram de orgulho, viu, gente? É muito bom ver de perto tanta competência vinda dos nossos parceiros de profissão. Dá gosto saber que vou oferecer uma viagem deste nível para os meus clientes! Aplausos para o pessoal da Nordic Luxury e da TL Portfólio. Vocês arrasaram.

 

IMG_8924

 

Sério. Não é exagero nenhum dizer que esta foi uma das melhores viagens da minha vida. Como eu já disse, foi tudo muito intenso e eu acabei mal e mal me conectando. Consegui fazer bastante Snaps – segue lá, povo: silbertolucci – mas não paramos nenhum segundo, ou seja: tenho muito material e muitas fotos para posts, mas vamos ter que esperar um pouquinho mais, pois emendei a viagem à Islândia com minha vinda para a Indochina e hoje estou em Bangkok escrevendo este post pois recebi um vídeo MARA que a Nordic Luxury postou no Youtube e mostra super bem como foram nossos dias lá na Islândia. Vejam só: 

 

 

 

Cada minuto de tudo isso valeu muito a pena. Pensem num país extremamente rico de beleza natural (fique chocada, juro), onde cada paisagem é uma contemplação que vem sempre acompanhada daquele sentimento incrédulo sobre a existência de lugares como este no mundo. Só tenho a agradecer por ter participado desta experiência única. Que privilégio! Logo mais – assim que tiver tempo – volto com updates da saga Iceland-Indochina.

 

Beijos! 

Postado por às 16:16

destinos category image
Comentar

Quando uma viagem à China está sendo planejada, é normal que Shanghai e Beijing apareçam como os destinos mais procurados. Isso acontece justamente por serem os lugares mais conhecidos, com os quais os brasileiros estão mais familiarizados, e também pela sua estrutura turística, já que é meio normal marinheiros de primeira viagem à Ásia terem certos receios em relação ao que vão encontrar por lá, e por isso preferem não arriscar muito em se tratando de lugares desconhecidos. 

 

Parem com isso, gente. Sério. Não deixem de aproveitar as coisas lindas que há por lá simplesmente porque este país ainda nos soa distante demais. Hoje a Lívia veio para falar sobre a China que oferece lugares incríveis, com cenários magníficos e estrutura para agradar até os viajantes mais exigentes. Oba. 

 

Bem pertinho de Shanghai, existem 2 cidades muito charmosas: Hangzhou e Suzhou, a primeira a 45 minutos, e a segunda a apenas meia horinha de lá. O acesso a ambas é possível via trem bala, que viaja a 350km/h, e isso torna viáveis estadias curtinhas, de 1 ou 2 dias, tempo suficiente para conhecê-las. Bárbaro.

 

Hangzhou tem mais de 6,4 milhões de habitantes – o equivalente a população da Cidade do Rio de Janeiro – e é super famosa pela sua beleza natural, principalmente ao redor do Lago Oeste – que em 2011 passou a ser Patrimônio Mundial da Unesco – além de suas pagodas e templos. A Lívia acha esta uma das cidades mais bonitas e interessantes da China, então anotem aí “conhecer Hangzhou”, pois se tem alguém aqui que sabe tudo de China, esta pessoa é a Lívia gente.  

 

lago oeste1

 

Lago Oeste - Se voce for pernoitar  em Hangzhou, vale a pena assistir ao espetáculo que é feito sobre o lago (atenção: apenas no verão). A impressão é que que os atores estão flutuando sobre a agua.Lindíssimo, com musicas típicas e diversos efeitos visuais

Lago Oeste – Se voce for pernoitar em Hangzhou, vale a pena assistir ao espetáculo que é feito sobre o lago (atenção: apenas no verão). A impressão é que que os atores estão flutuando sobre a agua.Lindíssimo, com musicas típicas e diversos efeitos visuais

Templo de Lingyin

 

 

Templo de Lingyin - Estas estatuas de pedras budistas estão esculpidas nas falésias do “Lingyin Temple”, o qual é um templo budista em atividade e um dos 3 templos mais famosos e antigos da China.

Templo de Lingyin – Estas estatuas de pedras budistas estão esculpidas nas falésias do “Lingyin Temple”, o qual é um templo budista em atividade e um dos 3 templos mais famosos e antigos da China.

 

Leifeng Pagoda

 

Leifeng Pagoda - Originalmente construída no ano 977, tudo o que resta da pagoda original é o alicerce em ruínas. Não há muito para ver dentro da própria pagoda, que foi recentemente reconstruída em 2000. No entanto, a vista da cidade é uma dos melhores a partir daqui. Não se desanime com a altura da pagoda: dentro ha escadas rolantes e elevadores .

Leifeng Pagoda – Originalmente construída no ano 977, tudo o que resta da pagoda original é o alicerce em ruínas. Não há muito para ver dentro da própria pagoda, que foi recentemente reconstruída em 2000. No entanto, a vista da cidade é uma dos melhores a partir daqui. Não se desanime com a altura da pagoda: dentro ha escadas rolantes e elevadores .

 

Hanzghou é também super conhecida por ser a “terra do original chá verde”. Há milhares de plantações pela cidade e um passeio super gostoso e diferente é ir ate um desses lugares e tomar um chá fresquinho – seguindo as tradições chinesas – nas casas de chá que há em cada uma. Top demais.

 

cha plantação

 

cha

 

Há bastante coisa para se ver e se admirar em Hangzhou e a Lívia acha que 2 dias são suficientes para dar uma boa geral na cidade. Importante saber que o metrô ainda esta em construção e o transito é terrível, então, a melhor maneira de se locomover por la é contratar um motorista que fique a sua disposição. Isso é fácil e o concierge do hotel sempre resolve estas questões. Falando em hotel, as opções por lá são ótimas!

 

 

Four Seasons Hotel - Voce voltara no tempo ao entrar pelo hotel em um tradicional barco chines de madeira.

Four Seasons Hotel – Voce voltara no tempo ao entrar pelo hotel em um tradicional barco chines de madeira.

 

Amanfayun Spa - totalmente arquitetado no estilo das antigas vilas chinesas. E é Aman né. Isso já diz muita coisa

Amanfayun Spa – totalmente arquitetado no estilo das antigas vilas chinesas. E é Aman né. Isso já diz muita coisa

 

Suzhou é charmosíssima e cheia de contrastes. Por um lado, é super movimentada, já que é uma das economias mais aquecidas que existem por ser a maior produtora do mundo de computadores portáteis; por outro, é possível ainda encontrar vestígios de uma cidade muito antiga em torno dos canais. Justamente por conta desses canais, Suzhou é chamada de “Veneza do Oriente”. Vale muito a pena fazer um passeio pelos canais, ponto de vista ideal para apreciar a paisagem pitoresca. Fora que as fotos tiradas de dentro do barco ficam incríveis!

 

Suzhou

 

Suzhou canal

 

Mas Suzhou não é apenas conhecida por seus canais. Seus jardins são impressionantes e realmente maravilhosos, tanto que o “Lingering Garden” foi declarado patrimônio da humanidade pela UNESCO em 1997. Dica da Lívia: ” há mais de dez jardins clássicos chineses para visitação em Suzhou, mas na minha humilde opinião, apesar de maravilhosos, são todos muito parecidos, ou seja, visite 2 jardins e já está super visto! “

 

lingering garden1

 

lingering garden

 

Assim como em Hangzhou, há uma infinidade de pagodas e templos para serem visitas em Suzhou. Os mais famosos são o North Temple Pagoda e a Tiger Hill Pagoda também conhecida como a Torre de Pisa da China, devido à sua inclinação. No local onde esta localizada a Tiger Hill Pagoda existe um jardim belissimo, cheio de flores, arvores, esculturas em pedras e um rio. Prepare-se para caminhar um pouquinho e subir alguns (muitos) degraus.

 

North Temple Pagoda

North Temple Pagoda

 

Tiger Hill Pagoda

Tiger Hill Pagoda

 

Um dia em Suzhou é o suficiente para um bom passeio. Mas se você preferir ir com mais calma, ha vários hotéis de redes internacionais com preços super razoáveis, como o Intercontinetal, Crowne Plaza, Shangri-la e Hyatt.

 

Um conselho bem valioso da Lívia: além do motorista, se possível, é bem bacana contratar um guia que te acompanhe nas duas cidades. A questão é que, exceto em Shanghai e Beijing, quase ninguém fala nem inglês nem “chinglish” (nota da editora: HAHAHAHA chinglish é muito bom), então calculem a probabilidade de passar aperto. Então, para não arriscar, é bom ter uma assessoria bilingue, certo? 

 

E aí? Todos empolgados como eu por conhecer um pouco mais da China? Estou amando.

 

Logo mais a Livia estará de volta com mais destinos e histórias interessantes. E sigam o Instagram dela @fun_in_asia. É bárbaro, cheinho de dicas sobre os lugares mais incríveis da Ásia.

 

Zaijian!

 

Postado por às 16:13

destinos category image
Comentar

 

Gente, estou passando uns dias em Londres antes de embarcar para a Islândia (viagem bafônica, aguardem) e aproveitei para dar uma geral nesta cidade que tanto amo. Sabiam que eu já morei aqui muitos e muitos anos atrás? Mil novecentos e bolinha não define, mas enfim. Sou louca por Londres e é isso que importa. 

 

IMG_8591

 

IMG_8593

 

Daí que descobri este serviço, o Afternoon Tea Bus Tour, que é o mais novo queridinho da terra da Rainha. É um passeio de ônibus que dura 1h30, pelos principais pontos de Londres com o típico chá inglês a bordo. Um charme! Custa £45 para adultos e £35 para crianças. É bem bacana. Até minhas primas princesas, que estão morando aqui, e com que passei dias maravilhosos me acompanharam.

 

IMG_8576

 

IMG_8602

 

IMG_8563

 

 

Imprescindível reservar com antecedência!

 

E gente: como eu disse, parei aqui pois estou indo para a Islândia e logo em seguida vou emendada para a Indochina! São duas viagens incríveis que terão todos os detalhes publicados aqui, no meu Instagram @silvanabertolucci e no meu Snapchat silbertolucci. Acompanhem, tá? Vai ser mara.

 

Beijos beijos, até mais!

Postado por às 17:29

servicos category image
Comentar

IMG_8225

 

Fica até difícil explicar como é que um santuário como o Unique Garden pode estar tão perto de São Paulo. Localizado nas proximidades do Parque Estadual da Cantareira, último reduto preservado da Mata Atlântica na cidade, o Unique Garden tem como principais tesouros seu jardim, florido o ano inteiro, água mineral de fonte própria e uma horta com ervas e verduras orgânica e muito mais.  

 

IMG_8162

 

IMG_8185

 

É o tipo de hospedagem de altíssimo padrão que ainda proporciona saúde, bem-estar e tranquilidade. Relaxamento e desligamento total a poucos minutos do Aeroporto Internacional…parece mentira, né?

 

IMG_8191

 

Suas villas e chalés, estrategicamente localizados, são cercados de jardins floridos, com muito espaço e privacidade. A beleza e o aroma da lavanda tomam conta de cada canto do hotel, o que faz deste ambiente um verdadeiro sonho. Isso sem falar nos bosques, aves e animais silvestres, plantas nativas e ar puro em 330 mil m². Vocês PRECISAM ver de perto todo os detalhes do luxo e conforto que há por ali. Além de tudo, o Unique Garden ainda é Pet Friendly e tem uma mega estrutura para nossos bichinhos. Rola até ração orgânica e carpaccio de boas vindas, gente!

 

IMG_3053

 

IMG_3047

 

Spa e gastronomia, detentora do selo Green Kitchen, que certifica os mais altos padrões de ingredientes orgânicos, semeados e cultivados em estufas próprias, também merecem aplausos. Tudo muito requintado, com atendimento super personalizado, e cozinha comandada pelo super chef Daniel Aquino. Um luxo. Estou com meias palavras pois o lugar é tão bárbaro que realmente fica difícil adjetivá-lo.

 

IMG_3022

 

IMG_3018

 

IMG_2916

 

IMG_8214

 

 

Na verdade, a história por trás do Unique Garden também é muito, mas muito bacana, e merece ser contada: Lara, a filha mais nova do empresário Victor Siaulys, idealizador do Unique e sócio fundador dos Laboratórios Aché, nasceu prematura e teve um descolamento de retina, causado pelo excesso de oxigenação da incubadora onde passou seus 2 primeiros meses de vida, que a deixou deficiente visual. Seu pai, pensando em seu bem estar e futuro, criou um espaço para que ela se desenvolvesse de forma plena. A partir daí, a propriedade de Mairiporã, sua fazenda, passou a receber não apenas a pequena Lara, mas também diversas crianças com problemas visuais. Em seguida, ele fundou o Instituto Laramara, que hoje é dirigido pela própria Lara e por sua mãe, Mara,  e que já beneficiou de alguma forma milhares e milhares de pessoas através de seus programas. Demais saber que o que para gente é um hotel e spa de luxo, na verdade começou por causa de uma busca tão grande por conquistas. Top demais o Sr. Victor, que deixou um legado e tanto e que, ao perceber o lugar como um santuário, criou essa maravilha que temos hoje. 

 

IMG_2886

 

IMG_2890

 

E além de tudo isso, o Unique Garden ainda faz um trabalho incrível em parceria com o IBAMA, recuperando animais que por diversos motivos (feridos, doentes, correndo perigo de extinção, abandonados, vítimas do tráfico, etc ) precisam se recuperar antes de serem inseridos novamente em seu habitat natural ou encaminhados para adoção. Macacos, araras, lobos guarás, tamanduás, cachorros, gatos…todos ultra bem cuidados pela equipe de veterinários e tratadores, que são verdadeiros pais para os bichinhos. Lindo trabalho, deu gosto de ver. 

 

IMG_8224

 

IMG_3001

 

IMG_2941

 

IMG_2921

 

IMG_2934

 

IMG_8226

 

Não vejo a hora de voltar!

Postado por às 17:32

hoteis category image
Comentar

 

O Burger & Lobster é uma cadeia de restaurantes bem descolada em Londres – são 7 endereços espalhados pela cidade – que serve lagosta, hamburger e drinks espetaculares.

 

Bárrrbaro.

 

9047b5dcf2eb5c6887f84b86e18dd55f

 

O lugar é realmente MARA e está sempre lotado, o que faz das filas de espera algo usual. Mas tudo ali é tão agradável, atendimento incluso, que tomar chá de cadeira na porta não configura perrengue.

 

andy-hayler-burger-and-lobster-the-full-menu-w709-h532

 

Enfim. Por £20 você pode saborear uma lagosta inteira, um Lobster Roll ou um hamburger ma-ra-vi-lho-so. São essas as alternativas. Nem menu tem, gente. Qualquer uma das opções vêm acompanhadas de chips e saladinhas igualmente deliciosos. Sério. Molhos incríveis, batatinhas fritas no ponto. Sei lá, eu sinceramente acho que £20 não é caro para uma lagosta, mas um tanto salgado para o hamburger, apesar de ser um dos melhores da vida. Porém, o conjunto da obra vale o preço. O lugar o atendimento, os acompanhamentos, as sobremesas, tudo.

 

c40e6f04ff5ea4dc2ec961c8f561051a

 

b27adb92719522e6bd8a7c370e772a6f

 

Vale mega a pena conhecer. Vejam só os endereços:

 

29 Clarges Street – Mayfair

36-38 Dean Street – SoHo

40 St. Johns Street – Smithfield

1 Bread Street

Fifth Floor Harvey Nichols – Knightsbridge

6 Little Portland Street – Fitzrovia

52 Threadneedle Street – esse vai inaugurar logo logo.

 

E gente: tem em NYC também. Fica na 39 West 19th Street, entre a 5th e a 6th! Top demais. 

Postado por às 16:28

gastronomia category image
Comentar

5337-faro-di-capo-spartivento1_original

 

O Faro Capo Spartivento é um hotel super exclusivo que tem uma posição pra lá de privilegiada. Fica no alto de uma falésia, entre as montanhas, cercado pela exuberante vegetação mediterrânea e oferece um panorama absurdo de 360° sobre o mar azul. Bárbaro. Sua localização isolada, a apenas 50 Km de  Cagliari , Chia, no extremo  sul da Sardegna , permite que os hóspedes desfrutem de algo raro: o silêncio da natureza acompanhado por paz e TEMPO para relaxar e explorar cada cantinho dessa região MARA da Itália. Imaginem só celebrar um casamento aqui? Affff. E uma lua de mel então? Perfeito. 

 

5337-faro-di-capospartivento2_original

 

5337-faro-di-capo-spartivento2_original

 

O hotel tem este nome pois está no alto do cabo Spartivento e era, de fato, um farol. Faro = farol; Capo Spartivento = Cabo Spartivento :-P . Foi construído em 1856 pela Marinha Italiana em uma área de 600 metros quadrados, guiou os marinheiros por 150 anos, foi metralhado por aviões norte-americanos durante a II Guerra e funcionou como residência do faroleiro até os anos 80. O bacana é que, apesar de ter sido transformado neste hotel de luxo, o farol mantém sua essência, seu encanto original. 

 

5337-faro-di-capo-spartivento7_original

 

Sua área externa é incrível. Tem um imenso jardim com uma oliveira centenária no meio do gramado, onde você pode se sentar em deliciosos sofás branquinhos em frente à grande lareira. Há também 8 gazebos de vidro onde os hóspedes fazem as refeições observando a linda vista. Isso sem falar na piscina de borda infinita rodeada por um deck delicioso, com jacuzzis, cadeiras de praia e guarda-sóis, lugarzinho ideal para um drink em frente ao mar ou para assistir ao por do sol e aguardar o farol acender enquanto as cabras invadem o penhasco em volta. Um sonho. 

 

5337-faro-di-capo-spartivento12_original

 

5337-faro-di-capo-spartivento8_original

 

5337-faro-di-capospartivento6_original

 

5337-faro-di-capo-spartivento3_original

 

5337-faro-di-capospartivento3_original

 

Por dentro, o hotel é igualmente fantástico, com uma decoração super elegante em cada ambiente, lustres de Murano e peças com muita personalidade. No segundo andar, o destaque fica por conta do terraço, onde as camas de dossel são um convite a um banho de sol ou ao céu estrelado. Encantador. 

 

5337-faro-di-capo-spartivento10_original

 

5337-faro-di-capospartivento4_original

Postado por às 17:03

hoteis category image
Comentar

O Pinguim é a choperia mais ilustre de Ribeirão Preto, cidade tão simpática do interior de São Paulo. Frequentadíssima tanto pelos moradores da região como por um sem fim de visitantes, sua fama vem de sua tradição, suas “histórias”, seu cardápio, super bem montado e variado, recheado de petiscos incríveis, comidinhas de boteco e feijoadas MARA e, principalmente pelo seu chopp Antárctica, tão bem tirado, tão perfeito e tão absurdamente cremoso, que o transformou no mais conhecido do país e me dá água na boca só de pensar. Impossível falar de Ribeirão sem lembrar do Pinguim e vice versa. A casa é um verdadeiro cartão postal da cidade.

 

Chopeira do Bar Pingüim.

 

Sua história começou na década de 30, quando o Edifício Diederichsen estava sendo construído no coração de Ribeirão Preto. Antes mesmo da inauguração oficial deste marco arquitetônico da cidade, em 1937, um misto de bar com choperia abria suas portas no térreo do edifício em acabamento, sem grande alvoroço. Nascia naquele momento o Pinguim! 

 

rp017

 

Na década de 60, o Pinguim ampliou seus horizontes e passou a ser conhecido também no exterior. Nos anos 70 surgiu a primeira filial, localizada na esquina em frente, e nos anos 80 vieram mais duas choperias, o que firmou a casa também como restaurante e consolidou seu status como “embaixador” de Ribeirão Preto para o Brasil e o mundo. Depois vieram mais duas unidades e a filial de Belo Horizonte. Sortudos os mineiros, hein! Atualmente há 3 choperias em Ribeirão, além do empório, localizado onde era o Pinguim original, que comercializa produtos com marca própria.

 

pinguim-i

 

O prestígio fez com que “histórias” surgissem para explicar a qualidade do chopp servido lá. A mais pop é aquela que fala sobre uma serpentina gigante, uma super tubulação que ligava a fábrica da Antárctica à choperia, fazendo com que o chopp saísse diretos da fonte para o copo de quem estava no Pinguim. Não sei vocês, mas eu acreditei nessa lenda durante toda a minha vida e certamente ajudei a espalhá-la, kkkkk! Enfim, o importante é que o chopp é muito top e quem entende do assunto explica que isso está relacionado ao cuidado e à forma com que os garçons o tiram do barril. Até a lavagem dos copos é contolada, já que isso também interfere no sabor, vocês acreditam? A pressão das torneiras também é super regulada e os 400 metros de serpentina dentro das câmaras frias, monitorados, assim como o processo de reposição do gelo sobre os barris a toda hora. A carga do líquido que chega diariamente descansa por 1 dia antes de ser consumido – com a renovação constante o chopp não envelhece. Daí é só saber servir e cremar o chopp, e isso eles sabem, né. Know how é tudo na vida mesmo, e é justamente por isso que o Pinguim já está a mais de 70 anos fazendo sucesso, alimentando a memória e habitando o coração do povo. Um clássico cheio de qualidades, vale muito a pena conhecer!

 

cimg4773

 

Pinguim Centro – pé direito alto, cores aconchegantes, lustres personalizados e o piso xadrez em preto e branco são algumas das características da casa. Além disso, detalhes do salão reforçam ainda mais o ambiente da época em que o Pinguim foi inaugurado, como por exemplo o vitrô com elementos inspirados no trabalho do arquiteto Frank Lloyd Wright.
Rua General Osório, 389 - Telefone: 16 3610-8258

Pinguim Ribeirão Shopping - possui uma arquitetura rústica com algumas semelhanças à choperia do centro. O charme desta casa é o vitral de 2,5X4 metros com a reprodução da obra “A Fazenda” do artista espanhol Joan Miró. É o Pinguim mais movimentado de Ribeirão.
Av. Cel. Fernando Ferreira Leite, 1540 Loja 29 - Telefone: 16 3620-2919

Pingüim Santa Úrsula Shopping - é onde os amigos se reúnem para assistir futebol regado a chopp gelado. Combinação melhor não há. Feijoada e grelhados especiais fazem bastante sucesso.
Rua Sao Jose, 933  Lojas 22,23,24,25 – Telefone: 16 3625-1226

Postado por às 10:32

hot-spots category image
Comentar
Ni Hao! Hoje teremos mais um post delicioso sobre Xangai escrito pela super Lívia Zonzini. O assunto? A tão falada gastronomia chinesa, seus mitos, onde comer e como um ocidental pode se adaptar facilmente à hora das refeições na China. Bom, antes de tudo, é importante dizer que a culinária chinesa tem mais de 3 mil anos de história,  é super rica na sua variedade de ingredientes e modos de confecção dos mais de 10 mil pratos oriundos de cerca de 20 cozinhas regionais e é muito apreciada aqui no Brasil. Quem nunca se deliciou com um Frango Xadrez, um belo Bifum ou um suculento Yakissoba, mesmo sem ter qualquer contato com a cultura chinesa, né? A questão é que trata-se de uma cozinha marcada pelo contraste das cores, aromas e sabores de cada prato, cuja tradição é baseada no conceito de que os polos contrários – yin e yang – se complementam. É comum vermos a mistura de pratos doces e salgados, picantes e agridoces ou quentes e frios. As diferentes formas de corte também são comuns na culinária chinesa: cortar os alimentos em pequenos pedaços, por exemplo, facilita o uso dos tradicionais palitos.A cozinha chinesa é representada por quatro grupos principais, do Norte, Sul, Leste e Oeste do país, e cachorro, gato, cobra e macaco são consumidos apenas como alimentos exóticos – assim como o jacaré é consumido no Brasil, por exemplo.  Ocorre que, num país imenso como esse, com tantas diferenças climáticas e paisagísticas, onde vivem centenas de milhões de pessoas, a variedade é muito bem vinda e, principalmente, necessária. E os cozinheiros chineses, desde os primórdios, souberam tirar proveito da inventividade e da versatilidade. Desenvolveram, ao longo dos milênios, técnicas tão sutis de preparo e cozimento dos alimentos que transformaram sua cozinha em uma das mais refinadas do mundo.
 
 
receita-frango-xadrez-1

Frango Xadrez

 

Satay de Frango

Satay de Frango

 

Bom, a Lívia já começou me contando que, chega até a ser engraçado, mas quando ela conta para alguém que mora em Xangai, em 90% das vezes, a primeira pergunta que fazem é: “mas o que você come lá?”

 

Hahaha. E emendou dizendo que, na verdade, nunca viu ninguém comendo espetinho de escorpião ou de qualquer outra coisa bizarra em Xangai. Ela diz que esse lance do espetinho passou a ser atração turística na China, tanto que em Beijing existe até uma feira aonde essas iguarias são vendidas. Agora adivinhem do que é formado o público da tal feira? Sim, um monte de estrangeiros  :-) O fato é que nas regiões mais remotas existe sim um “menu diferenciado”, que inclui insetos e partes de animais que o mundo ocidental jamais pensaria em levar pra cozinha.

  

1

 

2

 

A Livia me explicou que, para entender isso melhor, é necessário saber que na China TUDO é sobre comida! Comida é um fator cultural muito importante além de relacionar a qualidade daquilo que você ingere com os benefícios gerados no seu corpo, como por exemplo: comer cérebro de carneiro faz bem para o desenvolvimento do intelecto, comer testículos de galo faz “bem pro homem”, e por ai vai. Viram como isso explica boa parte desse cardápio não ortodoxo? Explica perfeitamente itens um tanto “diferentes” que a Lívia está acostumada a encontrar nas grandes redes de supermercados, como Carrefour e Wal-Mart:

 

Esse é o açougue. Um “pouquinho” diferente do padrão brasileiro, nao?

Esse é o açougue. Um “pouquinho” diferente do padrão brasileiro, nao?

 

Alguém tem alguma boa receita para esses focinhos de porco?

Alguém tem alguma boa receita para esses focinhos de porco?

 

Sapos e tartarugas ainda vivos, afinal quanto mais frescos os alimentos, melhor.

Sapos e tartarugas ainda vivos, afinal quanto mais frescos os alimentos, melhor.

  

A Lívia me disse que não consome nada disso, mas explica que esses supermercados são gigantes e ótimos para os itens de primeira necessidade, como arroz, massas molhos e produtos de limpeza. Em relação a esses itens, ela comentou: “embora eu nunca saiba direito o que estou comprando”. Risos. Rótulos em chinês: não sabemos lidar. 

 

Para refinar as compras, existem alguns outros supermercados menores – e mais caros – mas especializados em atender o publico estrangeiro. Neles encontra-se de um tudo: queijos europeus, temperos de toda parte do mundo, cervejas belgas, azeites trufados, carne australiana, bolachas suíças, legumes e vegetais orgânicos, e por aí vai. Até o nosso feijão carioca ela encontrou por lá :)

 

6

 

Resumindo, ela não passa fome lá ;) Pelo contrario, além de encontrar de tudo para preparar as refeições com o gostinho brasileiro, ainda existem restaurantes fantásticos em Xangai, que atendem a todos os paladares.

 

O Ultraviolet é um excelente exemplo. Ao fazer a sua reserva – o que deve ser providenciado com pelo menos 3 meses de antecedência – você é orientado a se dirigir a um ponto de encontro. De lá, uma limusine te leva até o lugar secreto, ou seja, ninguém sabe aonde o restaurante esta localizado. Demais né? Chegando no restaurante, uma mesa para 10 pessoas espera os clientes da noite. Sem decoração, sem pinturas, sem paisagem, o Ultraviolet é equipado com um sistema multissensorial, aonde o ambiente é vestido por luzes, som, musica, cheiro, brisas, imagens, imaginação e é claro, comida. Preço salgado, mas vale a pena a experiência.

 

Ultraviolet by Paul Pairet

Ultraviolet by Paul Pairet

 

A rede de restaurante Ding Tai Fung serve um dumpling sensacional. O melhor de Xangai, na opinião da Lívia. Ambiente informal, preços super acessíveis e comida deliciosa. Perfeito!

 

Os deliciosos dumplings - em chines, xiaolongbao - podem ser recheados de porco, frango, carangueijo, trufas…varias opções no menu.

Os deliciosos dumplings – em chines, xiaolongbao – podem ser recheados de porco, frango, carangueijo, trufas…varias opções no menu.

                                               

Seu restaurante preferido em Xangai é o francês-moderninho Mr. and Mrs. Bund. Como o próprio nome diz, o restaurante fica localizado no Bund, às margens do rio, o que te proporciona uma das vistas mais fantásticas da cidade. Ambiente super descolado, grande variedade no menu, vinhos fantásticos, cervejas especiais e funciona ate as 2 da manha. E complementa:

 

“Se você estiver numa pegada mais descontraída, Xangai é repleta de cantinhos espetaculares. No bairro da Concessão Francesa você encontrará inúmeros bistrôs, cafés, sorveterias, lugares super charmosos para tomar cerveja e comer hambúrguer e até mesmo tapas espanholas em um pátio ensolarado. Poderia ficar dias aqui escrevendo sobre os diferentes restaurantes de Xangai. A variedade é imensa e tem opções para todos os bolsos e paladares”.

 

Affff Lívia, e a gente poderia passar dias lendo suas dicas e suas impressões!

 

Gente, se alguém quiser mandar perguntas sobre Xangai ou sugestões para os próximos posts, pode mandar mensagem aqui nos comentários ou para o e-mail da Lívia:  hello_fun_in_asia@yahoo.com. E sigam o IG dela! É o @fun_in_asia. Tem muita coisa bacana! 

 

Já estou ansiosa pelo próximo post! E vocês?  

 

Zaidian!

Postado por às 17:33

gastronomia category image
Comentar

Mirante+do+Arvrão-589-e1387565489867-930x385

 

Para quem está em busca de um lugar muito, mais muito cool para se hospedar no Rio de Janeiro: o Mirante do Arvrão é um hotel absolutamente MARA, descoladérrimo e muito charmoso, que fica bem no alto do Vidigal, então, por favor, calculem a vista que oferece aos hóspedes. O Vidigal é uma comunidade pacificada com localização ultra privilegiada. O morro fica entre o Leblon e São Conrado, bem sobre a Avenida Niemeyer, num dos pontos mais bacanas do Rio.

 

Mirante+do+Arvrão-581-e1389117017684

 

Além do projeto, bárbaro, dos quartos com paredes de vidro super bem montados, e vistas indescritíveis sobre Leblon e Ipanema, o Mirante do Arvrão ainda conta com uma filial do Belmonte, um dos bares mais tradicionais e gostosos do Rio. Chopp perfeito e comida excelente, gente, afff, só de pensar me dá água na boca. Querem mais uma boa notícia?  Tá saindo por lá uma piscina de borda infinita para muito breve. Fontes fidedignas me disseram que em 2 meses já poderemos curtir o sol e mergulhar com esse visual todo de lambuja. Afff, quero passar 1 mês lá. 

 

 

 

1.Suite-6_Hostel-do-Arvrão-53-845x570

 

6.Suite-6_Hostel-do-Arvrão-98-845x570

 

bar

 

O Mirante do Arvrão se preocupa muito com a preservação do meio ambiente, é sustentável e 100% eco-friendly. Eles têm captação de água da chuva, aquecimento por energia solar, usam materiais renováveis e ainda contam com um sistema super sofisticado para reutilização de água suja. Consciência ambiental, atualmente, é meio que um dever de todos, mas eu enalteço mesmo quem leva este quesito a sério. Tem que aplaudir, tem que incentivar, certo? 

 

foto_mirantedoarvrao_galeria8

 

Incrível, amei, quero passar um fim de semana lá! Imagina que experiência mais deusa?

 

Amanhecer-no-Vidigal-26

 

Postado por às 16:11

my-brazil category image
Comentar

Gente, nem sei por onde começar a falar sobre este underwater room do Manta Resort, então dêem uma olhada nesse vídeo e depois a gente conversa:

 

 

Apenas bárbaro, hein? Affff. Bom, o Manta Resort fica na ilha de Pemba, que integra o arquipélago de Zanzibar, na Tanzânia, África. Agora imaginem aqui comigo: estamos todos à beira do Oceano Índico, achando tudo lindo e nem pensando que o que está excelente ainda pode melhorar, quando descobrimos que temos à nossa disposição um bangalô/ilha particular flutuante super bem equipadinho, com um deck delícia tanto para curtir o sol quanto para observar o céu estrelado e cujo quarto, 4 metros abaixo da superfície, nos permite admirar e dormir rodeados pelo fantástico ambiente submarino tropical da região, com seus cardumes todos que chegam até os painéis de vidro em 360°. Tem até peixinhos que já fixaram residência na estrutura do bangalô, como se fosse um recife, para se protegerem dos predadores! Sério! Corais já estão se estabelecendo nas linhas de ancoragem e isso está chamando mais e mais peixes. Isso sem falar nos polvos que se prendem às janelas submarinas. Tudo ali, nas nossas caras, numa bolha azul turquesa…basicamente emocionante.  

 

 

manta-resort-under-water-room-slider-3-1200x500

 

maxresdefault

 

E a possibilidade de dormir no deck superior, sob a Via Láctea, com o balanço e o barulhinho do mar? Quero agora. 

 

O Underwater Room fica a 250 metros da costa e chega-se até lá em uma breve viagem através das águas cristalinas que cercam Pemba, num barco fofo, de madeira, super tradicional. Então é aquela coisa: você está isolado mas com acesso super fácil à terra firme para qualquer necessidade. A questão é que, estando lá, você terá de um tudo: equipamentos para esportes aquáticos, como kayak, snorkel e nadadeiras, refeições e drinks super especiais servidos no deck, uma equipe MARA te atendendo, telefone celular para contato com a costa, chuveiro ao ar livre, frigobar completíssimo e amenities biodegradáveis. 

 

Manta-Resort-Underwater-Room-Photo

 

Olha, é o máximo. Fora que Pemba é praticamente intocada, linda de morrer. Vamos? 

Postado por às 15:20

hoteis category image
Comentar
© 2015, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web