Estive pela Turquia recentemente e tudo o que tenho a dizer é que as coisas por lá são absolutamente maravilhosas. Como eu amei este país, quanta beleza, quanta cultura. Istambul é uma capital única, me deu vontade de morar ali, juro. Me senti uma adolescente viajando, que chega em uma cidade fantástica, se deslumbra e volta para casa dizendo que é naquele lugar que vai viver. Bodrum, na beira do Mar Egeu, é uma cidadezinha pra lá de charmosa e realmente merece o apelido de “St. Tropez da Turquia”. Fiquei encantada.

 

55

 

E a Cappadocia, que foi minha última parada na Turquia e tema deste post, é de fato um lugar mágico, curioso, intrigante e belíssimo, cujas paisagens mais parecem um pedaço da lua na terra! Suas formações rochosas moldadas pela ação do tempo são incríveis e me fizeram ficar boquiaberta.

 

50

 

A Cappadocia foi uma importante província do Império Romano e os antigos povos que viveram por lá construíram, nas encostas das montanhas, casas esculpidas na rocha, coladinhas umas nas outras, dando a ilusão de um gigantesco formigueiro. É uma loucura. Para completar, eles ergueram cidades completas embaixo da terra também, como forma de proteção contra ataques de inimigos, ou seja: são muitas e muitas cavernas e eu estou contando tudo isso para vocês justamente porque me hospedei em um autêntico hotel caverna e me apaixonei loucamente pela ideia, claro.

 

47

 

O Argos in Cappadocia é, além de interessante e luxuoso, um hotel boutique muito cool, que excede as expectativas dos viajantes mais exigentes do mundo. Digo isso porque eu mesma sou uma viajante muito exigente, ossos do ofício, e achei suas instalações, os serviços exclusivos e a renomada hospitalidade turca simplesmente o máximo. Suas acomodações combinam o luxo moderno com túneis históricos e cavernas que foram cuidadosamente restauradas, e o resultado de tudo isso é bárbaro. Lindo, descolado, curioso e muito romântico. Sofisticação em cavernas é demais, né gente? Vejam nas fotos abaixo o style do hotel:

 

1

 

 

2

 

 

3

 

 

 

O Argos fica no alto da aldeia de Uchisar, bem no coração da Cappadoccia. Está situado em um antigo mosteiro – que foi todo renovado – e todos os ambientes são interligados por túneis subterrâneos. Se hospedar lá é celebrar a tradição de habitar as cavernas da região e tudo é super bem decorado, cheio de tapetes antigos e peças bem típicas. Nas áreas externas, a beleza fica por conta dos exuberantes jardins e terraços banhados pelo sol, de onde temos vistas vistas panorâmicas que se estendem desde o sopé de Uçhisar Fortress até o Güvercinlik Valley e o majestoso Mount Erciyes. Vocês não imaginam a beleza que é o fim do dia  visto dali. 

 

 

7

 

 

6

 

8

 

 

Sobre as acomodações, a top das tops no Argos são as Splendid Suites, que podem ter 1 ou 2 quartos e chegam a 1000m² de área (ui) com piscina privativa, vistas magníficas, terraços e nichos que se abrem para pátios públicos e ambientes totalmente esculpidos em rochas vivas.  Inacreditável. As demais suítes também têm piscinas, lareiras e não ficam nada atrás das Splendids. Não interessa em qual delas você fique, te garanto que a surpresa será boa. Detalhe: não há TVs em nenhum dos quartos, hein! No Argos a televisão fica na área comum e é coletiva. Mas gente, só faltava alguém, no meio da Cappadocia, ficar procurando a Globo Internacional para assistir Zorra Total no sábado à noite, né? Nem pensar. 

 

23

Vejam os detalhes da parede esculpida na rocha

 

Uma das suítes com sua piscina

Uma das suítes com sua piscina

 

Estão vendo esta piscina?

Estão vendo esta piscina?

 

 

É dessa suite aqui. Não é demais?

É dessa suite aqui. Não é demais?

 

17

Suite com lareirinha super aconchegante. Prestem atenção à decoração, ao estilo.

 

A tal TV coletiva. Só sentei em frente a ela porque era jogo do Brasil na Copa.

A tal TV coletiva. Só sentei em frente a ela porque era jogo do Brasil na Copa.

 

Programa bom mesmo é sentar no restaurante Seki, que serve refeições ao ar livre com vista para o vale. A culinária é regional turca e internacional e todas as ervas fresca e vegetais são colhidos ali mesmo, diretamente do jardim do restô. Aliás, aconselho visitar o jardim e escolher pessoalmente os temperos e ingredientes do seu prato ;-) . O Seki Lounge também é delicioso, tem um terraço com vista, e lá é possível pedir petiscos, drinks e provar o vinho Cappadocia, produzido no local. 

 

13

 

32

 

Falando em vinho, lá no fundo das cavernas do Argos há a adega Seki, que oferece vinhos da casa selecionados, vinhos doces de diversos produtores de toda a Turquia, além, é claro, de vinhos de classe mundial que refletem o caráter da Cappadoccia. Experimente alguns dos melhores vinhos da região da Anatólia e participe de degustações enquanto aproveita a aura da atmosfera mística da adega. Vai por mim. 

 

43

 

 

34

 

O Argos tem ainda uma sala de concertos, a sala Bezirhane, que muito antigamente fazia parte de um antigo mosteiro e, na sequência, ainda foi transformada em uma fábrica de óleo de linhaça. São dois ambientes conectados com com cúpulas originais, grandes lareiras e excelente acústica. A instalação é algo de outro mundo: tem mais de 26 metros de altura, com paredes de pedra gigantes e pilares majestosos. Perfeito para realizar um casamento, por exemplo. 

 

42

 

40

 

Em suma, o hotel é bárbaro e eu recomendo muito a todos uma temporada lá. E estando no Argos, não deixe de visitar atrações únicas da Cappadocia como o Museu ao ar livre Goreme, que é Patrimônio Mundial da UNESCO, com 30 igrejas antigas, capelas e afrescos; as cidades subterrâneas de Kaymakli e Derinkuyu; o Castelo de Uchisar, com suas lindas vistas; os Vales Zelve e Ihlara; os Montes Erciyes, Hasan e Gullu, três vulcões que, 60 milhões de anos atrás, entraram em erupção e formaram a pedra vulcânica da Cappadoccia; o Vale Pigeon, com seu penhasco esculpido cheio de pombais; as adegas subterrâneas; e os centros de artesanato, onde encontramos tapetes e jóias incríveis.

 

46

 

Faça esportes ao ar livre, pois a paisagem convida, e não deixe de marcar o famoso passeio de balão! 

 

29

 

28

 

Postado por às 14:40

hoteis category image
Comentar

Amo Londres sob todos os aspectos e sempre que vou para a Europa dou prioridade para as conexões que passam por lá. Assim eu consigo pelo menos uns diazinhos na cidade. Adoro o clima, as ruas, os parques, o Tâmisa, cada um dos bairros, as pessoas, os hábitos londrinos e, claro, a lojas. Sim, Londres é uma cidade cara e fazer compritchas em pounds é mais caro ainda, mas a questão aqui é que a quantidade de coisas bacanas para se garimpar é enorme e a capital inglesa oferece uma variedade bem grande de lojas bárbaras. Impossível resistir. 

 

Então aqui vão meus endereços preferidos por lá. Vale a pena conferir, sempre lembrando que as promoções existem justamente para a gente aproveitar a deixa e que, mesmo assim, não precisa comprar TUDO. Muitas lojas são tão bacanas que apenas vistá-las já é um programão. Vejam só:

 

- Harrods – Claro que eu tinha que começar pelo meu xodó. Não passo sem dar pelo menos um pulinho lá. A maravilhosa loja de departamentos vende roupas de todas as melhores marcas do mundo, cosméticos, itens para a casa, para as crianças, comida…simplesmente tudo. Você corre o risco de entrar na Harrods pela manhã e sair à noite, sem nem mesmo ver o dia passar. Hipnotizante.

 

Harrods-London

 

- Selfridges – loja de departamentos também, em plena Bond Street. Tem seções de todas as melhores marcas arcas do mundo em cosméticos, acessórios e roupas. è, na minha opinião, a mais estilosa de todas, com pegada jovem, principalmente devido à sua localização.

Selfridges-Oxford-Street-London

 

- Fortnun & Mason – Fica na Picadilly e é a mais antiga loja de departamentos da cidade. Também vende de um tudo: comida, roupas, itens para a casa, etc etc etc sem fim. Gosto muito.

 

Fortnum

 

- Harvey Nichols – nesta loja de departamentos que fica em Knightsbridge, o destaque fica por conta das coleções de estilistas famosos. Aqui a gente encontra até um corner do Christian Loubotin. Adoro o setor de alimentação, que vende várias iguarias de diversos cantos do mundo.

 

Harvey Nichols

 

- Topshop – é a loja queridinha dos fashionistas que amam fast fashion com pegada rocker. Eu, particularmente, adoro garimpar coisinhas na Topshop, mas você tem que ter saco de futucar e experimentar milhares de peças para sair com algumas legais. Mas se colocarmos na balança o esforço e o resultado, digo que vale muito a pena! Minha Topshop favorita é a loja que fica em frente à Harrods, pois é mais vazia. Porém, a loja da Oxford Circus é gigaaante e tem até um salão de beleza que só faz escova! Como fica numa área muito movimentada, você fica se atravancando com as pessoas lá dentro e isso me dá uma certa agonia, mas vale sim conhecer, mesmo que seja para não voltar mais, kkk. 

 

topshop-oxford-circus-store

 

Bom, até agora falei sobre as grandes lojas. Vamos então às ruas bacanas, bairros legais e lojinhas menores e descoladas que eu amo:

 

- Sloane Street – é a rua onde todas as grandes griffes estão concentradas. Muito similar à Madison Avenue de NYC, mas com a sofisticação e organização de Londres. Impecável!

 

SloaneStreet_detail1

 

- King’s Road – Essa gostosa ruazinha no Chelsea é uma delícia para passear e ficar olhando as lojinhas que se instalaram por lá. Não deixe de ir na Penhaligon’s para comprar o melhor perfume de lavanda do universo! O atomizador de perfume para bolsa de lá também é excelente. Sempre compro pra dar de presente e faz muito sucesso!

 

 - Oxford Street, Oxford Circus, Bond Street, New Bond Street, Regent Street e Mount Street – Todas essas são ruas ‘ÓTEMAS’ para bater perna e fazer compras. Têm as maravilhosas griffes como Chanel, Miu Miu, Louis Vuitton e Hermés, têm todas as fast fashion stores que adoramos, têm eletrônicos, brinquedos, cosméticos, enfim: têm tudo e mais um pouco. Dá para esquecer da vida, kkk. A loja da National Geographic que ficava na Regent Street mudou de endereço, vocês viram? Agora ela está na 102 Brompton Road, em Knightsbridge. Ali a gente encontra um mundo de itens para viajantes como globos, barracas de camping, roupas, relógios, malas, cases, sapatos, acessórios diferentes para a casa, móveis, posters, brinquedos, guias….milhares de coisas interessantes. É demais, super vale a visita. 

 

Bond Street (el carrer de les millors marques)

 

- Burlington Arcade – fica em Mayfair, na 51 Piccadilly, e é um complexo com 40 lojas muito legais. Aqui encontramos os famosos macarons Ladurée, Jimmy Choo, House of Cashmere, Vilebrequin, além de lojas que vendem antiguidades, jóias e relógios.

 

burlington-arcade

 

- Abercrombie & Fitch – se você tiver uma santa paciência para enfrentar as filas e a música alta, vá fuçar as mesas e araras dessa loja. Tanto para homens como para mulheres, sempre há algo interessante! Adoro as calças de ioga que uso como legging. Fica na 7 Burlington Gardens, esquina com a Savile Row. 

 

- Convent Garden – bairro jovem com muitas lojas bacanas. Tem uma Apple Store gigante, MAC, H7M, COS (que é uma H&M mais chic), David & Goliath (moda casual com humor), Calvin Klein, Burberry Brit, Gap, Karen Millen, dentre milhares de outras. O mercado de Covent Garden já virou um dos cartões postais de Londres e é super legal ir até lá para comer alguma coisa e entrar em lojinhas interessantes.

 

covent-garden-piazza-1

 

- Dover Street Market (DSM)- Maravilhosa loja conceito de moda que expõe peças dos melhores estilistas do mundo, como a japonesa   Junya Watanabe e Phoebe Philo para Céline, selecionadas a dedo. Tem um gostoso restaurante de comida orgânica no último andar que é uma excelente pedida na hora do almoço… mas chegue cedo, pois tem pouquíssimos lugares. Endereço: 17-18 Dover St.

 

- Jo Malone e Molton Brown – Sou louca pelos cremes e velas aromatizadas dessas lojas originalmente inglesas. São vários endereços, é bacana pesquisar o mais próximo de você.

 

- Jack Lock & Co – é a primeira loja de chapéus de Londres. Fica em: 6, Saint James Street.

 

lock-hatters

 

- Milk Concept Boutique – Essa loja fica em Shoreditch (118A Shoreditch High St) e tem itens de design bem legais, tapetes, cadeiras e outros objetos para casa, além de algumas peças bacanas de moda, como as sapatilhas Repetto.

 

- Caravan – Outra loja de decoração fofa em Shoreditch (5 Ravenscroft Street), com itens garimpados pelo mundo. Só atende quem agenda a visita. Bacana dar uma olhadinha no site www.caravanstyle.com

 

 

- Twinings – Famosa loja de chá londrina. Fica na 216 Strand. 

 

- Boots – Farmácia mais amada de Londres. Não só vende remédios, mas também milhares de produtos de beleza como cílios postiços, unhas, esmaltes, chapinhas, escovas…É um supermercado de beleza. Tem uma ótima na Oxford Street.

 

boots-tmagArticle

 

- Space NK Apothecary – Paraíso dos cosméticos, maquiagem, produtos para cabelo, perfumes e outras coisinhas que amamos! São vários endereços, mas tem uma bem boa em Convent Garden, na 32 Shelton Street.

 

SpaceNK

 

- Paperchase – Se você é fanática por papelaria, como eu, um excelente programa é “se perder” na Paperchase. São milhares de cartões lindos, diários, calendários, caderno para receitas, adesivos, copinhos, lápis, canetas, mochilas fofas. Tem lojas em Convent Garden, Strand, Picadilly…veja qual fica mais fácil para você!

 

Paperchase-110-Westbourne-Grove-London-W2-5RU-Homegirl-London

 

Mês que vem estou indo para a Itália, pois minha agência está organizando 2 casamentos na Toscana. Claro que vou parar em Londres, então, aguardem mais dicas!

Postado por às 15:48

servicos category image
Comentar

Desde que comecei o blog no ano passado, eu já tinha esta vontade louca de fazer um post sobre o Hawaii, mas a verdade é que eu estava um pouco…hã…desatualizada em relação ao destino, já que estive lá pela última vez aos 16 anos. Tipo 24 anos atrás, rs, abafa. Lembro que o que mais me marcou nesta minha passagem pelo Hawaii foi um luau super típico do qual participei, uma festa linda mesmo. Fiquei maravilhada também com a paisagem, que é uma mistura bacanérrima de mar com montanha, bem ao estilo do Rio de Janeiro. E que, mesmo em meio a esta natureza intensa, vi cenários muito urbanos. Fiquei apaixonada por lá, mas não tinha muita base para dar dicas legais, pois na verdade nem me lembro muito bem de detalhes. Os anos passam e a memória vai ficando escassa.

 

Hula Dancers

Hula Dancers

 

Enfim. Daí, estava eu a procurar alguma pauta interessante para um Check In, quando encontrei o Ricardo Thug (@_ricardothug_), que é um grande amigo, surfista, e veio justamente me contar que tinha passado 40 dias, adivinhem aonde?  

 

Hawaii. 

 

Olha só o tamanho da onda que o Ricardo está surfando :-O

Olha só o tamanho da onda que o Ricardo está surfando :-O

 

Perfeito, era tudo o que eu queria. Viajante/surfista que esteve recentemente por 40 dias no Hawaii? Super! Comecei a inquisição ali mesmo, pois nada melhor do que o relato de alguém que passou tanto tempo por lá e fala com a propriedade de quem viveu a essência do lugar. 

 

Screenshot_2014-08-16-16-28-12 (2)

 

Bem, o Hawaii fica em um arquipélago no meio do Pacífico e é um dos 50 estados americanos, o último a entrar para a União, em 1959. Sabiam que o Obama é havaiano? Aloha, Mr. President. É, definitivamente, um dos lugares mais lindos do mundo, com praias de cair o queixo, e sua organização notável e o povo queridíssimo fazem de lá um destino mais que perfeito para férias beeem longas. O Ricardo que o diga, né? Foi exatamente o que ele fez e agora a gente vai ficar sabendo de tudo sobre ‘turistar’ pelo Hawaii pela ótica de um surfista.

 

Screenshot_2014-08-16-16-28-50 (2)

 

Screenshot_2014-08-16-16-27-17 (2)

 

Só para a gente se localizar, é importante dizer que o arquipélago do Hawaii tem 132 ilhas, mas apenas 8 são habitadas. A maior delas é a Ilha do Hawaii, mas hoje estamos falando aqui de Oahu, ilha onde fica a capital Honolulu e todos os lugares que o Ricardo visitou. 

 

 

 

[peguei a imagem do mapa lá do site Destinos Incríveis]

[peguei a imagem do mapa lá do site Destinos Incríveis]

 

A ilha tem dois lados bem famosos: O North Shore, que fica na porção norte, é claro, e Waikiki, no extremo oposto.

 

mapa-de-oahu

 

NORTH SHORE

 

É onde estão as ondas mais famosas do mundo, como em Pipeline, Sunset e Waimea. Segundo o Ricardo, este lado tem absolutamente tudo o que um ser humano possa vir a querer da vida. São praias maravilhosas de areias branquíssimas, mar azul perfeito para mergulho, passeios de lancha deliciosos, pores do sol inesquecíveis, além CLARO, das altas ondas, perfeitas tanto para serem surfadas por quem tem talento, como para serem admiradas. Nada como ficar ali babando diante do espetáculo que é ver o surf dos melhores do mundo!

 

Pipeline Foto de Ricardo Thug

Pipeline
Foto de Ricardo Thug

 

Waimea Bay

Waimea Bay

 

Pipeline

Pipeline

 

Oi?

Oi?

 

Para se hospedar ele indica o ótimo hostel Backpackers, do lendário surfista de ondas grandes, Mark Foo, já falecido, que tem uma bela infraestrutura e custa mais ou menos US$70 por dia para 2 pessoas. Excelente custo benefício. Esse é o tipo de dica preciosa para que está planejando um orçamento mais enxuto sem perda de qualidade. Outra opção muito bacana de hospedagem é alugar casas de veraneio dos próprios havaianos. Elas vem completinhas, mobiliadas, acomodam 4 pessoas e custam cerca de US$200 por dia. Vale muito a pena hein? Para quem prefere ficar em hotéis, saibam que o Turtle Bay é o melhor do North Shore. Dentro dele funciona um bar muito bacana chamado Surfer, que o Ricardo super indica, já que oferece aquela mistura de boa música e gente bonita que todo mundo a-do-ra. 

 

O Turtle Bay

O Turtle Bay

 

DICA para a galera do surf: não alugue um carrão. Prefira um modelo mais simples e discreto. Em muitos lugares onde o pessoal chega para surfar é bem complicado ser de fora. Os surfistas locais meio que não gostam dos ‘haoles’, como chamam aqueles que não são nativos da praia. Por isso é bom ser discreto desde a chegada e curtir o mar em paz, sem preocupações. Boa, Ricardo, dica top.

 

WAIKIKI

 

Fica na costa sul e é onde estão os grandes hotéis de luxo, a vida noturna agitada, boites, restaurantes, lojas mil, shopping centers e cassinos. Tudo a poucos passos das famosas praias que, dependendo da época do ano, têm altas ondas também. Não sabe surfar? Aproveite para aprender a arte in loco. Melhor impossível, hein? Afinal de contas o lendário waterman havaiano Duke Kahanamoku cresceu surfando justamente as ondas de Waikiki. Ele ficou conhecido como “o pai do surf moderno”, pois, na virada do século 19 para o 20, ensinava aos visitantes pegar ondas por lá. E hoje os Waikiki Beach Boys perpetuam seu legado fazendo exatamente a mesma coisa. Demais.

 

hawaii-surf-lessons

 

É o lugar perfeito para quem vai com a família, pois há entretenimento para todos e uma super estrutura turística. Ali temos o Jardim Zoológico de Honolulu, o Waikiki Aquarium, o U.S. Army Museum (lembrem-se que Pearl Harbour é ali pertinho) e a Waikiki Historic Trail, uma trilha que destaca 23 locais importantes, dos quais 19 são marcados por pranchas de bronze com uma riqueza de informações históricas sobre a região.

 

Waikiki Beach

Waikiki Beach

 

Uma das prachas marcadoras da trilha histórica

Uma das prachas marcadoras da trilha histórica

 

Seu hotel mais antigo é o Moana Surfrider, que foi construído ali em 1901, e atualmente todas as grandes redes estão presentes na beira mar. Diversão é o que não falta. Como os havaianos dizem, “Waikiki é mais do que um lugar. Waikiki é uma experiência”. 

 

O Moana Surfrider

O Moana Surfrider

 

O Ricardo concorda com isso e não se cansa de dizer: “É um dos melhores lugares para onde já fui na vida. O Hawaii pode ser resumido em lugar paradisíaco, gente bonita, boas ondas para surf e diversão noturna garantida. Para mim, como surfista e também como turista, será sempre uma viagem inesquecível!”

 

Screenshot_2014-06-06-14-21-54-1 (2)

 

Eu só digo que não vejo a hora de voltar para lá. E daí que são quase 24 horas em trânsito? Taí um “perrengue” que vale a pena!

 

Postado por às 19:17

check-in category image
Comentar

Se hospedar no Pera Palace e desfrutar de todos os luxos que o 5 estrelas proporciona, é também voltar no tempo e viver os dias de glória da Istambul da belle époque. O hotel é deuso, mantém até hoje o estilo clássico que o tornou famoso, e suas características super autênticas do século 19 servem como um ponto focal atemporal. Muito elegante, gente. Arquitetura e decoração de babar arrasando desde 1895, que transformaram este hotel em um ícone duradouro na vibrante Istambul.

 

Historical Elavator

 

 

Não é à toa que ele atrai visitantes de todo o mundo e tem sido um símbolo proeminente da cultura urbana de Istambul por mais de cem anos. Desde então, já foi palco de uma impressionante lista de clientes famosíssimos que sempre fizeram questão absoluta de se hospedar ali. Mais adiante vou falar um pouco mais sobre alguns dos célebres hóspedes, mas já adianto que a turma é boa. Ernest Hemingway, Alfred Hitchcock, Agatha Christie, Sarah Bernhardt, Mata Hari, Zsa Zsa Gabor e o rei Edward VIII são alguns deles. Uau. 

 

lobby1

 

O Pera Palace fica em Tepebaşı, distrito de Pera, lugar que é o centro histórico, cultural e social de Istambul e conta com vários museus e vida noturna agitada. Bati muita perna por ali. Ele tem vistas incríveis para o Golden Horn, estuário que divide o lado europeu da cidade formando uma península com o Mar de Mármara e é a principal entrada para o Bósforo. Amei o bairro, é realmente muito bacana ficar hospedado nessa região.

 

Apartamento com vista para o Golden Horn

Apartamento com vista para o Golden Horn

 

O edifício do hotel é super marcante e combina os estilos Art Nouveau, Oriental e Neoclássico. Lindo, inesquecível. E com essa vista toda, é bom saber que a maioria dos apartamentos e das espaçosas suítes têm sacadas. Providencial, né? Além disso, os detalhes nos quartos como antiguidades, tapetes Oushak tecidos à mão, mármore branco de Carrara, lustres Murano, obras de arte e os banheiros que reproduzem hammans tradicionais, chamam muito a atenção. 

 

Golden Horn

Golden Horn

 


 

O Pera Palace tem alguns quartos e suites “especiais”, que surgiram por causa dos habituées famosos. Olha que bárbaro:

 

Agatha Christie Room (411) – sim, você pode se hospedar no quarto onde, supostamente, Agatha Christie escreveu o fantástico “Assassinato no Oriente Express”. Entre 1926 e 1932 ela se hospedou trocentas vezes no apartamento 411 do Pera e dizem até que uma chave encontrada no quarto é a que abriria o misterioso diário perdido da escritora. 

 

 

agatha Christie

 

Agatha room

 

agatha room1

 

Greta Garbo Corner Rooms – São 6 quartos que assim foram nomeados assim depois que a lendária atriz sueca passou 21 dias no Pera Palace em 1924. 

 

Detalhe de um Greta Garbo

Detalhe de um Greta Garbo

 

Ernest Hemingway Corner Suites – o escritor norte-americano se hospedou pela primeira vez no hotel em 1922, quando ainda era um jovem repórter de guerra. São 5 suítes que homenageiam o gigante literário, todas decoradas em azul jade e tons de terra, refletindo o amor de Hemingway pelo mar e por seus charutos.

 

Hemingway Suite

Hemingway Suite

 

Pierre Loti Corner Suites – Loti foi um popular escritor francês do século 19  que viajava muito ao oriente como jovem oficial da marinha e grande defensor da Guerra da Independência Turca. Adivinhem onde ele se hospedava? 

 

Suíte Pierre Loti

Suíte Pierre Loti

 

Inonu & Bayar Senior Suites – são duas suites superiores que foram nomeadas em homenagem ao segundo e terceiro presidentes da República da Turquia, İsmet İnönü e Celal Bayar, repectivamente.

 

Corredores internos dos andares

Corredores internos dos andares

 

King Edward VIII & Emperor Franz Joseph Suites – são suites presidenciais que levam os nomes de Rei Edward VIII e o então imperador da Áustria-Hungria Franz Joseph, hóspedes do Pera Palace. Ambas têm vistas magníficas para o Golden Horn. 

 

Sala de jantar da Suíte Presidencial

Sala de jantar da Suíte Presidencial

 

Mas o mais bacana de todos é o tal do Room 101, o Atatürk Museum-Room. Imaginem só que o grande líder da Turquia moderna, Mustafa Kemal Atatürk, se hospedou pela primeira vez no Pera em 1917 e elegeu o 101 seu apartamento preferido. Na ocasião das comemorações do seu centenário, o Room 101 foi transformado em um museu, o Atatürk Museum Room, onde muitos de seus pertences pessoais são exibidos. Lá encontramos uma enorme coleção de livros raros turcos e estrangeiros de Atatürk, revistas, postais, medalhas e outras antiguidades recolhidas a partir de leilões locais e internacionais. O Museu está aberto ao público e o acesso é gratuito. E isso deu ao Pera Palace o estatuto de “Museu Hotel”. Não é o máximo? 

 


 

 

Desde sua inauguração no final do século 19, o Pera tem sido reverenciado como um hotspot gastronômico de Istambul, super reconhecido por seus impressionantes restaurantes, bar e pâtisserie, e construiu um verdadeiro legado gastronômico unindo o melhor da culinária e um impecável serviço. Receita infalível essa, né? Eu gostei MUITO da comida e do atendimento dos restôs e bares do hotel, que são super badalados, já que sua localização faz dali um lugar meio que indispensável para a vida social da cidade.

 

O restaurante Agatha serve, num ambiente bem chic, uma cozinha francesa, turca e italiana, em homenagem às 3 principais paradas do antigo Orient Express: Paris, Veneza e Istambul. Olha, se o livro foi escrito no Pera, eu não sei, mas sei que a relação entre a obra e o restaurante resultou numa comida excelente.

 

Restaurante Agatha

Restaurante Agatha

 

O Orient Bar tem um terraço muito gostoso que é um ponto de encontro bem badalado para drinks ao ar livre. Adorei e entendi na hora porque Hemingway não arredava o pé de lá. 

 

O terraço do Orient

O terraço do Orient

 

O Kubbeli Sallon tem uma decoração deusa e serve um chá da tarde super tradicional e muito sofisticado embalado por um piano delicioso.

 

Tea Time

Tea Time

 

TeaTime-Supporting

 

E a Pâtisserie de Pera, que tem um ambiente super acolhedor para apenas 24 pessoas sentadas, serve doces e bolos tradicionais franceses acompanhados por uma vasta seleção dos melhores cafés e chás do mundo. Uma loucura, jaca infinita. A Pâtisserie é super conhecida e tem até uma loja fora do hotel, no sofisticado bairro de Nisantasi.

 

Olha que delícia a Pâtisserie. Este é um dos ambientes.

Olha que delícia a Pâtisserie. Este é um dos ambientes.

 

E o outro ambiente

E o outro ambiente

 


 

O SPA do Pera Palace possui um hammam, tradicional banho turco, com a clássica plataforma de mármore aquecida, além de sauna, jacuzzi, piscina aquecida e fitness center completo. 

 

Indoor Pool

Indoor Pool

 

Fitness Center

Fitness Center

 

Sala de Tratamento no Spa

Sala de Tratamento no Spa

 

Hamman

Hamman

 

 


 

O Pera foi totalmente restaurado através de uma obra que começou em 2008 com aprovação do Conselho Superior da Turquia para a Conservação de Cultural e Patrimônio Natural. Foi procurado aconselhamento especializado de acadêmicos e profissionais pois, para a equipe do hotel, era de suma importância incorporar modernidades típicas de um hotel de luxo desta categoria sem infringir as características arquitetônicas originais do edifício. Conclusão da história: o hotel está bombando no que se refere à oferta de tecnologia e conforto para os hóspedes e suas preciosidades seculares permanecem intactas, contando história e enchendo nossos olhos. Adoro gente que preserva cultura.

 

 

A entrada do Pera Palace

A entrada do Pera Palace

 

Lobby

Lobby

 

A questão é que, acima de tudo, o Pera Palace é um hotel muito interessante. Nos dias que passei hospedada lá, além de ter aproveitado demais, já que o lugar é TUDO de bom descobri várias curiosidades sobre o hotel, olha que legal:

 

- O Pera Palace foi o primeiro hotel na Turquia que incluiu receitas com curry no seu menu, nos anos de 1910. O então chef recebeu a especiaria como presente de uma princesa indiana que estava hospedada lá e incorporou o ingrediente aos seus pratos.

 

- O hotel sempre foi e ainda é a sede do tradicional Republic Ball, grande baile que celebra o aniversário da República da Turquia todo dia 29 de outubro.

 

- O Pera é o único hotel de Istambul que tem um piano de cauda dentro de uma suite. O deles é secular. 

 

- As escadas no Pera Palace Hotel foram projetadas de tal forma que as tornou mais fáceis de subir. Normalmente, a altura de um degrau varia entre 14 e 15 cm. No Pera eles têm 12 cm.

 

- Quando o hotel foi inaugurado em 1895, todo o champanhe servido bem como os talheres Christofle usados pelos hóspedes, foram importados no trem Orient Express da França para Istambul.

 

- O hotel foi o primeiro edifício público de Istambul que ofereceu a seus frequentadores um elevador elétrico. Na verdade, foi o primeiro edifício público a TER energia elétrica na cidade.

 

 - Foi o primeiro edifício moderno em Istambul construído com ferro e aço. Seu projeto foi criado de acordo com os padrões dos ventos, a fim de criar, através da circulação das correntes, um ar condicionado natural. No Kubelli Saloon, onde acontecem as Tea Parties no Pera, há vitrais no teto que podem ser abertos como pétalas de flores para permitir a entrada de ar fresco. Atualmente o hotel dispõe de aparelhos de ar condicionado, óbvio, mas mesmo assim é impossível deixar de notar, mesmo no alto verão, as rajadas de ar que sopram toda vez que as portas da frente se abrem.  

 

 

Os vitrais no teto do Kubbeli Saloon

Os vitrais no teto do Kubbeli Saloon

 

Kubbeli Saloon

Kubbeli Saloon

 

- Como eu já comentei, algumas suítes do Pera Palace Jumeirah ganharam os nomes de celebridades que se hospedaram ali. Além de Agatha Christie, Zsa Zsa Gabor, Greta Garbo, Ernest Hemingway, Pierre Loti, o Imperador Franz Joseph e o Rei Edward VIII, que já citei acima, a Rainha Elizabeth II, Sarah Bernhardt, Alfred Hitchcock e Jacqueline Kennedy Onassis também viviam por lá.

 

- No total, o Pera Palace já recebeu 5 reis desde sua abertura. 

 

- Também já hospedou pelo menos 3 espiões famosos: Elyesa Bazna AKA Cícero, Mata Hari e Kim Philby.

 

- Pelo menos 6 presidentes, 11 reis e 39 escritores conhecidos já estiveram no Pera Palace Hotel Jumeirah.

 

- O primeiro desfile de moda em Istambul foi realizado no Pera Palace Hotel em 1926.

 

- Já falei mas vou repetir porque é muito bacana: o Pera Palace é um Museu-Hotel! E não precisa ser hóspede para visitá-lo, viu? O Room 101 fica aberto ao público diariamente das 11h00 às 12h00 e das 15h00 às 16h00. 

 

 Luxuoso e cheio de conteúdo. Amei. 

 

Pera Palace Hotel, Jumeirah

Postado por às 19:36

hoteis category image
Comentar

Estive em Nova York pela última vez em março e vocês nem imaginam o frio que enfrentei. Até neve teve, foi uma loucura. Todos na cidade comentavam sobre o quão rigoroso foi aquele inverno, que inclusive já deveria até ter acabado, afinal de contas estávamos quase em abril!

 

Foi durante esta passagem pela cidade que conheci a Marina, que é brasileira, mora em NYC e é a dona do blog  Nova York & Você (www.novayorkevoce.com), onde ela dá dicas maravilhosas de lá e ainda oferece diversos serviços a turistas brasileiros. Bem, depois de incontáveis meses daquele frio do cão que testemunhei no começo do ano, a chegada do verão nova-iorquino foi celebrada com o costumeiro entusiasmo, afinal, é entre junho e setembro que fica possível aproveitar de verdade os melhores espaços ao ar livre da cidade. É no verão que o povo anda pelas ruas numa boa, lota os parques e curte com toda intensidade os dias mais longos. Afff depois de meses trancafiados em bares, restaurantes e escritórios por causa do frio, todo mundo merece curtir NYC outdoor, né? Então, já que a Marina é conhecedora dos melhores segredos da cidade, pedi a dica e ela enumerou algumas opções de programas ultra agradáveis para aproveitar muito o que resta dos meses mais agradáveis do ano em Nova York. As temperaturas continuam altas, os dias permanecem lindos e o melhor de NYC pode e deve ser desfrutado agora! Olha que demais:

 

Assistir a filmes ao ar livre

 

Nova York oferece várias opções maravilhosas para assistir a filmes ao ar livre. A experiência é bem legal e você vai adorar relaxar e ver um bom filme em alguns dos super agradáveis lugares que oferecem este programa depois de passar o dia batendo perna em lojas e pontos turísticos. Vejam que bacana:

 

-  Brooklyn Bridge Park 2014 Syfy Movies With a View

O “Movie with a View” é a exibição de filmes ao ar livre no exuberante Brooklyn Bridge Park, com vista para a famosa ponte do Brooklyn e o skyline de Manhattan. Simplesmente imperdível. Patrocinado pelo canal Syfy, às quinta-feiras, a noite começa com a animação de DJ’s e, ao pôr do sol, um curta e um filme de longa metragem são exibidos em telão montado no parque. Pegue sua pipoca, sua toalha de picnic e curta o filme na “sala de exibição” mais espetacular da cidade.

 

Ainda dá tempo de ver:

 

14/8  – “Ghost Dog: The Way of the Samurai”, de Jim Jarmusch

21/8 – “Os Pássaros”, de Alfred Hitchcock

28/8 – A ser determinado por votação na internet

 

Como chegar de metrô em Brooklyn Bridge Park: Pegar as linhas (A), (C) ou (F), sentido Brooklyn, e descer na Jay St.-Metrotch Station.

 

Brooklyn Bridge Park 2014 Syfy Movies With a View

 

- Filme de verão no Intrepid Museum

 

Este é o 5ª ano que o museu do Intrepid oferece filmes durante o verão. Você pode levar sua toalha de piquinique, cadeiras, comidas e bebidas não alcóolicas. As portas abrem às 19:30h e fecham às 20:30h, o filme é exibido logo depois do pôr do sol e o espaço é limitado.

 

No dia 14 de agosto (gente, é amanhã!) será exibido o filme  “Captain Phillips”. A sessão é gratuita, mas para entrar é necessário comprar o ingresso do Museu. Vale fazer um programa 2 em 1, certo? Os valores são: Adulto – US$24, Idoso – US$20, Criança (7 a 17 anos) – US$19 e Criança (3 a 6 anos) – US$12. O Intrepid é um porta aviões e visitar o museu é uma experiência bárbara!

 

Intrepid-Sea-Air-Space-Museum---(Gentry)

 

- Festival de Filmes no Central Park

 

NYC sempre foi cenário e inspiração para os filmes. Então, nada mais justo do que seu mais emblemático parque celebrar o cinema feito em Nova York com a mostra  “Cenas da nossa cidade”. O Central Park Film Festival acontecerá entre os dias 18 a 22 de agosto entre o Sheep Meadow (67th St.) e 72nd St.

 

Os portões serão abertos às 18:30h e o filme começa às 20h. Enquanto o filme não começa, um DJ irá animar os visitantes.

 

A exibicão do filme é gratuita. Todos os filmes são exibidos com “closed captions” em inglês.

 

Não será permitida a entrada de cadeiras, bebidas alcóolicas, garrafas de vidro e filmadoras. Traga sua cesta de piquinique e aproveite!

 

Programação:

 

Segunda-feira, 18 de agosto: “Quero ser grande”, 1988

Terça-feira, 19 de agosto: “Os Excêntricos Tenenbaums”, 2001 


Quarta-feira, 20 de agosto: “O Nosso Amor de Ontem”,  1973

Quinta-feira, 21 de agosto: “Um Príncipe em Nova York”, 1988

Sexta-feira, 22 de agosto:  “Janela Indiscreta”, 1954

 

central-park-film-fest

 

High Line

 

O incrível parque High Line foi construído sobre uma linha de trem de carga e tem 1,6Km de extensão. Vai da Gansevoort Street até a 30th St. (do Meatpacking ao West Side Yard). Foi inaugurado em 2009 por moradores da comunidade, após ameaça de demolição dos trilhos históricos. É um ótimo lugar para caminhar, se refrescar no verão e assistir ao lindo pôr do sol no Hudson River! Ao longo do parque há vários quiosques que vendem bebidas, sorvetes, picolés e comidinhas. É muito bacana, gente, vale a pena conferir! Sou super fã.

 

high-line-park-chelsea-meatpacking-district-ny-3

 

HIGHLINE-articleLarge

 

O High Line pode ser acessado das seguintes ruas:

  • Gansevoort Street (acesso de elevador)
  • 14th Street (acesso de elevador)
  • West 16th Street (acesso de elevador)
  • West 18th  Street
  • West 20th Street
  • 23rd Street (acesso de elevador)
  • West 26th Street
  • West 28th Street
  • West 30th Street (acesso de elevador)

 

Highline_NYC_4546199798_2fb244ec8b

 

Smorgasburg Flea Food Market no Brooklyn

 

Um dos programas mais procurados por nova-iorquinos e turistas no verão são as feirinhas de rua.  Em abril de 2008, surgiu a feira de Smorgasburg no Brooklyn, que logo tornou-se uma das principais atrações de Nova York.

 

SmorgasburgBrooklyn, NYPHOTO CREDIT:  Kate Glicksberg

 

A Smorgasburg  scontece em duas localidades durante os fins de semana: aos sábados no East River State Park (90 Kent Ave. e N. 7 St.), em Williamsburg, e aos domingos, no Brooklyn Bridge Park (Pier 5), sempre das 11h às 18h. São mais de 100 barraquinhas locais e regionais com várias opções de comidas.

 

Como chegar de metrô em Williamsburg: Pegar na 14 St. – Union Square, linha Cinza (L), sentido Brooklyn, e descer na Bedford Av.

 

Como chegar de metrô em Brooklyn Bridge Park: Pegar as linhas (A), (C) ou (F), sentido Brooklyn, e descer na Jay St.-Metrotch.

Ou pegar as linhas (2), (3), (4) ou (5), sentido Brooklyn, e descer na Borough Hall.

Ou pegar as linhas (N) ou (R), sentido Brooklyn, e descer na Court St.

Depois caminhar sentido Oeste na Joralemon St. até East River/Pier 5.

 

Smorgasburg opening dayMay 21, 2011Williamsburg, Brooklyn 

 

Aos domingos você também pode aproveitar a Williamsburg Flea, com mais de 150 barraquinhas com comidas e antiguidades. Funciona das 10h às 17h.

 

Onde fica: 50 Kent Ave. (entre a N. 11 e 12 St.)

 

Como chegar de metrô em Williamsburg: Pegar na 14 St. – Union Square, linha Cinza (L), sentido Brooklyn, e descer na Bedford Av.

 

williamsburg flea

 

Le Bain – Rooftop do Standard Hotel

 

Para quem quer e gosta de animação indico um dos rooftops mais badalados de Nova York. A bem frequentada cobertura Le Bain fica no hotel The Standard na região do Meatpacking e é uma ótima opção para terminar seu dia.

 

Ao som de ótimos DJs você pode apreciar o lindo pôr do sol no Hudson River, tomar uma boa champagne, vinhos ou drinks deliciosos. Muita gente bonita! Para beliscar, o lugar ainda conta com algumas opções de crepes doces e salgados. Muito bom!

 

Onde fica: Cobertura do hotel The Standard – 848 Washington St, New York, NY 10014

 

 Le bain

 

Lounge at Pod 39 Hotel

 

Este rooftop bar localizado em Murray Hill atrai os tanto os turistas quanto os nova-iorquinos que trabalham em Midtown e adoram tomar um drink ali após o expediente. Essa mistura faz com que o lugar seja dos mais bem frequentados espaços em Midtown Manhattan. Muito disputado, o Lounge não é muito espaçoso e começa a lotar logo após as 17h. A beleza do local também é um atrativo a mais: arcos de “red bricks” dão ao rooftop um ar clássico e sofisticado. Adicione a tudo isso um ótimo carpádio de bebidas e vistas incríveis do Empire State Building e da Freedom Tower. Para os mais afeitos a comidas, o hotel ainda conta com o restaurante mexicano “Salvation Taco”. 

 

Onde fica: cobertura do The Pod Hotel 39 – 145 East 39th Street (entre 3rd Ave & Lexington Ave)

 

pod-39-hotel

 

Aproveitem muito o verão de NYC! Boa viagem!

 

Postado por às 13:34

destinos category image
Comentar

Duty-free shops, ou simplemente free shops, são lojas localizadas no interior de salas de embarque e desembarque dos aeroportos, em navios e balsas com destinos internacionais, e também nas zonas internacionais de portos, que oferecem produtos com preços menores do que os encontrados nas lojas convencionais, já que operam com isenção ou redução de impostos.

 

toyama_duty-free-shop1

 

Para nós, que pagamos super caro por produtos importados quando compramos no Brasil, justamente por causa do KILOS de impostos que vêm atrelados ao valor de cada item, fazer compras nos free shops é sempre um bom negócio. Vale muito a pena programar as compras durante a viagem para saber direitinho o que deixar para arrematar no aeroporto. Temos que pensar nas quantidades e cota permitida, então é bacana lembrar que bebidas, cigarros e comida são produtos bastante taxados, portanto vale a pena comprá-los no duty free. Eu nunca passo batido e posso dizer que sempre consigo comprar o que preciso por preços incríveis. Fora que sempre tem promoções ótimas. Oba, adoro. 

 

sunglasses

 

Mas daí surge a questão: quais aeroportos são realmente bons para compras? E em quais free shops não vale nem a pena entrar? Sim! Há muita diferença entre um duty free e outro!

 

Bom, como eu não conheço todos os aeroportos do mundo – quem sabe chego lá, né? – fiz uma listinha baseada em experiências pessoais, dicas dos meus leitores, que sabem de um tudo nessa vida, amo, e pesquisa na internet. Se você conhece um free shop MARA, ou algum ruinzinho que não esteja aqui, me conte sobre ele, please. Vou adorar saber o que vocês acham! Vamos lá? Separei a lista por continentes pois separo TUDO por continentes, sério. Tenho essa fixação, mas é porque realmente acho que facilita muito:

 

AMÉRICAS

 

- Buenos Aires – Aeroporto de Ezeiza – Impressionantemente bom. Enorme, cheio de coisas, bem mais barato que o de Guarulhos. Dá para comprar de alfajor a Swatch (que não tem no de SP). Aconselho chegar umas quatro horas do vôo para dar uma boa andada por lá. Bom saber também que as lanchonetes do aeroporto tem preços bem corretos.

 

buenos aires

 

- Panamá – Aeroporto de Tocumen – nunca fui mas só ouvi bons relatos. ” É uma loucura” foi uma expressão bastante utilizada por todos que deram opiniões. Deve ser bom mesmo, né. Disseram também que as bebidas são muitas e muito baratas.

 

- Bogotá – Aeroporto El Dorado – Muito bom para comprar bebidas alcoólicas. O resto nem compensa tanto. 

 

 - Santiago (Aeroporto Arturo Merino Benítez) e Montevidéu (Aeroporto de Carrasco) – nenhum aspecto chama a atenção. Nada, em nenhum dos dois é lá muito compensador. Nos dois casos constatei que os preços dos vinhos estavam mais altos do que nas lojas comuns. 

 

Comprar-perfumes-no-Duty-Free-vale-a-pena

 

- Miami (MIA), Nova York (JFK) e Orlando (MCO) – Olha gente…nos USA o que vale mesmo é comprar tudo fora dos aeroportos, viu. Seja feliz nos outlets e nas lojas de departamentos com seus lindos descontos. Além do mais, vi perfumes no Aeroporto de Guarulhos com os mesmíssimos preços dos duty frees americanos. Vale mais a pena tomar um café no Starbucks ou jacar no Mc Donald’s, já que os preços das unidades dos aeros são iguais aos das lojas da rua. E na maioria dos aeroportos dos Estados Unidos, o wi-fi é aberto.

 

- São Paulo (Guarulhos) e Rio de Janeiro (Galeão) – De uma forma geral, acho o de Guarulhos melhor, com mais opções. Por exemplo: não vi MAC no Rio de Janeiro. Mas o problema de GRU é aquela multidão louca, que sai te empurrando e parece que vai se matar a cada prateleira. E aquele estacionamento de carrinhos, sempre lotado? Afff. Enfim. Depois de muito penar neste free shop, concluí que o que vale mesmo aqui são os perfumes e os óculos, quando estão em promoção. Impossível não comentar sobre os preços absurdamente abusivos do Aeroporto de Guarulhos. Onde já se viu cobrar quase R$10,00 por uma coxinha, gente? Ridículo. 

 

EUROPA

 

Sempre achei os duty free da Europa caros e sem muitas opções. Nas minhas muitas viagens por essas bandas, foram pouquíssimas as compras nos aeroportos. Não valem a pena, de jeito maneira: Lisboa, Madrid e Milão – apesar de que os restaurantes não são caros. Na minha opinião, eis o free shop que merece ser visitado:

 

Londres – Aeroporto de Heathrow – Terminal 3 – considerado um dos 3 melhores do mundo pelo site Mid Day. Aproveite os preços dos licores, dos vinhos e dos Champagnes. O duty free de Londres é um paraíso de marcas como Armani, Gucci, Versace, Chanel entre outras grifes internacionais.

 

london

 

ÁSIA E ORIENTE MÉDIO

Dubai – Terminal Sheikh Rashid – um dos melhores por onde passei até hoje, também está no top 3 do site Mid Day. Parece um shopping, todos os itens vendidos dentro do aeroporto são tax free, então é tudo muito barato! Cheguem umas 4 horas antes do embarque, assim dá para aproveitar bem.  Os produtos mais vendidos no free shop de Dubai são cosméticos, perfumes, bebidas, produtos de tabaco e… ouro e joias. Tem wi-fi grátis. 

 

dubai

 

Bangkok – Aeroporto de Suvarnabhumi – gigante. Vale a pena perder um tempão no duty free. É muito bom e muito barato.

 

Singapura – Chiangi International – gigante e um dos aeroportos mais legais que já estive. Seu duty free, que completa a lista dos melhores do mundo publicada pelo site Mid Day, vale super a visita. Cigarros e licores são o destaque entre os produtos, mas se estiver com sorte, você pode participar de uma degustação de vinhos. Tem wi-fi grátis.  

 

glasgow_chanel

 

Coréia do Sul – Aeroporto de Incheon – Super bom, o duty free tem muitas opções de eletrônicos e no mês de janeiro sempre rola uma super liquidação. 

 

OCEANIA

Definitivamente, esta não é a terra dos free shops, kkk. Melbourne e Sydney, na Austrália, Auckland na Nova Zelândia, e Nadi, em Fiji…nenhum vale a pena. São todos muito pequenos e super pobrinhos em se tratando de variedade. Servem mais para matar o tempo antes do embarque. 

 

dutyfreechampa

 


 

Dicas e informações importantes:

 

Os duty-free do embarque quase sempre são melhores que os duty free do desembarque. Então, deixe para comprar suas coisas quando estiver voltando para o Brasil. E em Guarulhos ou Galeão, os do desembarque são maiores, mas eu ainda prefiro não comprar nada neles porque, como já disse, são cheios demais.

O valor máximo de compra por passageiros nas lojas Duty Free Dufry é US$ 500.00 mediante a passagem e o documento de viagem, independentemente do que for adquirido no exterior.

Fique atento ás quantidades de itens permitidos nas compras feitas no desembarque:

24 garrafas de bebida alcoólica, com quantidade máxima de 12 unidades por categoria. Por exemplo: 12 vinhos, 12 whiskies, etc.

20 maços de cigarros de fabricação estrangeira, somando no máximo 400 unidades.

25 unidades de charutos ou cigarrilhas.

250g de fumo preparado para cachimbo.

10 produtos de perfumaria (perfumes e cosméticos).

Boa viagem e boas compras!

Postado por às 17:37

servicos category image
Comentar

Vocês sabem que o tema “Casamento” é bastante recorrente para quem trabalha com viagens, né? Logo de cara já dá para pensar nas Luas de Mel, que são viagens bacanérrimas de se organizar junto com os noivos, uma vez que são, em sua grande maioria, a realização de um sonho do casal, sempre um roteiro muito especial para ambos. Isso sem falar no grande número de casais que me procuram para organizar viagens que englobem a cerimônia. Muitos destinos paradisíacos como Caribe, Ilhas Mauritius, Ilhas Seychelles, Maldivas e Tahiti, entre tantos outros, são super requisitados para as celebrações. Na Europa, a região da Toscana, na Itália, é campeã absoluta, com todas aquelas Villas deslumbrantes em meios aos campos sem fim. Só agora no segundo semestre de 2014 estou organizando 2 casamentos por lá. Isso sem falar nos lugares deslumbrantes que temos aqui no Brasil, né? 

 

Essa tendência vem da vontade dos noivos de fazer uma cerimônia mais intimista, porém muito especial. E se colocarmos na ponta do lápis, gasta-se menos organizando um casamento fora da própria cidade do que da forma tradicional. Incrível. Eu acho o máximo, já que para mim, enfiar uma viagem no meio de qualquer coisa, é sempre uma decisão super acertada, kkk.

 

Mas quem vai casar procura informações não apenas sobre uma viagem bárbara, seja para a cerimônia, seja para a Lua de Mel. Os casais entram naquela fase de pesquisar e decidir sobre TUDO o que está relacionado ao grande evento e é por isso que, a partir de agora, as irmãs Nanna Martinez e Lívia Colucci vão falar semanalmente aqui no blog sobre o que elas mais entendem. Adivinhem: Casamento! 

 

:-D

 

A Nanna é estilista e a Lívia, buyer internacional. Elas são sócias da boutique de vestidos de noiva e festa WhiteHall, em São Paulo, e vieram parar neste universo wedding quando, na época dos preparativos do casamento de uma delas, notaram a carência de produtos sofisticados e inovadores no mercado.

 

foto2 post 1

 

Então criaram a WhiteHall, um conceito de multimarcas de luxo especial,  que representa, com exclusividade , Vera Wang, Oscar de La Renta e Monique Lhuillier, além das criações da Nanna, que segue um conceito de moda contemporâneo, sem perder as grandes referências tradicionais, como rendas francesas e belgas e diversos tipos de seda. Todas as peças são produzidas manualmente e desenvolvidas com técnicas de alta costura. Um luxo só. Recentemente fizemos juntas um desfile e vocês nem imaginam o sucesso que foi. Cada vestido, que olha: morri.

 

Eu com a Lívia e a Nanna, no desfile que realizamos juntas na minha casa em São Paulo

Eu com a Lívia e a Nanna, no desfile que realizamos juntas na minha casa em São Paulo

 

as peças são produzidas manualmente e desenvolvidas com técnicas de alta costura

 

O mais importante é o fato de que elas auxiliam as noivas no sentido de enxergarem melhor seu estilo pessoal, seus pontos fortes que merecem ser valorizados e o que sonham transmitir no grande dia. Consultoria completa e de primeira!

 

os detalhes como drapeado e bordado feito á mão, idealizados pela estilista

 

Então, gente, preparem-se pois, a partir de agora, teremos muitas dicas imperdíveis sobre todo e qualquer assunto relacionado a casamentos. Eu adorei fazer esta parceria com as meninas e espero que vocês gostem ainda mais. Aguardem que vem dica quente aí!

Postado por às 15:16

servicos category image
Comentar

Falar em Dubai, um lugar de superlativos onde tudo foi criado para surpreender e impressionar, logo nos faz pensar em arranha céus, shoppings fantásticos, hotéis faraônicos, ilhas artificiais, construções futuristas, compras tax free. Um destino que oferece praia, calor, deserto e até neve, mesmo que artificial. Glamour na cidade e aventura nas dunas. Mas e se estivermos planejando uma viagem em família, com as crianças inclusas no programa? Há na cidade atrações para os pequenos? Há, e muitas! Até parece que Dubai, com toda sua grandiosidade, iria se esquecer dos pequenos, né?

 

Bom, recentemente recebi aqui em São Paulo a Rogéria Fincato, que é uma super guia em Dubai. Ela é brasileira, mora lá há muitos anos e é uma super expert em se tratando de Emirados Árabes. Sabe aquele tipo de profissional que conhece a fundo a história de cada ponto, de cada construção, de cada etapa do desenvolvimento relâmpago da cidade, da família real, enfim, de TUDO? Pois é. Assim é a super Rogéria. Então pedi a ela que contasse para a gente sobre as opções mais bacanas para kids e ela me fez um TOP 3. Vejam que bárbaras as opções listadas por ela:

 

1- iFLY Dubai

 

Onde fica: Mirdif City Center

 

Uau!

Uau!

 

O  iFLY Dubai é um simulador de paraquedismo indoor que fica dentro de um shopping center, o Mirdif City Center Mall, e é indicado para adultos e crianças acima de 3 anos de idade. Trata-se de um ventilador gigante que produz ventos de até  200 km/h que são canalizados por um tubo acrílico de 10 m de altura por 3 metros de diâmetro. Dentro desse tubo é possível experimentar a sensação da queda livre no paraquedismo com toda a segurança. Aqui, você e seus pequenos vão literalmente voar e desafiar a gravidade com todo o estilo.

 

 

O tubo comporta até 12 voadores ao mesmo tempo e funciona diariamente nos seguintes horários:

 

Domingo a Quarta – das 10 da manhã às 10 da noite

Quinta a Sábado – das 10 da manhã à meia noite – lembrem-se que nos Emirados, o final de semana é sexta e sábado!

 

Super legal, diversão para toda a família. Falando em “toda a família”, o iFLY Dubai oferece pacotes especiais, tanto para famílias como para comemoração de aniversário ;-)

     

2- KIDZANIA

 

Onde fica: Dubai Mall, o maior shopping do mundo.

 

O Kidzania é um parque indoor onde as crianças aprendem sobre as profissões de uma maneira lúdica e muito divertida. Trata-se de um ambiente educacional, seguro, único e muito realista, que permite a crianças entre 4 e 12 anos experimentar atividades do mundo adulto nas mais variadas áreas: aqui eles “se tornam” médicos, bombeiros, policiais, jornalistas, dentistas, cozinheiros, pilotos….uma fofura só, gente, vejam as fotos! A foto que abre o post também é do KIDZANIA. Que amor. 

 

Não é uma graça?

Não é uma graça?

 

kidzania (1)

 

kidzania_dubai_IMG_1679

 

kidzania2

 

O parque foi construído à semelhança de uma cidade real, com ruas, prédios, casas, lojas e tudo mais. Lá as crianças podem obter carteira de motorista, brevê de piloto, aprender a cozinhar, se “formar” na faculdade,  enfim…. além disso, trabalham e ganham dinheiro de mentirinha. Com esse dinheiro, fruto do trabalho, elas podem fazer novos cursos, participar de atividades, ou seja, reinvesti-lo da forma que acharem mais conveniente! Incrível! Baita parque esse!

 

Os adultos só podem entrar no parque se estiverem acompanhando uma criança. 

 

Detalhe importante: enquanto os pequenos se divertem e, principalmente, aprendem, os pais podem fazer suas compras no shopping tranquilamente. Amei! Quer saber da melhor? O KIDZANIA está programado para chegar a São Paulo ainda em 2014. Show.

 

3- Aquaventure Waterpark e Dolphin Bay 

 

Onde fica: Atlantis The Palm Hotel – Palm Jumeirah 

 

 aquaventure waterpark and dolphin bay

 

O belíssimo Hotel Atlantis está localizado numa das ilhas artificiais de Dubai, a Palm Jumeirah, e oferece uma gama enorme de atividades relacionadas ao mundo aquático, não somente para crianças como para a família toda. 

 

Na Dolphin Bay, por exemplo, é possível interagir com o animal mais carismático do oceano, o golfinho. Imaginem o quão inesquecível para todos é abraçar, beijar ou mesmo apenas observar os bichinhos exibindo as suas muitas habilidades…. demais não? E isso tudo acontece para um grupo de no máximo 10 pessoas por vez. Crianças menores de 12 anos devem estar acompanhadas por um adulto pagante.

 

Outra atração imperdível é o Aquaventure Waterpark, com seus 17 hectares de pura diversão para todas as idades. A bordo de uma boia de borracha é possível desfrutar de corredeiras com intensidades variadas, em um trajeto de 1.6 km de extensão com ondas e quedas d’água. Essas corredeiras são resultado de um  sofisticado sistema de transporte do parque que permite aos frequentadores flutuar descontraidamente ou voltar aos tobogãs aquáticos sem ter que deixar sua boia.  

 

Os pais podem acompanhar os filhos utilizando uma boia ou podem simplesmente relaxar na beira de uma das piscinas ou mesmo na praia particular, essa com 700 metros de areia branquíssima banhada pelas águas cristalinas do golfo. 

 

Existe ainda a zona “Splashers”, uma área de diversão concebida especificamente para crianças menores. 

 

E as atividades não param por ai. No complexo ainda há o aquário “Lost Chambers”, com seus 65.000 animais marinhos!

 

É possível agendar visitas guiadas para alimentar enguias, garoupas gigantes, tubarões, raias e até piranhas, aproveitando a incrível oportunidade de aprender mais sobre vida marinha. Também existem programas educativos que ensinam sobre preservação, noções de treino, comportamento e alimentação, além de atividades para mergulhadores certificados no aquário ou ao ar livre, no mar do Golfo. 

 

E olha que legal: dá para combinar a interação com golfinhos com entrada no parque, que está incluída no custo. E os hóspedes do hotel têm acesso garantido ao parque aquático e ao Lost Chambers, além de terem tarifas especiais para as atividades com os golfinhos na Dolphin Bay. 

 

Eu achei demais. Bora levar as crianças para Dubai! Assim a turma de adultos aproveita para desfrutar de todas essas delícias, né?

 

Postado por às 15:08

destinos category image
Comentar

Fazer compras em Miami é muito bom: as opções são muitas e os preços, quando comparados aos do Brasil, são bem camaradas. Não é de hoje que comprar enxovais por lá é um campeão de audiência, mas as vantagens não se restringem a este tipo de compra. Em Miami a gente tem TUDO. Então, atendendo a pedidos, aqui vai um completão com endereços, telefones e produtos para quem está planejando fazer shopping em Miami. Com essa lista em mãos, vocês saberão o quê procurar e onde encontrar. Nada passará batido. Vamos lá?

 

Aventura Mall – 19501 Biscayne Blvd., Aventura, FL 33180 305/935-1110 www.aventuramall.com

Suas principais lojas são Bloomingdale’s, Macy’s e Nordstrom. O shopping ainda tem bandeiras como Stuart Weitzman, Lacoste, Tous e Michael Kors, entre tantas outras. Em relação à gastronomia, temos culinária gourmet no The Grill on the Alley e no Ocean Prime, além de uma praça de alimentação com 18 pontos de fast-food para atender a todos. Aqui você ainda encontra um cinema da AMC Movie Theater com 24 telas e um playground interativo especialmente projetado, O Rainbow Valley.

 

 

aventura-mall-miami-shopping

 

Bal Harbour Shops – 9700 Collins Ave., Bal Harbour, FL 33154 – 305/866-0311 www.balharbourshops.com

Uma inusitada coleção de boutiques e restaurantes de renome em um ambiente tropical ajardinado. Nesta meca da moda encontramos Giorgio Armani, Bulgari, Chanel, Cartier, Escada, Dolce & Gabbana, Gucci, Hermés, Louis Vuitton, Prada, Pratesi, Max Mara, Roberto Cavalli, Salvatore Ferragamo, Van Cleef & Arpels, e as lojas âncoras Neiman Marcus e Saks Fifth Avenue.

 

 

bal harbour shops

 

Bayside Marketplace – 401 Biscayne Blvd., Miami, FL 33132 – 305/577-3344 www.baysidemarketplace.com

Um shopping que oferece restaurantes, diversões e uma variedade de varejo no Biscayne Bay, em Downtown Miami. Mais de 150 lojas, muitas delas exclusivas como a The Disney Store, além de restaurantes e bares como o Hard Rock Cafe e The Bubba Gump Shrimp Co.

 

 

baysidemarketplaceslider2

 

Cauley Square Historic Village – 22400 Old Dixie Hwy., Miami, FL 33170 – 305/258-3543 www.cauleysquare.com

Aqui encontramos umas 25 lojinhas de antiguidades e artigos para colecionadores. Entre elas há galerias de arte, materiais para fontes e aquários, mobiliário country, jóias, artesanato, salão para animais de estimação e dois restaurantes.

 

 

cauley square

 

CocoWalk – 3015 Grand Ave., Coconut Grove, FL 33133 – 305/444-0777 www.cocowalk.net

Em um ambiente europeu, você encontra restaurantes ao ar livre, charmosos bistrôs e lojas singulares. Entre seus maiores varejistas temos The Gap, Victoria’s Secret, The Cheesecake Factory, Starbucks. Fora a Paragon Grove 13, sala de cinema TOP.

 

 

CocoWalk-mall-shopping-Miami

 

Collins Avenue/Ocean Drive – Miami Beach – 305/672-1270 www.miamibeachchamber.com

O Collins Avenue Shopping District—centro de compras da Collins—oferece a seus freqüentadores uma experiência requintada e internacional, a apenas uma quadra da praia e da Ocean Drive, entre as ruas 5 e 10. São mais de 30 lojas de griffe, como Armani, Keneth Cole, Polo Sport, Tommy Hilfiger, Guess, Sephora, Nicole Miller e Intermix.

 

 

collins-ave-shopping-district

 

Dadeland Mall – 7535 N. Kendall Dr., Miami, FL 33156 – 305/665-6226 www.shopdadelandmall.com

Ancorado pela maior loja Macy’s da Flórida, além da Macy’s Home Gallery e Kids, Saks Fifth Avenue, JCPenney, Nordstrom, e a maior The Limited and Express do país. O Dadeland também oferece mais de 185 lojas especializadas, entre elas a Zara, A|X Armani Exchange, Movado, Lucky Brand Jeans, Abercrombie & Fitch, Victoria’s Secret, além de vários restaurantes como o The Cheesecake Factory e Johnny Rockets.

 

 

Dadeland_Mall

 

Dolphin Mall – 11401 NW 12th St., Miami, FL 33172 – 305/365-7446 www.shopdolphinmall.com

Além dos excelentes descontos e promoções, este outlet de Miami oferece restaurantes e centro de diversões. O Dolphin possui um cinema com 19 salas, o interessante cinema-restaurante CinéBistro, restaurantes variados e mais de 240 lojas de ponta-de-estoque, varejo e especializadas.

 

 

dolphin-mall

 

Downtown Coral Gables e Miracle Mile – 220 Miracle Mile, Coral Gables, FL 33134 – 305/569-0311 www.shopcoralgables.com

Um dos pontos de compra mais cobiçados da região Sul da Flórida. Aqui você encontra jóias exclusivas, roupas, artigos para casa, salões de beleza, SPAs, restaurantes de culinária internacional e outras lojas de especialidades.

 

 

downtown coral gable miracle mile

 

Downtown Miami Shopping District – Do Biscayne Boulevard à 2nd Avenue West, Southeast 1st Street à Northeast 3rd Street –  305/379-7070 www.dwntwn.com

Desde a histórica Flagler Street no coração de downtown Miami, coberta com centenas de lojas e centros comerciais, entre eles o terceiro maior Distrito de Jóias do país,  incluindo o Edifício Seybold, que possui mais de 280 joalheiros. Entre as lojas mais famosas encontram-se: Macy’s, Marshall’s, Ross Dress for Less, e La Epoca. Não deixe de checar também os restaurantes e lojas de primeira da Brickell.

 

downtown miami

 

 

Española Way – Entre a Washington Avenue e a Pennsylvania Avenue e as ruas 14th Street e 15th Street de Miami Beach – 305/531-5322

Esta histórica vila espanhola oferece produtos e artigos exclusivos, galerias de arte e restaurantes. Desfrute da culinária espanhola, francesa ou italiana em meio a arquitetura mediterrânea.

 

 

espanolaway2585

 

The Falls – 8888 Southwest 136th Street, Miami, FL – 33176 305/255-4570 www.shopthefalls.com

Famoso por seus mais de 100 varejistas de renome internacional, entre eles a Bloomingdale’s e a Macy’s. Um shoping a céu aberto, construído entre cataratas murmurantes, com restaurantes finos e um cinema com 12 telas.

 

the falls

 

 

Historic Downtown Homestead – 41 N. Krome Ave., Homestead, FL 33030 – 305/242-4400

Distrito Histórico e Centro de Homestead. Na rua principal da cidade encontramos galerias de arte, lojas de antiguidades e restaurantes especializados.

 

 

homestad

 

Lincoln Road Shopping District – Collins Avenue à Bay Road, entre as ruas 16th Street e 17th Street Miami Beach – 305/672-1270 www.miamibeachchamber.com

O Lincoln Road é um shopping para pedestres, um enorme calçadão entre as avenidas Lenox e Washington. Em se tratando de restaurantes, compras e cultura o Lincoln Road Mall é uma meca oferecendo lojas exclusivas, galerias e restaurantes com espaços também ao ar livre—ideal para quem quer ver e ser visto!

 

 

lincoln-road-mall-6

 

Mary Brickell Village – 901 S. Miami Ave., Miami, FL 33130 – 305/381-6130 www.marybrickellvillage.com

Este ponto de varejo e restaurantes está localizado bem no centro de tudo. Entre seus restaurantes encontramos o P.F. Chang’s, Oceanaire Room, Starbucks e também um banco, o Regions Bank.

 

 

mary_brickell_village_sign

 

MIA Shops – Aeroporto Internacional de Miami – 305/876-8131 www.miami-airport.com

Faça suas compras, coma, relaxe e desfrute das lojas especializadas, quiosques, lojas de jornais e revistas além do duty-free do Aeroporto Internacional de Miami.

 

 

mia shops

 

Miami Design District – Da rua Northeast 36th Street à Northeast 42nd Street, entre a Northeast 2nd Avenue e a North Miami Avenue – 305/573-8116 www.miamidesigndistrict.net

Uma das áreas mais atraentes de Miami para designers. Showrooms de mobiliários contemporâneos e tradicionais, antiquários, galerias de arte e lojas de varejo, a apenas 10 minutos de downtown Miami.

 

 

miami design district

 

Miami International Mall – 1455 NW 107th Ave., Miami, FL 33172 – 305/593-1775 www.simon.com

Traz para você cinco lojas principais: Macy’s-Men’s & Women’s stores, Dillard’s, JCPenney e Sears mas não deixe de visitar as mais de 140 lojas especializadas entre elas a Ann Taylor Loft, Guess, Bebe, Rampage, Victoria’s Secret, Gap, Nine West, Mayors Jewelers, Express, Radio Shack e The Children’s Place. Também aqui encontramos uma área de lazer infantil—Children’s Play Área—e uma loja para serviços de envio de pacotes e correio, super conveniente. 

 

 

miami international mall

 

The Shops at Sunset Place – 5701 Sunset Dr., South Miami, FL 33143 – 305/663-0482 www.theshopsatsunsetplace.com

Um shoping a céu-aberto com uma majestosa cachoeira, cascata e escadaria que dominam o cenário. Neste shopping você encontra uma sensacional seleção de lojas, entre elas A|X Armani Exchange, Banana Republic, Barnes & Noble, Hollister, Pottery Barn, e Z-Gallerie além de restaurantes e diversões como o cinema de 24 telas da AMC Theatre com confortáveis assentos em degraus, a GameWorks, e Dan Marino’s Town Tavern.

 

 

Shops-at-Sunset-Place-small

 

The Village at Gulfstream Park – 501 S. Federal Hwy., Hallandale Beach, FL – 33009 954/378-0900 www.thevillageatgulfstreampark.com

Este novo destino ao ar livre que oferece lojas, restaurantes e diversão, fica dentro do complexo do famoso Gulfstream Park Racetrack and Casino. Ele apresenta uma ampla gama de butiques, lojas de decoração, como a Crate and Barrel, restaurantes consagrados, como o Texas de Brazil, bistrôs ao ar livre, diversão e boates.

 

 

gulfstream

 

Village of Merrick Park – 358 San Lorenzo Ave., Coral Gables, FL  - 33146 305/529-0200 www.villageofmerrickpark.com

Uma vila em estilo mediterrâneo que traz para você as coleções de moda de mais de 100 boutiques de luxo, restaurantes, e ainda a Neiman Marcus e Nordstrom, tudo isso em meio a um lindo jardim tropical. Seu livreto de descontos espera por você na concierge da Neiman Marcus no térreo.

 

 

Village of Merrick Park

 

 

LOJAS DE DEPARTAMENTO E MAGAZINES

 

Bloomingdale’s – 1. The Falls, 8778 SW 136th St., Miami, FL 33176 305/252-6300 2. Aventura Mall, 19555 Biscayne Blvd., Aventura, FL 33180 305/792-1299 www.bloomingdales.com

Conhecida internacionalmente por seus artigos de vanguarda para mulheres, homens, crianças e para o lar, a Bloomingdale’s oferece uma experiência singular a seus clientes, com serviços personalizados como Personal Shoppers ás suas ordens, listas de presentes para noivas, decoração de interiores e auxílio ao visitante.

 

 

bloomingdales aventura

 

La Época – 3. 200 E. Flagler St., Miami, FL 33131 – 305/374-7731 www.laepocamiami.com

Transferida de Havana para Miami em 1965, é uma das lojas de departamentos mais antigas do centro da cidade. A bela loja de três andares oferece roupas de designers para toda a família.

 

 

la epoca esta

 

Macy’s – 1. Downtown Miami, 22 E. Flagler St., Miami, FL 33131 305/577-1500;  2. South Beach,1675 Meridian Ave., Miami Beach, FL 33139 305/674 -6300; 3. Aventura Mall, 19535 Biscayne Blvd., Aventura, FL 33180 305/682-3300; 4. Dadeland Mall, 7303 SW 88th St., Miami, FL 33156 305/662-3400; 5. The Falls, 9100 SW 136th St., Miami, FL 33176 305/278-3300; 6. Southland Mall, 20505 S. Dixie Hwy., Miami, FL 33189 305/252-5200; 7. South Dade Furniture Gallery 13251 S. Dixie Hwy., Miami, FL 33156 305/254-5700; 8.West Dade Fashion, Men’s & Home Stores Miami International Mall,1405 NW 107th Ave., Miami, FL 33172 305/594-6300; 9.Westfield Westland,1777 W. 49th St., Hialeah, FL 33012 305/825-7300 www.macys.com

Oferece produtos que vão desde a última moda até a decoração mais extravagante. Encontra-se de tudo por aqui. É um verdadeiro parque de diversões para shoppers.

 

 

macys

 

Saks Fifth Avenue – Bal Harbour Shops – 9700 Collins Ave., Bal Harbour, FL 33154 305/865-1100 www.saksfifthavenue.com

Uma experiência imperdível pelo luxo e conforto, além da requintada seleção de alta costura de griffe para toda a família. No segundo piso você encontra o salão de beleza de fama internacional.

 

 

SAKS bal_harbour_shopping_saks-fifth-avenue

 

 

OUTLETS

 

Existe também uma rede de outlets nos Estados Unidos chamada Prime Outlets. São pontas de estoque com lojas a céu aberto, muito parecido com alguns outlets da Itália. Dizem que é mais tranquilo que o Sawgrass e o Dolphin além de ter preços muito baixos também.

 

O Prime Outlet mais próximo de Miami é o que fica em Florida City, a 60Km ao sul, próximo a Homestead. www.premiumoutlets.com

 

 

prime outlet

 

Dê uma passada também no Sawgrass Mills Outlet em Sunrise. Possui mais de 350 lojas de marca, restaurantes, cinema e muito entretenimento. www.sawgrassmillsmall.com

 

sawgrass mills

 

Outro outlet que fica também em Sawgrass é o The Colonnade Outlets. www.thecolonnadeoutletsatsawgrass.com

 

the colonade

Postado por às 16:50

servicos category image
Comentar

Muitas coisas me deixaram incrivelmente bem impressionada durante minha estadia no Four Seasons Landaa Giraavaru, hotel localizado no Baa Atoll, classificado pela UNESCO como Reserva Mundial da Biosfera nas Maldivas, retiro absolutamente encantador a apenas meia horinha de Male. Só a viagem até lá, no hidroavião, já me encheu os olhos, pois vocês não têm ideia das vistas incríveis que temos dos atóis durante o trajeto. Uma loucura de azuis sem fim. 

 

Vista aérea do Landaa Giraavaru

Vista aérea do Landaa Giraavaru

 

[Devo dizer para vocês que, depois dessa maratona de hidroaviões pela qual passei durante minha imersão nas Maldivas, estou quase curada do meu medo de voar. Eu disse QUASE, hein, kkk.]

 

Enfim. Voltemos ao maravilhoso Four Seasons e todas as gratas surpresas que tive no resort. Começa que o atendimento oferecido por eles é excepcional. Não conheço palavra melhor para definir o que vi e vivi por lá. Apesar de ser um hotel grande e com um excelente padrão internacional, o que nos faz esperar bons serviços, a forma com que eles mimam seus hóspedes é tão atenciosa e tão carinhosa…que chegamos a desconfiar de que estamos mesmo em um hotel daquele tamanho. O staff é impecável e, onde quer que você esteja, há sempre um membro da equipe para te atender, seja no que for. Por algumas vezes tive a impressão de que esse pessoal estava lendo meus pensamentos, sério. A eficiência deles, em todos os quesitos, é de cair o queixo. E a gente nota muito dessa atenção nos mínimos detalhes, como por exemplo, as bikes personalizadas que eu e a Flavia encontramos na nossa villa. Simples, mas uma graça, pequenas coisas que encantam. A gente amou.

 

Flavia Villela e Silvana Bertolucci. Muito fofo.

Flavia Villela e Silvana Bertolucci. Muito fofo.

 

Digamos que eu tive uma certa dificuldade com a bicicleta, já que este modelo não tem o freio no guidão, e sim no pedal, mas o importante é participar, certo? Podem rir:

 

 

Outro detalhe que merece ser aplaudido é o comprometimento que o Four Seasons tem para com a preservação do meio ambiente e espécies. Vocês nem imaginam o quanto eu aprendi sobre a importância dos corais, foi muito interessante, eles nos dão uma master class a todo momento. O hotel tem um programa bárbaro de resgate e reabilitação para tartarugas marinhas que são encontradas machucadas na região. Depois de recuperadas, todas são devolvidas ao mar com um chip para monitoramento. Passei um tempão aprendendo sobre elas e uma das coisas interessantes que fiquei sabendo é que a casca de cada tartaruga é única, assim como nossas impressões digitais. Legal, né?

 

foto 4 (2)

 

Tartaruga em recuperação

Tartaruga em recuperação

 

O Laboratório de Peixes

O Laboratório de Peixes

 

Mergulhar nos jardins de corais é inesquecível. E nadar com as mantas então? Indescritível. Eles têm um serviço de rastreamento, digamos assim, dos cardumes. Então, os interessados nessa atividade se inscrevem e ficam aguardando o aviso, por celular,  de que há mantas em determinada região. Quando isso acontece, o hotel providencia um speedboat imediatamente e o mergulho com as gigantes fica garantido. Perfeito. E repito: tudo sempre com o compromisso de conservação.

 

Olha o tamanho da bicha

Olha o tamanho da bicha

 

Mas a grande estrela do Four Seasons Landaa Giraavaru é, sem dúvida, seu Spa. Fiquei abismada com a estrutura. Sabiam que tem gente que vai para lá exclusivamente por causa do Spa? Juro. O The Spa & Ayurvedic retreat oferece tratamentos diversos para os hóspedes que ali estão, como massagens, yoga, terapias, e até serviços de beleza, como todos os Spas que conhecemos. Mas seu ponto fortíssimo é a medicina ayurvédica, que tem forte ênfase na cura natural e na prevenção. Embora alguns tratamentos ayurvédicos possam ser administrados sem consulta prévia, é altamente recomendável que os hóspedes do SPA aproveitem os 30 minutos de consulta gratuita oferecidos para todos os hóspedes do resort. Imagina, gente? Ir para um hotel cujo Spa te trate com tanto cuidado que dá uma consulta com um especialista em medicina ayurvédica? Show. É demais porque os médicos consideram as necessidades de cada pessoa para recomendar tratamentos, óleos, ervas, alimentos e atividades. A base de tudo é o dosha – perfil biológico segundo a ayurveda – de cada um. Além disso, todos os menus do hotel têm especificações relacionadas aos doshas.

 

O Spa, ao fundo. São 10 pavilhões para tratamentos, 3 deles exclusivos para a medicina ayurvédica

O Spa, ao fundo. São 10 pavilhões para tratamentos, 3 deles exclusivos para a medicina ayurvédica

 

Depois de conhecer o esquema deles, não me surpreendi em saber que o Spa têm diferentes programas de imersão ayurvédica associados à desintoxicação Panchakarma (detox altamente personalizada que usa uma série de 5 tratamentos) com duração de 7, 14 ou 21 dias. E o hotel vende estes pacotes como água, claro. Conhecimento antigo e bem estar infinito nas Maldivas, dá para querer mais alguma coisa da vida?

 

foto 2 (10)

 

As acomodações do Landaa Giraavaru são divididas entre as villas e bangalôs localizadas na praia e as villas sobre as águas. Nem preciso dizer que tanto umas como as outras são formidáveis, certo? Vejam algumas imagens, que valem mais do que mil palavras, especialmente em se tratando de Maldivas:

 

Uma das Villas Overwater.

Uma das Villas Overwater. Enorme, né?

A mesma Villa por outro ângulo

A mesma Villa por outro ângulo

 

De dentro para fora.

De dentro para fora.

 

Mais uma visão do interior para a área externa. Repararam na rede que há ali bem na saída da varanda? Vou colocar uma foto maior deste detalhe na sequência

Mais uma visão do interior para a área externa. Repararam na rede que há ali bem na saída da varanda? Vou colocar uma foto maior deste detalhe na sequência

 

É disso que eu estou falando. Sobre as águas profissional.

É disso que eu estou falando. Sobre as águas profissional.

 

cq5dam.web.1280.720 (7)

Esta é uma Villa na praia

 

Esta era minha piscina na Villa da praia

Esta era minha piscina na Villa da praia

 

E essa academia cercada de verde?

E essa academia cercada de verde?

 

Em relação aos restaurantes, podemos dizer que é até difícil de acreditar que uma ilha tão pequena traga tanto do mundo para nossos pratos. Amei o fantástico Blu, que serve comida contemporânea italiana no almoço e jantar, além dos gelati caseiros durante todo o dia na beira da piscina. É lindo, todinho branco e de frente para a Lagoon. O visual, como um todo, não poderia ser mais perfeito. Ali também funciona o lounge Blu Bar, que serve drinks na areia. 

 

Vista do Blu

Vista do Blu

 

Imagem 472

 

O Blu por dentro

O Blu por dentro

 

O Fuego Grill também é muito gostoso, com mesinhas na areia, de frente para o oceano. Fica ao lado da piscina de água do mar e serve, além dos grelhados diversos, saladas, sanduíches e pratos asiáticos.  O Al Barakat serve autêntica comida árabe em um terraço agradabilíssimo sobre a água. Seu nome vem do estudioso africano Abu Al Barakat Yusuf, que fez do Baa Atoll sua casa no século 12. Ali também funciona o Shisha Bar, cara a cara com o mar. 

 

Olha que delícia as mesinhas na areia do Fuego Grill

Olha que delícia as mesinhas na areia do Fuego Grill

 

Shisha Bar

Shisha Bar

 

 

No Cafe Landaa, que tem vistas para a praia e piscina e tem seus 3 pavilhões separados por simpáticas lagoas, provei especialidades asiáticas. À noite eles também servem teppanyakis. 

 

A piscina

A piscina

 

Mas o top dos tops para mim nem foi um dos restaurantes, mas sim o Seabar. Imagine um deck sobre o mar, cheio de almofadas, onde você toma margaritas e belisca tapas ao som de musiquinha lounge super agradável enquanto baba admirando os tubarões através da água azul turquesa transparente!! Gente é incrível. Toda noite aquilo fica lotado de tubarões. E o bar fica cheinho de crianças que vêm alimentá-los. É maravilhoso. Esses tubarões são dos meus, viu? Se eu pudesse também jantaria todo dia lá, kkk.

 

Esta é a almofada á qual me referi. onde a gente senta, toma drinks, petisca e ainda admira os tubarões. Tá bom pra vocês?

Esta é a almofada á qual me referi. onde a gente senta, toma drinks, petisca e ainda admira os tubarões. Tá bom pra vocês?

 

Para ilustrar melhor, peguei esta foto no site.

Para ilustrar melhor, peguei esta foto no site.

 

tá vendo o fim da passarela? É o Seabar

tá vendo o fim da passarela? É o Seabar

 

a praia e o Seabar ao fundo

a praia e o Seabar ao fundo

 

Bárbaro este Four Seasons. Recomendo MUITO, tanto para famílias como para casais. Imagina uma lua de mel aqui? 

 

 LandaaGiraavaru

 

 LandaaGiraavaru palafitas

Postado por às 15:51

hoteis category image
Comentar
© 2014, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web