Olha, eu diria que o Dhevanafushi é o resort mais exclusivo dentre os que conheci nas Maldivas. E o mais distante também. Para chegar até lá, eu peguei um voo doméstico em Male com duração de uma hora e mais uns 25 minutos de speedboat até chegar no atol Gaafu Alifu, onde está localizado o hotel. Se vale o esforço? Ô se vale, viu.

 

Em trânsito

Em trânsito

 

Dhevanafushi significa “Única Ilha” e o resort tem “o paraíso no paraíso” como conceito central. Bem, podemos dizer que com aquelas vistas cênicas para o oceano, as acomodações deusas e o serviço personalizado impecável oferecido para os hóspedes, tal premissa é cumprida á risca e com honras. O Devanafushi é identificado por ser All Suítes com amenities Hermés e serviço de mordomia para todas as acomodações.

 

O que falar sobre um jantar aqui, hein?

O que falar sobre um jantar aqui, hein?

 

Ponto altíssimo do resort: há ali, disponível para os hóspedes e a poucos minutos de barco a partir do deck principal, uma ilha maravilhosa e absolutamente deserta onde é possível pegar praia, fazer um pic nic, organizar um churrasco, enfim, curtir o dia inteirinho na maior privacidade. Eu achei incrível. Você reserva e vai para lá sozinho. Tudo seu. Os muçulmanos ortodoxos, que a-do-ram passar férias na Maldivas, usam e abusam dessa exclusividade toda. Perfeito, né? Perfeito para eles, perfeito para mim, perfeito para todo mundo. Quem é que não gosta de praia deserta com mordomia? Demais de bom, vejam meu dia na ilha deserta:

 

Passei o dia aqui

Passei o dia aqui

 

Imagem 977

ilha pvt1

Almocinho

Almocinho

 

Imagem 986

 

 

Nas Maldivas é muito comum os hotéis terem pavilhões para os hóspedes utilizarem privadamente. Mas uma ilha inteira? Wow.

Durante minha estadia, eu fiquei em duas villas diferentes: uma pé na areia, na Ilha Principal, tipo de acomodação da qual sou fã absoluta…

 

beach1

Praia em frente à minha villa

beachvilla

Muito verde em frente ao mar

beachvilla1

Cantinho do relax

beachvilla2

Gente, olha o tamanhão da villa!

beachvilla3

Aconchego

 

…e uma overwater na Water Village, que olha: sem comentários. Fiz um vídeo para mostrar para vocês. Tive que converter o arquivo para colocar no Youtube e fiquei meio achatada, kkkk, mas o que importa aqui é não sou eu, e sim a villa, certo? O áudio também está meio ruim, mas a palafita é maravilhosa. Já disse e repito: prometo aprender a fazer vídeos melhores. Sério mesmo.

 

 

 

Como eu comentei, esta villa ovewater fica na “Water Village”, área do resort sem ligação via passarelas com a ilha principal. Para chegar e sair de lá, só usando os barcos do hotel, mas o bacana é que há toda uma estrutura ali, e quem opta por se hospedar na Water Village não fica isolado do mundo. Tem o Talise Spa, tem o restaurante JoHara, tem a recepção e tem a piscina principal, apesar de que todas as palafitas possuem sua piscininha privativa. Ui.

 

No trajeto da Ilha principal para a Water Village. Clicando TUDO, claro.

No trajeto da Ilha principal para a Water Village. Clicando TUDO, claro.

 

É este o barco que faz o trajeto.

É este o barco que faz o trajeto.

 

Piscina principal do Water Village. Um sonho.

Piscina principal do Water Village. Um sonho.

over pool essa

 

Na Ilha Principal também há um Spa, piscina infinita – apesar de as acomodações daqui também terem suas piscinas particulares – , centro de esportes e lazer e restaurantes deliciosos. 

piscina ilha1

Piscina da Ilha Principal. Bem chic.

Piscina da Ilha Principal. Bem chic.

piscinapraia principal

Prainha da Ilha Principal. O bar e a piscina estão logo ao lado. Aquela passarela é onde desembarcamos ao chegar no hotel.

 

Aproveitando - MUITO - o fim de tarde na deliciosa prainha

Aproveitando o fim de tarde na prainha

 

Esta belezura sobre as águas é a academia.

Esta belezura sobre as águas é a academia.

 

Sunset na praia

Sunset na praia

 

Durante os dias que passei no Dhevanafushi, até casamento eu vi acontecer. Pacote completo, kkk.

 

casamento casamento1

 

Postado por às 14:01

hoteis category image
Comentar

 

E já que o assunto é Maldivas, nada melhor do que contar para vocês sobre o casamento do jogador de futebol Elkeson e Luisa Pedrosa, organizado pela Hiptour, minha agência, no Taj Exotica Resort & Spa.

 

O Elkeson é ex-Botafogo e atualmente defende o  Guanghzou Evergrande, na China. Ano passado ele foi eleito como artilheiro do campeonato nacional com 12 gols em 14 rodadas, além de figurar também como artilheiro da equipe na Champions League da Ásia, com 6 gols. 

 

foto 13

 

Ele e Luisa decidiram se casar após 2 anos de namoro, e olha: vou dizer aqui que a minha equipe deusa arrasou na elaboração da viagem e do evento, mas quem mandou muito bem MESMO foram os noivos, viu. Não poderiam ter escolhido um cenário melhor. 

 

foto

 

A ideia do casal era aproveitar as férias do Elkeson para fazer uma viagem que englobasse uma discreta, porém memorável cerimônia. Então, eles precisavam de um destino romântico, com sol e calor, que fosse novidade para ambos e onde eles conseguissem relaxar.

 

Bingo, Maldivas.

 

Faltava então escolher o hotel, parte importantíssima tanto para as férias quanto para o casamento. Não podemos nos esquecer de que, além das férias e do casamento, a lua de mel também faria parte da programação! Levando em consideração seu irretocável padrão 5 estrelas e a notável excelência na prestação de serviços, minha equipe não pensou duas vezes e sugeriu o fantástico Taj Exotica Resort & Spa. A partir daí, bastava apenas atender ao pedido da Luisa, que sabe TUDO e escolheu um bangalô overwater para esta estadia tão especial, e desfrutar de toda a completa e perfeita estrutura para a realização no mesmo ambiente da cerimônia, festa e lua de mel.

 

foto 5

 

foto 11

 

O casal passou oito dias nas Maldivas e a cerimônia de casamento aconteceu em 31 de maio, com tudo o que os noivos tiveram direito. Que visual, que produção, que bom gosto. Eu simplesmente AMO luxo oriundo da simplicidade, gente. Eles ficaram muito felizes e nós, aqui, mais ainda. Agora, o mais bacana de tudo, é o fato de que a celebração não foi apenas a 2, mas sim a 3, uma vez que o pequeno Pietro já estava encomendado e participou de tudo! Esse já vai nascer dizendo que conhece as Maldivas, adoro. Meu mais jovem cliente, kkk.

 

Viva o casal e viva o baby!

 

foto 10

Postado por às 14:18

check-in category image
Comentar

O Deep End é a estrela entre os excelentes restaurantes do maravilhoso Taj Exotica Resort and Spa, mais um hotel onde passei alguns dias durante minha inesquecível viagem pelas Maldivas. Decidi dar este destaque para ele aqui na coluna de #Gastronomia, não apenas por ser um espaço lindo, todo aberto e muito bem decorado em frente ao mar, que serve uma comida sofisticada e deliciosa, mas porque trata-se de um restaurante super premiado, que foi considerado pela Condé Nast Traveller, o ultra conceituado guia de viagens, como o melhor das Maldivas. É simplesmente um luxo estar hospedada no hotel onde funciona um estabelecimento deste porte, saber que ele está a poucos passos do seu bangalô e poder usufruir de uma cozinha tão comentada diariamente, não é? Eu achei um privilégio. 

 

O ambiente do The Deep End.

O ambiente do The Deep End.

 

Bom, se a gente for enumerar todos os prêmios que o Taj Exótica tem no geral, ficaríamos aqui até o ano de 2025, então vou apenas completar dizendo que o The Deep End também ganhou pelo quarto ano consecutivo o Prêmio de Excelência integrando a lista dos “Melhores Restaurantes para Amantes Do Vinho ( Best Restaurants for Wine Lovers)” da respeitadíssima Wine Expectator Magazine. Ser o “Melhor das Maldivas” e ainda ter este título da Wine Expectator, que é uma verdadeira bíblia, não é para qualquer um, gente.  

 

Food_Shot_I Food_Shot_III Food_Shot_V

 

A convicção gastronômica do Deep End gira em torno de se unir as últimas tendências mais refinadas com apresentações pra lá de criativas. O restaurante serve uma culinária europeia sofisticada com base no melhor das cozinhas mediterrânea e ocidental moderna e a equipe de talentosos chefs concentra-se em adquirir ingredientes da mais alta qualidade para prepará-los com precisão. Esta é a base que dá a possibilidade de colocarem em prática sua ampla e notável criatividade. Acabei de citar a apresentação dos pratos mas reitero: é bárbara. Aqui, o foco é na culinária com paixão, no melhor estilo “da fazenda para a mesa”, e isso é demais, pois privilegia todo e qualquer sabor de cada ingrediente e do prato como um todo. Vocês não estão entendendo, eu fiquei realmente muito bem impressionada. Bem, diante de tudo isso, confesso que me empolguei, dei uma de Magali e provei diversos pratos, porque olha: tudo irresistível, tudo bem inovador e tudo – o mais importante – delicioso. Ganhou o Silvana Bertolucci Award também kkkk.

 

Equator_Bar_II

 

O Chef Executivo, Sheroy Kermani, entrou para o grupo Taj como estagiário quando tinha apenas 19 anos. Começou em Mumbai e fez diversas especializações em lugares como Roma, Singapura e Bangkok. Culinária europeia – principalmente a italiana -, tailandesa e sabores tradicionais indianos são alguns de seus fortes. 12 anos depois ele tomou a frente do Taj de Mauritius e em 2 anos já estava na Austrália, levando a comida indiana de Sydney a uma nova dimensão. A próxima etapa aconteceu em Bangalore, na Índia, onde fez um sucesso danado também, claro, né. Daí ele veio para o Taj Exotica e criou para seus restaurantes um novo padrão internacional. E eu dei a sorte de encontrar com ele neste hotel e me deliciar com sua cozinha. Enfim, o cara tem experiência e know-how invejáveis, convenhamos. E sabe colocá-la em prática, o que, na verdade, é o que importa. 

 

O top chef Sheroy

O top chef Sheroy Kermani

 

A questão é que a gastronomia do Taj Exotica como um todo é fantástica. Seus outros bares e restaurantes seguem o mesmo padrão e neles a gente vê nitidamente o cuidado que o Chef e equipe têm com este assunto. A combinação perfeita de sabores, cores, aromas e texturas cria um verdadeiro espetáculo no seu prato. A excelente matéria prima é o ponto de partida. Os chefs se esmeram em adquirir ingredientes autênticos, importados dos países de origem, e complementam o processo trabalhando diretamente com produtores locais para obter os orgânicos de que precisam.

 

Café da manhã no restaurante 24 Degrees

Café da manhã no restaurante 24 Degrees

 

Além do ‘fine dining’ The Deep End, o Taj Exotica ainda tem o 24 Degrees, restaurante 24 horas que serve uma variedade de refeições com inspiração europeia e pan-asiatica. Seu café da manhã com pé na areia sob a sombra das arvores Dhigga é suntuoso. À noite, jantar ali com as estrelas iluminando sua mesa é uma delícia. Experimente os teppans de frutos do mar frescos, carnes e vegetais, elaborados com maestria na cozinha aberta do Teppanyaki bar. Este restauramte também oferece menus temáticos a cada noite servindo opções culinárias do mundo todo. Dá para escolher entre italiana, tailandesa, chinesa e mediterrânea. O 24 Degrees também funciona no almoço. 

 

Teppanyaki Bar

Teppanyaki Bar

 

Sobre os bares: The Equator Bar tem o equilíbrio perfeito entre humor, música e vibração. Adiciona uma variedade de tradicionais, vinhos do novo mundo, coquetéis, charutos e shishas pelo extenso pátio da praia; e o The Pool Bar & Restaurant, que fica ao lado da fabulosa piscina infinita, serve lanchinhos saudáveis, pizzas quentinhas e drinks tropicais.

 

The Equator Bar: ambiente interno...

The Equator Bar: ambiente interno…

 

...e externo.

…e externo.

 

Pool___Poolside_Restaurant

Aqui o The Pool. E essa piscina, hein?

 

Saibam também que a opção 24-hour-In-Villa-Dining compreende uma vasta seleção de comidinhas e bebidas que podem ser servidas a qualquer hora no conforto e privacidade da villa ou suíte onde você está hospedado. Quando a gente acha que está bom, eles conseguem melhorar, fala sério.

 

Tipo isso.

Tipo isso.

 

Isso sem falar nos Private Dinings oferecidos por eles, que transformam qualquer refeição em uma ocasião privativa e especial. Você pode escolher o quê, quando e onde degustar, e já adianto que as opções são espetaculares. A experiência é demais. Este serviço é o tipo de coisa que dá uma nova dimensão às já extraordinárias ofertas gastronômicas do resort. As cozinhas estão sempre disponíveis para criar refeições inesperadas, personalizadas e incomparáveis, só para você. Isso pode ser feito na sua Villa ou Suite, como já comentei, ou em qualquer outro lugar da ilha, o que já é incrível, porque imagine um menu degustação só para você, servido na maior mordomia. Acontece que o Taj Exotica também oferece outras opções para refeições a dois, as chamadas Experiences, que são de cair o queixo. Olha só:

 

Champagne Sunset – uma experiência romântica por excelência. Eles servem uma seleção de champagnes Premium com antepastos fantásticos. Quero agora. 

 

Aqui uma imagem do Champagne Breakfast, uma variante do Champagne Sunset. Tudo MARA, só muda o horário, gente.

Aqui uma imagem do Champagne Breakfast, uma variante do Champagne Sunset. Tudo MARA, só muda o horário, gente.

 

Mas para vocês terem uma ideia, este é um sunset cruise.

Mas para vocês terem uma ideia, este é um sunset cruise.

 

Ocean Pavillion – imagine ter um dia de mergulho seguido por uma adorável refeição num pavilhão privado sobre o Oceano Índico – que fica a apenas poucos minutos de lancha da praia, mas parece um mundo à parte – enquanto ouve o barulho das ondas e se encanta com um maravilhoso por do sol seguido pelo brilho da lua e ainda terminar a programação mega private com um incrível tratamento para o casal no Jiva Spa. Eu topo.

 

Olha lá o Ocean Pavillion

Olha lá o Ocean Pavillion

 

Imagina jantar aqui.

Imagina jantar aqui.

 

Beach Dining – você assite ao por do sol e janta na areia. Isso pode acontecer no 24 Degrees ou no The Poolside, apreciando o menu degustação do Deep End, especialmente criado para esta ocasião. É maravilhoso, eu experimentei. Super romântico, pena que minha companhia foi minha prima Flávia, kkkk.  

 

Jantar na praia

Jantar na praia

 

Cellar Dinners – nesta experiência o jantar acontece na adega, na companhia de mil e uma garrafas! Há harmonização de vinhos com o menu preparado pelo Chef e a equipe fica sempre a postos para recomendações, sempre ajudando na sua seleção. Memorável. 

 

Gente, esta imagem é de um jantar no topo da árvore! Não falei que opção era o que não faltava?

Gente, esta imagem é de um jantar no topo da árvore! Não falei que opção era o que não faltava?

 

Yoga Pavilion – também uma experiência inesquecível, com menu degustação super criativo, ambiente mágico, luz de velas, utensílios de cristal e aquela lua brilhando por sobre o mar. 

 

Este é um private breakfast na praia.

Este é um private breakfast na praia.

 

Interactive Kitchen – como o próprio nome diz, aqui o chef cria de acordo com seu pedido e a arte da cozinha ganha vida bem diante dos seus olhos. Perfeita para os gourmands. Jantar private com acesso aos truqes do chef é demais hein. 

 

Jantar no Moonlight Pavillion

Jantar no Moonlight Pavillion

 

License to Grill – vista o chapéu de chef por um dia e faça seu próprio churrasco em um local super privado na ilha! Os chefs arrumam tudinho e te entregam a churrasqueira, as carnes e as saladas para você comandar a grelha. Não é perfeito para os churrasqueiros de plantão?

 

Outro café da manhã private

Outro café da manhã private

 

Equilibrium Cuisine – refeições super equilibradas e nutritivas sempre à disposição dos hóspedes. Para esta experiência é bacana passar antes um resumo de suas necessidades e preferências. Não se esqueça de que você estará no meio de uma ilha e abastecê-la com alimentos especiais sempre configura desafio, mesmo para o super Taj!

 

Ayurvedic Cuisine – a filosofia Ayurveda percebe as relações do corpo, da mente e do espírito como um todo e se esforça para manter o equilíbrio de um sistema. O papel terapêutico dos alimentos é um elemento vital de uma vida saudável. No Jiva Grande Spa, um consultor ajuda a identificar eventuais desequilíbrios e trabalha em conjunto com o chef para criar opções de refeições alternativas para regularizar a absorção, assimilação e eliminação de energias negativas. O Menu Spa resultante é composto por pratos desprovidos de quaisquer aditivos, conservantes ou enlatados.

 

Sand Bank – De tempos em tempos, um banco de areia surge no meio da maior lagoa da ilha. De lá, temos a vista infinita do oceano e sol brilhando. Que tal um aperitivo com Champagne aqui? Certamente incrível.  

 

Qualquer uma das opções pode ser solicitada mediante uma simples reserva, fácil assim. Não basta ter gastronomia premiada, tem que proporcionar MAIS para os hóspedes, sacaram qual é a do Exotica?

 

Para completar,  as listas de vinhos do hotel são elaboradas pelo sommelier para atender a todos os gostos e ocasiões. Você sempre terá orientação no sentido de escolher a melhor garrafa para cada caso. Eles também organizam degustações especiais, além das noites temáticas que acontecem no The Equator Bar. São mais de 400 rótulos dos vinhos mais prestigiados do mundo, incluindo lendas, clássicos, jóias e grandes achados. E os espumantes (Champagne, Prosecco e Cava) não ficam nada atrás. 

 

O HOTEL

 

Hi_H1IVX_55538311_Taj_Excotica_Resort___Spa,_Maldives_-_Ariel_III

 

O Taj Exotica fica na Ilha Emboodhu Finolhu, no meio de uma das maiores lagoas naturais do mundo. Conhecida como “Three Coconout Island”, a ilha do Exotica é emoldurada por areias branquíssimas, águas azuis super cristalinas e muita flora tropical, bem do jeitinho que são as paisagens lá nas Maldivas. O resort está a apenas 15 minutos do Aeroporto Internacional de Male através de uma lancha de luxo disponível 24 horas.

 

Mas reparem neste mar.

Mas reparem neste mar.

 

Logo na chegada a gente já entra no clima da coisa, espiem:

 

 

 

Demais a recepção deles. Adorei.

Demais a recepção deles. Adorei.

 

O multipremiado resort representa perfeitamente a magia e a beleza natural abençoada da ilha através do seu design e apresentando o melhor em se tratando de serviços top e amenities contemporâneos. Vilas e suítes luxuosas, piscinas privadas e decks pessoais com vistas intermináveis ​​do Oceano Índico fazem do resort o cenário perfeito para um retiro privado.

 

foto 5

Esta é uma Beach Villa. Ruim, né?

 

 

Beach Villa por outro ângulo.

Beach Villa por outro ângulo.

 

 

Vejam que bárbaro o deck da piscina da Deluxe Lagoon Villa

Vejam que bárbaro o deck da piscina da Deluxe Lagoon Villa

 

Esta é a área externa da incrível Suite Presidencial Rehendi.

Esta é a área externa da incrível Suite Presidencial Rehendi.

 

O Jiva Grande Spa, um autêntico spa indiano, oferece uma gama de experiências únicas em bem-estar administradas por especialistas super treinados e utilizando produtos naturais exclusivos, tudo isso num ambiente fresco e harmonioso. 

 

Jiva Grande Spa

Jiva Grande Spa

 

Sala de tratamento interna com vista....azul maldivas. Acabei de inventar uma nova cor, pronto.

Sala de tratamento interna com vista….azul maldivas. Acabei de inventar uma nova cor, pronto.

 

Lembram quando eu disse, lá no comecinho do post, que não ia enumerar mais prêmios pertencentes ao Taj Exotica, pois tratava-se de uma lista praticamente infinita? Bem, eu menti. Impossível não citar que ele foi eleito o Melhor Resort na Ásia e o 2º Melhor Resort do Mundo pela Condé Nast Traveller, e que ganhou elogios similares da Elite Traveller Magazine e International Traveller Austrália. Isso sem falar que integra muitas das listas dos mais seletos programas de luxo do mundo. 

 

foto 3 (2)

Os tons de azul da lagoa são inacreditáveis, sempre.

 

Um dos tantos cantinhos agradáveis que existem na ilha.

Um dos tantos cantinhos agradáveis que existem na ilha.

 

 Pudera. Cada uma das 64 vilas e suítes luxuosamente desenhadas no resort são decoradas em tons e texturas naturais no estilo clássico de Maldivas, cobertas de palha de palmeiras, oferecendo vistas espetaculares do oceano e cara a cara com o glorioso pôr do sol. 

 

O quarto de uma Beach Villa Suite

O quarto de uma Beach Villa Suite

 

O que dizer sobre esta Beach Villa, né?

O que dizer sobre esta Beach Villa, né?

 

Simplesmente adoro essa integração de ilha e oceano.

Simplesmente adoro essa integração de ilha e oceano.

 

A maioria das vilas está projetada sobre a lagoa e todas contam com serviço de mordomo particular, que dá toda a atenção para os hóspedes de forma super personalizada. Desfaz malas, customiza o frigobar, prepara seu banho, organiza seu mergulho e também a experiência gastronômica que você quiser! Com isso não tem quem não esqueça a existência daquela coisinha chamada ‘stress’, certo?

 

Imagem 226

Cena diária no Exotica

 

 

Imagem 231

 

Olha que bárbara a academia, toda com as treliças típicas.

Olha que bárbara a academia, toda com as treliças típicas.

 

 

Eu AMEI conhecer e me hospedar no Taj Exotica. Luxo, natureza, vinhos e cozinha premiada: recomendo mil vezes!

 

Legenda: "Feliz no Exotica"

Legenda: “Feliz no Exotica”

Postado por às 19:35

gastronomia category image
Comentar

Antes de começar a falar sobre o Jumeirah Vittaveli, outro dos 5 maravilhosos hotéis que conheci durante os 20 dias que passei nas Maldivas, é importante comentar que se engana muito quem pensa que este destino se resume apenas a luas de mel, viagens a dois e temas românticos em geral. Claro que as Maldivas são SUPER indicadas para casais, mas gente, vocês não têm noção de como aquilo lá é adequado para famílias. O clima é excelente, as crianças se divertem horrores, interagem com a natureza, praticam esportes, descobrem novas atividades, enfim: curtem as férias no maior alto astral enquanto os pais podem relaxar e namorar com toda a tranquilidade. Eu diria que é perfeito.

 

Eu e a Flavia, que é minha prima e sócia na Hiptour, chegando ao Vittaveli. Como ela é a cabeça do operacional da agência, foi o máximo ela ter ido me encontrar para conhecer os hotéis.

Eu e a Flavia, que é minha prima e sócia na Hiptour, chegando ao Vittaveli. Como ela é a cabeça do operacional da agência, foi o máximo ela ter ido me encontrar para conhecer os hotéis.

 

<3

<3

 

Isto posto, voltemos ao delicioso Vittaveli, onde passei dias incríveis. Bom, a rede Jumeirah manda muito bem em se tratando de acomodações, decoração, gastronomia, atendimento, serviços, e tudo o que está relacionado ao bem estar do hóspede em termos gerais, e isso já constatei faz algum tempo. Adoro o padrão deles e por isso já sabia que minha experiência no Vittaveli seria positiva. Mas o que me chamou a atenção foi o fato de o hotel ser fantástico para quem está viajando em família. A estrutura que eles têm para kids e teens é muito legal, bem completa e saí de lá super feliz por ter visto de perto um hotel de luxo, num paraíso como as Maldivas com uma característica tão específica e importante. 

 

Área do Kids Club bacanésimo

Área do Kids Club bacanésimo

 

São mil atividades

São mil atividades

 

As bikes para os pequenos

As bikes para os pequenos

 

Qual ou grau de fofura dessas lindas aprendendo a abrir massa? Fiquei louca com elas.

Qual ou grau de fofura dessas lindas aprendendo a abrir massa? Fiquei louca com elas.

 

kids

 

kids1

 

Se eu tivesse filhos pequenos, era lá que eu iria amarrar meu burrico, sem dúvida. Bom, devo dizer a vocês que mesmo se os meus filhos, que já são bem crescidos, topassem passar uma temporada comigo no Vittaveli, eu, que não sou tonta nem nada, iria na hora, claro! Delícia de lugar. Sabiam que Vittaveli significa “Vida na Areia”? Seu conceito é bárbaro, gira em torno da vibração de energias traduzidas em seu ambiente e suas atividades. Demais.

 

Não é uma vista linda logo ao acordar?

Não é uma vista linda logo ao acordar?

 

O hotel é super novo – foi aberto em dezembro de 2012 – e fica localizado ao  ao sul do atol de Male, a apenas 20 minutos de speedboat do Aeroporto Internacional, ‘facinho facinho’ de ser acessado. Ele é composto por uma ilha principal e um lagoon, onde ficam as suites overwater. Algumas delas nem tem ligação com a ilha principal e só dá para chegar e sair de barquinho. Bem legal para quem quer paz total. Na foto abaixo á para ver certinho como é essa distribuição.  Todas as acomodações, tanto as Villas como as Suites, têm piscinas privativas. As Villas são bem grandes, espaçosas e bem distribuídas. 

 

aerea

Lá em cima vemos a Main Island, à esquerda a área da lagoon com as Villas overwater ligadas por passarela à Ilha, e à direita as 7 suites cujo acesso se dá apenas por barquinhos. Incrível, né?

 

Eu fiquei em duas acomodações diferentes, uma Beach Villa MARA com piscina e vista para o sunset – todos os quartos têm vistas para sunset ou sunrise – e uma Beach Suite duplex com 2 quartos, super grande e confortável. A Flavia, que é minha sócia e prima, estava comigo e ficamos muito bem acomodadas na nossa casinha de praia, cada uma com seu quarto. 

 

Beach Villa - Vista do quarto

Beach Villa – Vista do quarto

 

Parte externa da Beach Villa

Parte externa da Beach Villa

 

 

Olha que delícia nossa Beach Villa

Olha que delícia nossa Beach Villa. Estão vendo a piscina ali em frente? E o mar?

 

Demais essa área externa, né? Essa também é da Beach Villa

Demais essa área externa da Beach Villa, né?

 

Esta é a Beach Suite duplex com 2 quartos.

Esta é a Beach Suite duplex com 2 quartos.

 

Olha que sonho.

Olha que sonho.

 

Este é o quarto do térreo, onde eu fiquei. Em cima tem mais um quarto com 2 camas e varanda.

Este é o quarto do térreo, onde eu fiquei. Em cima tem mais um quarto com 2 camas e varanda.

 

Na Main Island (Ilha Principal), temos 37 Beach Villas com sunset view, piscina, área de relax, banheira externa, master room com banheiro e closet, escritório e acesso a praia; 8 Beach Suites, que são maiores que as Villas e têm 2 andares, além da piscina, deck e tudo o que há nas Villas; e uma Presidential Villa que tem 600m² de área, gente!

 

Estas são as Laggon Villas, todas sobre as águas

Estas são as Laggon Villas, todas sobre as águas

 

 

 

Aqui temos o terraço delicioso de uma Lagoon Suite

Aqui temos o terraço delicioso de uma Lagoon Suite

 

E essas Ocean Suites, gente? Não são demais?

E essas Ocean Suites, gente? Não são demais?

 

O incrível Talise Spa com suas salas de tratamento overwater também fica na Ilha, bem como as piscinas principais (uma para famílias e uma para casais), o super Kids & Teens Club, com milhões de atividades e equipamentos para os filhotes, além da ótima academia, também overwater, que tem um visual….eu sou a louca da academia, vocês sabem né, então imaginem minha felicidade ao encontrar este ‘fitness center with a view’. Vejam as fotos:

 

A entrada do Talise Spa

A entrada do Talise Spa

 

jumeirah-vittaveli-talise-relaxation-hero

Que tal relaxar aqui?

 

Essa sala de tratamento também é espetacular.

Essa sala de tratamento também é espetacular.

 

Olha a academia! Fiquei doidinha.

Olha a academia! Fiquei doidinha.

 

Vamos correr nessa esteira, sim ou com certeza?

Vamos correr nessa esteira, sim ou com certeza?

 

A área da lagoon é onde ficam as palafitas. Aqui há 39 Villas conectadas à Main Island e 7 Suítes duplex, as tais acomodações onde o acesso só se dá por barquinhos. 

 

Deck de uma Lagoon Suite

Deck de uma Lagoon Suite

 

É este barquinho fofo que leva os hóspedes até as Ocean Suites

É este barquinho fofo que leva os hóspedes até as Ocean Suites

 

O Vittaveli tem 4 restaurantes bem legais também: O Samsara, de inspiração pan Asiática, o Mu, pé na areia delícia que serve grelhados de todos os tipos, o Fenesse, que é overwater e tem cozinha mediterrânea, e o Bar-ee, que é o bar da piscina. 

 

O Mu, de dia...

O Mu, de dia…

 

...e à noite. Delicioso. Adoro essa vida pé na areia.

…e à noite. Delicioso. Adoro essa vida pé na areia.

 

 

Mas bacana mesmo é pedir um private dinner na sua Villa ou Suite. Espiem:

 

 

jumeirah-vittaveli-villa-dining-hero

 

Bom, para finalizar o post, deixo aqui as cores do céu com as quais fui brindada durante minha estadia no Vittaveli. Vão pra lá, gente, vocês vão morrer de amores como eu!

:-D

:-D

Postado por às 13:09

hoteis category image
Comentar

Atendendo a pedidos e aproveitando que o verão europeu está com tudo e ESTÁ prosa, hoje vou dar uma geral na Costa Amalfitana, um dos destinos mais bacanas e imperdíveis da Itália. É romântico, é animado, é LINDO, é badalado, tem que conhecer, gente! 

 

A Costa Amalfitana fica ali ao sul de Nápoles, bem na canela da bota, e ocupa uma faixa de quase 60 km que vai desde Vietri Sul Mare, que está um tiquinho acima de Salerno, até a Península de Sorrento. Neste meio, temos quase 20 vilas, como Positano, Amalfi e Ravello, consideradas as principais, além de lugarejos como Atrani, Praiano, Maiore, Minori e Nocelle, Cetara, Tramonti, Scala, Conca dei Marini, Furore. Isso sem falar na Ilha de Capri, que não está na Costa, mas fica ali em frente, super próxima, e acaba fazendo parte da programação, já que o acesso é facílimo seja usando ferry boats, barcos ou até helicópteros. Nada mais adequado que incluir a badaladíssima Capri como uma extensão ao roteiro da Costa, já que é de Nápoles e Sorrento (e Positano também, durante a temporada) que saem os barcos para lá. 

 

Olha a Costa em mapa. Super fácil, né?

Olha a Costa em mapa. Super fácil, né?

 

Este paraíso espremido entre as encostas das montanhas e o mar Tirreno atrai, a cada verão, muita gente famosa, muitos milionários e um monte de viajantes descolados que procuram sal, sol, um belíssimo litoral, mar azul de doer nos olhos, cidadezinhas lindas e vistas espetaculares de costeiras idem. Além, claro, daquela boa dose de badalação e glamour que nunca faltam durante a alta temporada européia. Se a Costa é um lugar só para quem quer gastar muito? Que nada! Todos os percursos feitos em Ferraris podem perfeitamente ser cumpridos de ônibus ou a bordo dos bons e velhos trens, e para cada hotel 5 estrelas luxuosíssimo, temos uma variedade de pousadas bem charmosas e muito mais em conta, ou seja: sem desculpas, bora todo mundo ser feliz na Costa Amalfitana!

 

Vem, gente!

Vem, gente!

 

As distâncias entre as principais cidades são bem pequenas, então conhecer a região de cima a baixo não configura perrengue. Muita gente me pergunta se a melhor opção para este roteiro é mesmo alugar um carro, ao que eu respondo: EU alugaria, mas os concierges italianos que trabalham em parceria com a Hiptour, minha agência,  sempre nos alertam sobre as estradas, super-hiper estreitas e meio perigosas, o trânsito pesado na alta temporada, a falta de lugares para estacionar nas cidades, e recomendam muito ter à disposição um carro com motorista. A gente fica achando que pode ser chato, que tira a liberdade, etc, mas digo que todos os meus clientes que optaram por isso não se arrependeram por um segundo sequer. É mais seguro, já que os motoristas têm experiência em guiar pelas estradinhas-penhasco, é menos cansativo e mais proveitoso, pois, mesmo se houver trânsito e a viagem demorar, todos podem se maravilhar com as vistas deslumbrantes. Preciso testar para poder opinar, mas os feedbacks da turma que pede carro com motorista são sempre positivos. Outro jeito bem bacana de se locomover por lá é fazendo alguns trajetos de barco. Fora que as cidades quando vistas do mar são de babar. Coisa mais linda.

 

Nipe das estradas. E olha que essa nem é das piores!

Nipe das estradas. A pista é danadinha, mas a vista…

 

Mas como faz? Onde se hospedar, quanto tempo ficar, o que conhecer? Bem, na minha opinião, a logística ideal envolve escolher uma cidade – no máximo duas – para montar base e, apartir dela, sair perambulando pela Costa. Como eu já disse, tudo é muito próximo e eleger uma cidade para “fixar residência” durante a viagem nos ajuda muito no sentido de que não precisaremos carregar bagagens para cima e para baixo e nem teremos que fazer um monte de check-ins e check-outs em diversos hotéis. Olha a diferença:

 

- Chega no hotel, tiras as malas do carro, faz check-in, vai para o quarto, abre as malas, passa dois dias, fecha as malas, faz check out, pões as malas no carro, vai até a próxima cidade, chega no próximo hotel, tiras as malas do carro, faz check-in, vai para o quarto, abre as malas, passa mais dois dias, fechas as malas, faz check out, pões as malas no carro, vai até a próxima cidade…..e assim sucessivamente;

 

OU

 

- Escolhe uma cidade, chega no hotel, tiras as malas do carro, faz o check in, curte muito a Costa Amalfitana de cabo a rabo e só volta a fazer as malas quando for fazer o check out definitivo, pois o dever te chama e você tem que voltar para o Brasil.

 

Acho muito mais interessante fazer desse jeito. Não se esqueçam que estamos falando aqui de uma região com apenas 60 km de extensão! Amalfi, Positano e Ravello são excelentes pontos para sua estadia. Mas vamos falar um pouco sobre cada cidade que recomendo conhecer:

 

AMALFI

É a principal cidade, ponto de referência na Costa Amalfitana. Sua piazza, cheia de lindos e deliciosos cafés, tem uma fonte coberta por querubins e é tão bonita… A praia de Amalfi, como muitas na Europa, tem pedras no lugar da areia, porém seu mar é super calmo e os visitantes não precisam pagar nada para estender a toalha sob o sol (é também comum na Europa essa cobrança de day use nas praias). Se você quiser, pode alugar cadeiras e guarda sóis e curtir o dia comendo paninis e tomando limoncello. Visite a igreja Duomo di Sant’Andrea, cuja incrível arquitetura tem influências árabes, bizantinas, barrocas e normandas, o Museo della Carta, que abriga uma das mais antigas fábricas de papel da Europa, e a Grotta dello Smeraldo, gruta onde a água do mar ganha uma cor azul maravilhosa. O Hotel Santa Caterina é lindíssimo, um 5 estrelas de cair o queixo. E o restaurante La Preferita merece ser conhecido!

 

 

Piazza Duomo em Amalfi

Piazza Duomo em Amalfi

 

O Hotel Santa Caterina

O Hotel Santa Caterina

 

 

ATRANI

Fica a apenas 15 minutos de caminhada de Amalfi. É uma lindeza e ainda desconhecida pela maioria dos turistas. Aproveite para visitá-la antes que entre na rota! Aqui temos uma piazza com muitos cafés e restaurantes – gente, na Itália a vida costuma girar em torno de piazzas mesmo, rs – super agradável para um almoço regado a vinhos locais. Prestem atenção ao campanário da cidade, um dos mais lindos ever. Durante a temporada de verão, mais precisamente em agosto, acontece na vila a super tradicional “Festa do Peixe Azul”, que é promovida pelos pescadores locais e oferece degustações de comida, shows de música e saraus. Super bacana conhecer e participar. A praia de Atrani não é lá essas maravilhas, mas a cidadezinha é uma boa opção para quem procura hospedagem charmosa e bem mais em conta. Afinal, é tudo muito próximo, não me canso de repetir. Para cumprir um orçamento, basta planejamento, certo? ;-)

 

Atrani

Atrani

 

POSITANO

É, na minha opinião, a joia da coroa da Costa. Com suas casinhas coloridas encravadas na costa, a cidade vem pelo paredão escorregando até a areia e tem vistas sensacionais, seja da cidade para o oceano ou vice versa. Lindo lindo, amo tudo o que está relacionado a Positano. Filmes como “Sob o Sol da Toscana”, que tem diversas sequências em Positano, mostram muito bem toda a graciosidade desta cidade, entrecortada por vielas românticas e repleta de restaurantes deliciosos. Na bela praça Flavio Gioia, fica a Chiesa Santa Maria Assunta, que foi erguida no século 5 em homenagem a San Vito e abriga a famosa estátua bizantina de uma Madonna negra, além de sua fantástica cúpula colorida de cerâmica. Vale muito a pena conhecer.

 

Positano - casinhas coloridas encravadas na encosta escorregando até o mar <3

Positano – casinhas coloridas encravadas na encosta escorregando até o mar <3

 

 

Não é demais?

Não é demais?

 

Chiesa di Santa Maria Assunta

Chiesa di Santa Maria Assunta

 

As praias Spiaggia del Fornillo e Spiaggia Grande (desta última saem os barcos que vão para Capri) são deusas, perfeitas para passar o dia sob o sol. Dá para levar sua canga e sentar nas pedrinhas for free ou pagar o day use, que te dá espreguiçadeira, guarda sol, todo o conforto. Um dos restaurantes mais recomendados de Positano é o Lo Guarracino, e o hotel dos sonhos é o fantástico La Sirenuse, sobre o qual já falei aqui no blog. Cliquem no link, vejam que lindo é. 

 

Spiaggia Grande

Spiaggia Grande

 

Para os animados, o Sentiero Degli Dei (Trilha dos Deuses) é uma das trilhas imperdíveis da Costa Amalfitana, , que cruza cerca de 13 km da Costa entre montanhas, oliveiras, vinhedos e outras paisagens espetaculares, indo de Bomerano até Nocelle, dois vilarejos entre Positano e Amalfi. Ainda entre as duas cidades temos Furore, conhecido como “vilarejo pintado”, por causa de seus murais pintados nas paredes das casas, ao longo da estrada, um verdadeiro open air museum. 

 

Furore

Furore

 

Mais uma de Furore

Mais uma de Furore

 

 

NOCELLE

Lugar perfeito para quem quer fugir um pouco do burburinho turístico da Costa Amalfitana sem precisar se deslocar de fato. A questão é que Nocelle faz parte de Positano mas está no topo de uma das maiores montanhas da região, a quase 500 metros de altitude. Imaginem a vista do Mar Mediterrâneo. Durante o trajeto até lá, a partir de Positano, dá até para fazer uma caminhada entre pequenos vinhedos. MARA. Como eu acabei de comentar acima, Nocelle faz parte da famosa rota “Sentiero Degli Dei”e muitos andarilhos acabam passando a noite na vila. Seja você andarilho ou apenas um visitante, saiba que a pousada Bacio del Sole é bárbara e funciona em uma bela casa histórica de Nocelle.

 

Vejam que vista de Nocelle para Positano

Vejam que vista de Nocelle para Positano

 

RAVELLO

É outra cidade lindíssima, afff mãe. Ravello fica na montanha, em um dos pontos mais altos da Costa Amalfitana e é um dos lugares que não podem deixar de ser conhecidos. Seus jardins são pequenos paraísos com vistas deslumbrantes da costa. A Villa Rufolo, construção histórica, abriga desde 1953 o Festival de Música em homenagem a Wagner, que se inspirou nos seus perfeitos jardins floridos para um dos cenários de sua ópera Parsifal.

 

Os deslumbrantes jardins

Os deslumbrantes jardins

 

Musica na Villa Rofolo

Musica na Villa Rofolo

 

Villa Rufolo

Villa Rufolo

 

A Villa Cimbrone, criada em 1905 pelo lorde inglês Grimthorpe, também é espetacular. Seu ponto alto, além dos jardins, é o Belvedere dell’Infinito, com seus bustos de pedra e vista absurda. Greta Garbo adorava.

 

villa cimbrone

 

 

Simpática essa Villa Cimbrone, né?

Simpática essa Villa Cimbrone, né?

 

A piazza de Ravello, também toda florida, tem cafés muito gostosos e aqui, o Hotel Caruso é o 5 estrelas mais bacanudo. 

 

O espetacular Caruso

O espetacular Caruso

 

SORRENTO

É uma das maiores cidades da região. Charmosíssima, Sorrento também fica no precipício, como um terraço sobre o mar, com vistas de tirar o fôlego. Para completar, é todinha sombreada por limoeiros. Está super próxima de Napoles e Pompéia e a apenas meia horinha de barco de Capri. Suas vielas, todas em ladeiras ou com escadarias, são lindas de morrer. Saindo de Amalfi, a viagem até Sorrento dura 40 minutos no jet boat e o trajeto é demais, pois passa por Positano, que é LINDA avistada do mar, seguindo sempre pela costeira. Super visual.

 

Linda Sorrento

Linda Sorrento

 

Pegue praia na Peter’s Beach, onde é cobrado o day use. Há também praias “abertas” e curtir o dia fazendo um passeio de barco é bem legal.

 

 

À noite, aproveite para caminhar pelas ruazinhas antes de escolher um dos deliciosos restaurantes. Depois do jantar, divirta-se com a noite agitada: além dos pubs, há muitas performances nas ruas, que ficam cheinhas de músicos. Super animado. 

 

Sorrento

Sorrento

 

 CAPRI

A super badalada ilha fica cara a cara com a costa de Napoles, bem próxima a Positano e a um pulo de Sorrento, ou seja, bem de frente para a bela Costa Amalfitana.

 

Anacapri

Anacapri

 

 

Quem assistiu o filme “O Talentoso Ripley” certamente já fez planos de se jogar (eternamente) em Capri, endereço de verão super disputado desde que o imperador romano Tibério fez dela a sede de seu governo em 26 d.C e lá ergueu 12 mansões. Atualmente ainda temos por lá as ruínas da Villa Jovis, a maior das mansões. Bem, de lá para cá, é incalculável a quantidade de personalidades e viajantes bacanudos que já passou pela Piazzetta, a praça mais famosa de Capri, cujo nome oficial é Piazza Umberto I, o lugar onde todos os visitantes vêm ver o mundo passar.

 

Villa Jovis

Villa Jovis

 

Piazzetta

Piazzetta

 

Capri é bem pequenina – tem 6 km de extensão por 2 km de largura, e uns 12 mil moradores, que vivem entre Capri e Anacapri, suas duas cidades. Pacata? Que nada! Capri atrai uma horda de gente animada e bacana a cada verão, que se delicia com seus hotéis, restaurantes lojas, badalação, as lindas paisagens e todo aquele verde esmeralda que o Mediterrâneo proporciona. Para vocês terem uma ideia, são 2 milhões de visitantes por ano.

 

Marina Grande

Marina Grande

 

Da época do Império Romano sobrou, além das ruínas da Villa Jovis, muita sofisticação e bom gosto. Pelas vielas encontramos griffes, lojinhas descoladas, arte em galerias e ateliês, mercadinhos de flores e frutas e muita gente bonita batendo perna. Quem anda pelas ruazinhas logo nota um cheiro maravilhoso no ar. Isso acontece porque ali há duas fábricas de perfume que aproveitam, há mais de 600 anos, as flores do limão e da laranja para extrair suas essências. Quer dizer: a ilha, além de tudo, é cheirosa! Como não amar um lugar desse, minha gente? 
 
 
capri-town_3636
 
 
 
 
Ruazinhas e lojas em capriRuazinhas e lojas em capri
 

Dentro de Capri, o tráfego de veículos é super restrito. Já a Marina Grande….vive congestionada por lanchas, yachts e transatlânticos, rs.

 

Sério, nem pensem em trazer de balsa o carro alugado. Aqui o negócio é caminhar, pegar táxis, o funicular, microonibus e barcos, claro. A melhor maneira de se conhecer a orla é via marítima, mas lembrem-se que por aqui as praias também não tem areia, hein? Capri tem formação calcária e, consequentemente, muitas grutas. A mais famosa gruta e principal atração turística da ilha é a Grotta Azzurra, que fica próxima a Anacapri. 

 

Grotta Azurra

Grotta Azzurra

 

Do beach club La Fontelina, a vista para os faraglioni é privilegiada. Nada melhor que contemplar os 3 famosos rochedos no terraço, apreciando um excelente almoço ou uma deliciosa sangria, certo?

 

La Fontelina. Quem topa? 0/!

La Fontelina. Quem topa? 0/!

 

La Fontelina

La Fontelina

 

Os grandiosos faraglioni

Os grandiosos faraglioni

 

Apesar de todo o glamour, a simplicidade é ultra valorizada em Capri, seja nos hotéis seja na gastronomia, a palavra de ordem é luxo discreto. Aqui, a estrela é o tradicionalíssimo Grand Hotel Quisisana, que faz sucesso há mais de 150 anos. 

 

O "Quisi" por fora...

O “Quisi” por fora…



...e uma de suas suítes

…e uma de suas suítes

 

 

———————————————————————————————————————-

 

O mais bacana de se viajar por uma região pequena é o fato de poder sair explorando as redondezas sem se perder no timing. As melhores descobertas pessoais nas viagens costumam acontecer sem muito planejamento, por isso sempre recomendo “sair por aí”. Saibam que as praias de cidadezinhas como Maiori e Minori são imperdíveis, e se você avistar um bando de carros estacionados no meio fio de uma estradinha estreita, assim, “soltos”, sem motivo, não tenha dúvida: ali embaixo, depois da escada,  há uma prainha que não consta da sua lista de “to dos”. Desça, conheça, descubra! Garanto que vai valer a pena. Faça esse tipo de coisa sempre que surgir a chance. 

 

Minori

Minori

 

Ah! Tente reservar um diazinho para visitar Pompéia, a apenas 22 km de Nápoles! A ruínas da cidade soterrada pela chuva de cinzas que “sepultou” o local sob 6 metros durante a erupção do Vesúvio em 79 d.C. permanecem em excepcional estado de conservação. É impressionante, é um sítio arqueológico extraordinário que possibilita uma visão detalhada da vida de uma cidade dos tempos da Roma Antiga. 

 

Vesúvio

Vesúvio

 

Bom, a temporada na Costa Amalfitana vai de junho a setembro. Em julho e agosto tudo fica lotado por conta das férias europeias e fora deste período completo a maioria das coisas não funciona, portanto é bom se programar para ir mesmo na alta, mesmo porque é quando o clima está propício para a beira mar. 

 

Já estão de malas prontas?

Postado por às 13:54

destinos category image
Comentar

O verão europeu está aí, chegou com tudo, e um dos destinos mais badalados da alta temporada por lá é, sem dúvida, Ibiza, na Espanha. 

 

Ibiza Espanha fotr aerea

 

Ibiza é uma ilha onde tudo acontece muito intensamente: ali transitamos facilmente entre o rústico e o moderno, desde os lugares mais paradisíacos às festas mais badaladas.  Tem muita coisa para fazer, gente. Mesmo. Não é a toa que a ilha é um dos lugares mais procurados por viajantes das mais diversas tribos e virou ponto de encontro de jet setters do mundo inteiro. 

 

Um charme de lugar

Um charme de lugar

 

Então achei de bom tom pedir para meu amigo Alex, que é brasileiro, mora em Ibiza e é um super concierge local – ele é dono da Ibiza Destiny e consegue resolver simplesmente TUDO para a gente lá – , fazer uma listinha com os pontos imperdíveis da ilha. Quem estiver a caminho pode salvar essas informações no iPad, porque as dicas são super quentes, eu garanto!

 

 

Restaurantes

 

 - SubliMotion – é, atualmente, o restaurante mais caro do mundo. Aquele tipo de restô que não apenas serve comida, mas aguça os 5 sentidos através das criações exclusivérrimas do super chef Paco Roncero. http://www.sublimotionibiza.com/es/ 

 

Sublimotion_AR_013b

 

 - Lío – restaurante do grupo PACHA que exibe, a cada noite, durante o jantar, shows de cabaret super bacanas e muito animados. A comida é maravilhosa, by the way. Por ser super disputado é mandatório fazer reserva com bastante antecedência para garantir seu lugar. http://www.lioibiza.com 

 

lio ibiza

 

 - Bambuddha Groove – fusion food em um ambiente asiático único. http://www.bambuddha.com 

 

Olha que lugar delicioso, olha que decoração bacana

Olha que lugar delicioso, olha que decoração bacana

 

 - B.For – japa top, fusion food e lounge bar. Fica a 10 metros da Pacha. http://www.bforibiza.com 

 

bfor (1)

 

 - Kyupiddo – este restaurante fica na Dalt Vila, a cidade antiga, e tem uma das vistas mais maravilhosas da Ilha. É um lugar lindo e super romântico. Serve cozinha mediterrânea. http://www.bforibiza.com/japanese-food-ibiza-kyupiddo/

 

kyupiddo-ibiza

 

 - Es Xarcu – quer comer um peixe? Vá lá, não tenha dúvidas! http://www.esxarcu.com

 

adoooro restaurantes sobre o mar

adoooro restaurantes sobre o mar

 

 - Es Torrent – serve frutos do mar fresquíssimos num ambiente rústico e delicioso, à beira mar. http://www.estorrent.net/index.php 

 

Não é demais? Isso é muito "vida na praia"

Não é demais? Isso é muito “vida na praia”

 

 

Festas

 

 - A disco numero 1 e mais glamourosa, sem dúvida, é a Pacha. A casa oferece um serviço vip muito bom com diversos temas de festas durante a semana. Isso é bacana pois agrada a todos os gostos.  

 

A boa e velha PACHA que nunca cai em desuso.

A boa e velha PACHA que nunca cai em desuso.

 

 - O Ushuaia é um hotel onde acontecem grandes festas ao ar livre, todas com um palco onde se apresentam inúmeros artistas de peso da cena eletrônica. Aqui a balada rola das 17h até as 00h .

 

Isso sim é pool party hein povo?

Isso sim é pool party hein povo?

 

 - A Amnésia é uma disco gigante, com 2 salas e um estilo musical eletrônico mais underground.

 

 - A Dc10 fica no pé de cabeceira da pista do aeroporto e muitos DJs famosos se apresentam nas festas. Aqui, ao contrário das outras discos, não há aquele famosos esqema de mesas VIP e separação de público. Todo mundo se mistura e dança junto. 

 

ui!

ui!

 

- Já a Space tem sim as mesas VIP, mas o bom mesmo é vir na pista! Nome de peso e música underground. 

 

- O Hard Rock Hotel foi inaugurado esse ano e veio para mudar um pouco o conceito musical de Ibiza, oferecendo shows de artistas Snoop Dogg, Nille Rogers, Kylie Minougue…..

 

hard rock

 

 

Barcos

 

O Alex super recomenda alugar um barco privado  para passar o dia em Formentera, ilha MARA a apenas 30 minutinhos de Ibiza. As paisagens são lindíssimas e as águas, absurdamente transparentes. Não deixe de almoçar nos tradicionais restaurantes Juan & Andrea, Beso Beach e Es Moli de Sal.

 

navegar aqui? topo.

navegar aqui? topo.

 

Juan Y Andrea. Que delicia.

Juan Y Andrea. Que delicia.

 

Beso Beach

Beso Beach

 

Es Moli de Sal. Quero agora.

Es Moli de Sal. Quero agora.

 

 

Atividades

 

 - Volte ao passado caminhando pelo centro histórico. Entre no castelo do ano de 1286! Nesta área, Dalt Vila, há inúmeros restaurantes super charmosos e muito românticos, perfeitos para um jantar delícia. Ou apenas tome um drink em um dos tantos bares. 

 

Dalt Vila

Dalt Vila

 

 - Faça compras nas lojas do Porto. Você vai encontrar roupas e acessórios super descolados. 

 

 - Assista ao por do sol na Cala d´Hort com uma vista deslumbrante de Es Vedra, um dos pontos com mais energia no mundo.

 

Cala D'Hort

Cala D’Hort

 

Es Vedra no por do sol. Sem comentários.

Es Vedra no por do sol. Sem comentários.

 

 

 - Não deixe de ir à Day Party do Beach Club Blue Marlin. Tem ótima música e muita gente interessante.

 

BlueMarlinIbiza 

 

 - Pegue praia no Sa Trinxa, em Las Salinas. Boa música e mega espírito ibicenco.

 

sa trinxa

 

 - Visite o Las Dalias nos sábados, que é o hippie market mais tradicional da ilha. 

 

Las-Dalias-mercadillo-2

 

 - Bem, e as maravilhosas praias como Cala Conta, Cala Salada e Cala Bassa são os lugares mais que perfeitos para você descansar, relaxar, recarregar as energias e continuar badalando por Ibiza.

 

Cala Conta. Curto muito.

Cala Conta. Curto muito.

 

Daí, gente, é assim: vai precisar de reservas, de mesa em festa, de convite, de camarote? Barco, carro? Apartamento, casa? Qualquer coisa? O Alex faz. Super competente, super profissional, o Alex tem os melhores contatos de Ibiza e atende os turistas como ninguém. 

 

Com esse roteirinho na mão e o background do Alex, é só se jogar, gente!

 

 

 Olha, bem que eu queria, viu? Taí um lugar que AMO. Arrasem em Ibiza, curtam por mim!

Postado por às 10:44

destinos category image
Comentar

Fi-nal-men-te consegui organizar todo o material dos lindos e maravilhosos hotéis onde me hospedei nas Maldivas para postar aqui. Ufa, já se fazia hora, eu sei, mas imaginem quase um mês pulando pelo mundo e mais 852317926574328 fotos de 4 câmeras diferentes, kkk. Chego no Brasil e encontro uma Copa do Mundo já rolando a toda…..bem, digamos que me atrapalhei um pouco com o timing. 

 

Vista aérea das Maldivas. Não me canso de olhar, não me canso de lembrar.

Vista aérea das Maldivas. Não me canso de olhar, não me canso de lembrar.

 

Enfim.

 

Bom, o Vivanta by Taj foi o primeiro dos 5 hotéis que me receberam deusamente nas Maldivas. Ele fica a 32 km aeroporto de Male, porta de entrada das Maldivas, e a viagem de lancha de lá até o hotel dura uns 40, 50 minutos. É bom para a gente já ir entrando no clima e se acostumando com aquele AZUL todo, absolutamente inacreditável de lindo.  

 

 

Escadinha simpática, hein.

Escadinha simpática, hein.

 

Como o próprio nome diz, o Vivanta by Taj Coral Reef está plantado em meio aos arrecifes de corais, mais precisamente na Ilha Hembadhu, onde os tons do mar pulam na nossa cara, uma loucura. Este lugar é um dos melhores pontos para mergulho. Aqui todo mundo consegue explorar as belezas da fauna marinha através das atividades aquáticas, até amadores que morrem de medo de mergulho, como eu, kkk. Sério, a integração com a vida marinha é absurda, não tem como não viver isso lá. Maravilhante.

 

foto 1

 

Logo no primeiro dia já tive a chance de ver as raias que vêm quase até a areia, comer na nossa mão. Simplesmente o máximo. 

 

vivanta ray

 

Suas acomodações são super confortáveis, dotadas de um luxo discreto (adoro) e repletas de toques da cultura local.  São 62 villas, todas com quartos bem espaçosos, infra-estrutura bacanuda e muitos mimos para nós, os hóspedes sortudos. Os charmosérrimos bangalôs são realmente uma marca registrada da combinação romance + luxo que paira nas Maldivas.

 

Olha a entrada do Vivanta.

Olha a entrada do Vivanta.

 

Para mim, o que merece destaque no Vivanta é seu custo benefício, muito compensador para quem quer tudo de bom nas Maldivas sem gastar um absurdo. Dentre as diferentes categorias de acomodações, temos as Beach Villas, que são os linducos bangalôs pé na areia, um sonho praiano, que têm tarifas de US$ 650 por dia. Olha que coisa deliciosa:

 

O interior de uma Beach Villa e a vista que temos do quarto

O interior de uma Beach Villa e a vista que temos do quarto

 

Os bangalôs overwater, chamados de Premium Indulgence Water Villa, são o desejo de qualquer pessoa em sã consciência que pense em Maldivas, certo? Estes têm tarifas médias diárias de US$ 1000:

 

Premium Indulgence Water Villa

Premium Indulgence Water Villa

 

 

Espreguiçadeira no deck. E muito azul.

Espreguiçadeira no deck. E muito azul.

 

 

E essa banheira? E essa vista?

E essa banheira? E essa vista?

 

Dica: é super legal separar a estadia entre uma beach villa e uma villa overwater. Dá para curtir a areia e a coisa do bangalô sobre as águas, a experiência fica completa, eu testei e recomendo. 

 

 

Piscina na Premium Indulgence Water Villa

Piscina na Premium Indulgence Water Villa

 

E temos ainda a top suite, a Presidential Nirvana Suite with Pool, fantástica, que tem 2 quartos, acomoda até 6 pessoas e custa US$ 3000 por dia. É demais, gente. Casa de praia nas Maldivas, tá bom para vocês? Vejam o vídeo que fiz com a Josy, representante do hotel, apresentando a villa pra gente. A qualidade é aquela de iphone, mas compensa ver. 

 

 

Tá, vou aprender a operar câmeras de verdade, juro.

 

 

Interior da Nirvana Suite

Interior da Nirvana Suite

 

Além disso, a área comum também é super agradável, tudo na mais perfeita harmonia com o cenário tropical. A piscina principal, de borda infinita e debruçada sobre o mar é deliciosa, linda de morrer.

 

vivanta piscina principal

A piscina principal

 

Fora o Jiva Spa, que possui salas de massagem exclusivas, sala de vapor e só utiliza produtos naturais no ambiente fresco e harmonioso, sempre com flores perfumadas, música suave e aromas excêntricos para mexer com nossos sentidos.

 

foto 3

 

 

Uma das coisas que fiz e recomendo é o Sunset Cruise, onde apenas 12 pessoas embarcam em um minicruzeiro por algumas horas com o simples e único objetivo de apreciar o pôr-do-sol. O barco navega até o outro lado da ilha enquanto a gente toma um vinho branco, um champagne, acompanha o espetáculo na natureza a bordo….Show. 

 

Sunset Cruise

Sunset Cruise

 

vivanta sunset 3

 

A noite é bem animadinha por lá. Um DJ toca um som bacana no bar da psicina e eu me diverti pra caramba com os chineses que estavam hospedados no hotel. Eles são loucos por ping pong e lotam as mesas de jogos!

 

Para os recém casados, o hotel disponibiliza amenities como jantar na praia, o Sunset Cruise e 45 min de massagem para o casal. Para ter esses benefícios, basta apresentar a certidão e  programar a estadia para até 90 dias depois do casamento. É bacana saber disso pois este é um hotel super indicado para Lua de Mel. 

 

vivanta premium indulge water

 

Adorei. Nada como começar uma temporada nas Maldivas sendo recebida com tudo o que o pedigree da rede Taj tem de bom, né?

 

vivanta por do sol

Postado por às 16:58

hoteis category image
Comentar

Vocês sabem que, se tem uma coisa que eu indico mesmo, essa coisa é a contratação de guias locais que prestam atendimento personalizado durante nossas viagens. Independente do destino, acredito que ter uma assistência ‘tailor made’ muda tudo: orientação geral, entradas, filas, dicas, restaurantes, shows, carros, transporte, agenda cultural…fora que não há comparação entre se fazer uma visita a algum ponto turístico sozinho e visitar o mesmo lugar com a referência de quem entende do assunto. Você tira o melhor da cidade que está conhecendo sem problemas, sem preocupações, sem perder tempo com indicações erradas, sem roubadas. Eu sou fã mesmo deste tipo de serviço. Bom, se o guia em questão for brasileiro, então…melhor ainda. Nada como um conterrâneo para entender bem nossa dinâmica, né?

 

Por isso que hoje vou falar sobre a Carol, brasileira radicada em Las Vegas, que presta um serviço de primeira. Minha prima Flávia, que é também minha sócia na Hiptour, esteve em Vegas recentemente e amou o trabalho da Carol. A Flávia é a mente pensante por trás de todo o operacional da agência, então vocês podem imaginar que para ela nenhum detalhe passa desapercebido, certo? A bichinha é exigente que só ela e ficou tão satisfeita com os serviços prestados pela Carol e com a Carol em si, que é um doce, uma querida, que me ligou de lá para falar “Sil, indica!”. Adoro ter esse tipo de informação direto da fonte, vinda de quem sabe muito bem do que está falando. A Carol transformou a sua ida à Vegas em uma viagem divertida e sem problemas. Ela aprovou e a gente recomenda!

 

Olha a Carol, gente.

Olha a Carol, gente.

 

A proposta do trabalho da Carol em Vegas é auxiliar cada cliente do começo ao final da viagem, em tudo. Mesmo se apenas um tour for contratado, a Carol monitora a estadia do pessoal e se coloca a total disposição para qualquer necessidade. Isso pode incluir desde a compra de algum ingresso até o auxílio completo na elaboração de um roteiro personalizadíssimo baseado no perfil de cada cliente. Isso é fantástico, pois trata-se de tranquilidade e segurança para o viajante. Bárbaro. Fora que ela é demais de bacana e acaba que os clientes acabam se transformando em amigos. Com a Flávia foi bem assim que aconteceu. 

 

Esse tipo de atenção tem tudo a ver com o tipo de profissional que ela é. Sua maior preocupação é sempre mostrar aos clientes o que há de melhor em Vegas como um todo. Atrações, lugares que devem ser visitados, shows, restaurantes, lojas, shoppings, pontos de encontro, lounges e baladas etc. Ela sempre indica aquilo que conhece (e olha que ela conhece TUDO e muito bem!), que já foi previamente testado e aprovado. Vegas é o tipo de cidade cheia de lugares que tem apenas fama e nada mais. São caros e não oferecem experiências que valham a pena. Com a Carol, não corremos o risco de errar, afinal de contas ela indica e organiza para a gente exatamente aquilo que faria para ela mesma. 

 

Para a Flávia, ela conseguiu ingressos para shows em lugares incríveis. Como ela conhece super bem todos os teatros, sua indicação de poltronas é sempre uma informação privilegiada, digamos assim. Além disso, elas também fizeram o passeio ao Grand Canyon West de carro. A Carol buscou a turma no hotel e 2h30 depois, elas já estavam prestes a visitar o Skywalk, que é simplesmente fantástico, vejam a foto!!

 

Escândalo esse Skywalk! Imagina ver tudo lá de coma através do vidro? No canto esquerdo a loiríssima Carol. No canto direito, Flávia.

Escândalo esse Skywalk! Imagina ver tudo lá de coma através do vidro? No canto esquerdo a loiríssima Carol. No canto direito, Flávia.

 

Ainda teve voo de helicóptero, passeio de balsa pelo rio Colorado, almoço, um bando de coisas. Foi demais. A Flávia achou super vantajoso ter a Carol organizando tudo. Além de ZERO dor de cabeça, ela achou tudo bem em conta, preços justíssimos para serviços que valem o quanto pesam. 

 

Bem, fica até difícil listar aqui tudo o que a Carol faz pelos viajantes em Las Vegas. Podemos dizer que é TUDO, hahaha, mas ela tem uma tabela descritiva super bem organizada, com serviços e valores, que eu recomendo ser lida com carinho antes de se embarcar para lá. É um sem fim de passeios pela região, compras, city tours, programação para crianças, passeios de limo, voos de helicóptero, transfers, enfim, como eu disse…TUDO.

 

Fora esse trabalho do dia a dia, a Carol também é a dona do blog Eu Na Gringa, repleto de dicas interessantíssimas sobre a cidade, ou seja: ela não para! Seja ao vivo, seja na web, está sempre dando aquele help para quem visita Vegas. 

 

Testada e super aprovada! 

 

Postado por às 12:41

servicos category image
Comentar

Lembram da minha Primeira Expedição Fotográfica com o top fotógrafo Christian Cravo na Índia? Pois é. A segunda edição já está confirmada e vai acontecer dos dias 11 a 19 de outubro no Kenya, África. Já estou super ansiosa para levar mais um grupo numa viagem tão bacana, empolgadíssima para registrar a vida selvagem sob o comando do Christian e muito animada e curiosa para conhecer o Cottar’s 1920s, camp incrível onde ficaremos hospedados durante este período de safáris fotográficos.

 

Honeymoon Tent

 

Foram dias e dias de muitos debates e negociações até entrarmos em um consenso e elegermos o lindo Cottar’s como nossa base no Kenya. Claro que buscávamos qualidade de serviços e acomodações confortáveis, mas o fato de este camp composto por tendas móveis estar totalmente integrado à natureza e à vida selvagem, contou muitos pontos na hora da decisão. Tem luxo maior do que estar isolado do mundo e totalmente integrado à vida na savana?

 

mess-tent-at-cottars-1920s-camp-michael-poliza-738x397

“Tem: estar isolado do mundo e integrado à vida na savana com essa decoração”

 

Tenho certeza de que esta estadia será memorável: o acampamento, além de belíssimo e com uma super estrutura, é mega exclusivo e aposto que vou ficar maravilhada com tudo por lá. Mas como eu já comentei, estou EMPOLGADA (muito) então resolvi mostrar para vocês como é fantástico nosso camp. 

 

Tenda principal com sala de jantar e living room

Tenda principal com sala de jantar e living room

 

O Cottar’s fica em uma área privada de conservação com 6 mil hectares e a apenas 1 km do Masai Mara Game Reserve, ou seja: safári no quintal, acesso super fácil e contato próximo com a comunidade Masai. Oba, começamos bem.  

 

standard tent

Gente, imagina dormir aqui?? Olha esse quarto…

 

São apenas 10 tendas, sendo uma especial para lua de mel, 5 tendas duplas e mais 4 acomodações familiares, estas com living rooms e lareiras privativos. O bacana é que a disposição das tendas garante total privacidade a todos os hóspedes, perfeito tanto para quem está em uma viagem romântica como para as famílias com crianças. 

 

Essa é uma Family Tent...

Essa é uma Family Tent…

 

 

...e este é o living room com lareira da Family Tent

…e este é o living room com lareira da Family Tent

 

Fora elas, temos mais 2 grandes tendas, que compõem a área social do camp e abrigam áreas comuns como salas de jantar e de estar. A decoração é um caso à parte e faz referência à época de ouro dos grande safáris. Vejam que incríveis os móveis e os detalhes. Dá vontade de ir para lá agora, né?

 

double tent

 

cottars-honeymoon-tent

 

cottars1920safaricamp

 

Para completar ainda há uma piscina (na foto que abre o post, olhem que lindeza) e área de spa, que é tudo o que a gente quer depois dos game drives. E tomar banho ao ar livre, pode? Claro que pode. Os hóspedes do Cottar’s podem desfrutar de um safari bath ou safari shower nas banheiras e duchas especialmente montadas nas áreas externas, cara a cara com a savana. Demais hein? Imagina relaxar em uma banheira enquanto observa o horizonte distante do Masai Mara e as planícies do Serengeti…

 

É possível alguém ser mais mimado do que isso?

É possível alguém ser mais mimado do que isso?

 

cott15

A banheira sendo preparada, olha que amor.

 

Não vejo a hora, sério  :-D

 

 

 

 

Postado por às 15:13

hoteis category image
Comentar

O que dizer deste hotel maravilhoso que fica no Atol de Tetiaroa, na Polinésia Francesa, gente? Bom, podemos começar a falar justamente da sua localização, pra lá de privilegiada.

 

tetiaroa-island-3

 

Este pedacinho de paraíso, vizinho de ilhas como Tahiti e Bora Bora, é um atol formado por várias ilhotas de coral que fica no meio do Pacífico, bem onde o oceano ganha aquela tonalidade azul turquesa que parece de mentira.

 

Tetiaroa Island

 

O The Brando fica em uma das diversas ilhotas (ela se chama Motu Onetahi e todas as ilhotas são chamadas de Motu) que rodeiam uma ESPETACULAR lagoa cujo diâmetro é calculado em kilômetros. Importante dizer que as outras ‘motu’ são também de uso exclusivo dos hóspedes do resort. Gente, da para ver isso certinho na foto que abre o post. Não é de morrer? 

 

Aqui dá bem para ver o resort

Aqui dá bem para ver o resort

 

Ali, um excelente programa é observar as baleias e as tartarugas marítimas, que vêm aos montes diariamente. Além de sua beleza deslumbrante, rara biodiversidade e santuário natural de aves e vida marinha, Tetiaroa tem um lugar especial na história e na cultura polinésia, já que foi, durante séculos, o retiro exclusivo da realeza local. Isso sem falar nos antigos templos Marae, construídos  pelos primeiros habitantes do atol, que podem ser encontrados lá até hoje! 

 

tetiaroa-island-5

 

 Diante de tudo isso concluímos: não foi à toa que o grande Marlon Brando, que não era bobo nem nada, se tornou o feliz proprietário de Tetiaroa em 1966 e fixou residência por lá nos anos 80. Imagina morar num lugar desse, meu povo? Foi daí que veio o nome do hotel, que vai começar a funcionar definitivamente agora em julho. Sorte a nossa, que vamos ter acesso a essa maravilha da natureza e a todo o luxo oferecido pelo super resort lá instalado, certo? Arrasou, família Brando, a gente agradece!

 

8061651

 

As 35 acomodações têm piscinas privativas de frente para o mar e areia branquinha da praia chegando às suas portas. Um sonho, vejam:

 

the-resort-3

 

Os lindos jardins ficam sempre cheios de aves exóticas e isso é bárbaro pois as áreas externas são super aproveitadas e integradas às villas como um todo. Todas têm mesas de jantar na parte de fora e sua prainha particular em frente.

 

the-resort-6

 

Fora o conforto das áreas internas, que são super aconchegantes, requintadas, maravilhosamente bem decoradas e foram projetadas para refletir estilo de vida e as tradições polinésias. São 13 villas na Mermaid Bay e 22 na Turtle Beach, cada uma com uma bike por hóspede.

 

the-resort-7

 

O mais legal é desfrutar de tudo isso sabendo que tudo ao redor foi concebido a partir de fontes de energia limpas e renováveis. Preservar e proteger este habitat raro e sua vida animal e vegetal é fundamental para o pessoal do The Brando. Eles trabalham sempre pensando em preservação e restauração. Demais. 

 

tetiaroa-island-8

 

O atendimento é algo e há uma equipe que fica de prontidão 24 horas sempre pronta para atender caprichosamente qualquer pedido dos hóspedes. Ui. O sistema é all inclusive, o que nos dá menos preocupações ainda! Tudo pronto, tudo incluso, nada para decidir, adoro. 

 

three-bedroom-villas

 

A cozinha premiada de Guy Martin, duas estrelas Michelin no Le Grand Véfour de Paris,  é destaque em seus dois restaurantes, que apresentam pratos de inspiração polinésia e e cozinha clássica francesa. Há um bar com vista deslumbrante para a lagoa e mais outro na praia, bem perto da linda piscina principal, o Bob’s Bar. o Bob era o “faz-tudo” e super amigo de Marlon Brando, que o acompanhava durante as longas filmagens e, claro, nos drinks e nas longas e divertidas conversas pós set. Fofíssima a homenagem. Muito legal ter referências importantes da vida do ator no hotel.

 

Brando-aerial

 

 

Para relaxar ainda mais ( se é que isso configura possibilidade), o luxuoso spa Varua fica em torno de um sereno laguinho coberto de lírios. As atividades aquáticas são abundantes. Os hóspedes podem praticar snorkeling ou mergulho com os milhares e milhares de peixes tropicais, encontrar raias, tubarões e tartarugas, navegar na lagoa, remar numa canoa polinésia até uma motu vizinha, sair num caiaque pelos jardins de corais, caminhar nos longos trechos de praia ou apenas nadar no mar e depois petiscar na beira da piscina. Tá bom pra vocês? Para mim fica ótimo assim, kkk. 

 

activities-6

 

O The Brando ainda oferece quadras de tênis, biblioteca, boutiques, academia e e uma estação de pesquisa ambiental com programas para os hóspedes, ou seja, tudo o que há nos resorts 5 estrelas e mais um pouco. 

 

the-resort-2

 

 Quem topa conferir essa maravilha toda pessoalmente? 0/!!!

 

 

 

Postado por às 15:13

hoteis category image
Comentar
© 2014, Silvana Bertolucci. Todos os direitos reservados.
desenvolvimento: Absoluto Web